Seguir o O MINHO

Guimarães

Morreu Fernando Duarte, empresário da discoteca Século XIX em Guimarães

Óbito

em

Foto: DR / Arquivo

Morreu na sexta-feira o empresário vimaranense Fernando Duarte, vítima de doença prolongada, anunciou fonte próxima da família.


Dono de discotecas como Jennifer, Trás Trás e a mais conhecida Século XIX, foi um dos principais dinamizadores da vida noturna em Guimarães, como dá conta André Coelho Lima, vereador da autarquia, de quem era próximo.

“[As discotecas] são projetos de arrojo para a época [anos 80 e 90] em Guimarães, mas sobretudo, são projetos de sucesso, de enorme sucesso! E isso foi o que sempre distinguiu os projetos em que se envolvia o Fernando Duarte, dos outros”, afirma o vice-presidente do PSD.

“Quase todos efémeros, quase todos fugazes, praticamente todos sem sequência empresarial. Os dele não. Os dele mantinham-se, transformavam-se, adaptavam-se. O Fernando era um homem negócios mas também de família, com ele trabalharam desde sempre os seus muitos irmãos. Eu era amigo do Fernando, como sou dos seus irmãos”, revela Coelho Lima.

O também deputado lamenta não se poder despedir do antigo empresário, face aos “tempos de isolamento”.

Anúncio

Guimarães

Erro no teste à covid-19 fechou creche em Guimarães por engano

Covid-19

em

Foto: DR

Um erro das autoridades sanitárias levou a que uma creche em Guimarães fechasse portas quando o mesmo não era necessário, anunciou a instituição que gere o espaço educativo.

Em comunicado, o Centro Social da Paróquia de Fermentões, que tinha encerrado na terça-feira depois de um alegado caso positivo numa das crianças que frequentam a instituição, dá conta de que tudo terá sido um erro da DGS e que, afinal, o espaço pode estar aberto.

Segundo aquele centro, existiu um “erro na transcrição do resultado” e “afinal a criança não estava infetada”. A mesma instituição refere que, face ao plano de contingência, todas as pessoas que estiveram em contacto com a criança foram imediatamente colocadas em isolamento, tanto adultos como crianças.

“Felizmente tivemos hoje a notícia que se tratou de um erro, mas não estamos livres de que isto possa acontecer no futuro”, avisa a instituição.

Face a este volte-face, a cresce reabriu esta quinta-feira “no horário habitual”, para voltar “a funcionar dentro da normalidade possível”.

Continuar a ler

Guimarães

Roubam garrafas antigas no valor de 3 mil euros em Guimarães para comercializar

Moreira de Cónegos

em

Foto: Divulgação / GNR

Dois homens, de 48 e 49 anos, foram esta terça-feira identificados pela GNR por suspeita de furto de garrafas antigas no valor de 3 mil euros, disse aquela força policial.

Em comunicado, o comando territorial de Braga dá conta da investigação levada a cabo por militares do Núcleo de Investigação Criminal de Guimarães, culminando com a identificação dos suspeitos.

O crime ocorreu no passado dia 11 de setembro, numa residência em Moreira de Cónegos. Os suspeitos terão subtraído “uma coleção de garrafas antigas, avaliada em 3 mil euros, com a intenção de a comercializar posteriormente”, refere a guarda.

Foto: Divulgação / GNR

“Após as diligências de investigação, foi possível identificar os dois suspeitos pelos crimes de furto e recetação, tendo sido recuperada a referida coleção e entregue ao legítimo proprietário”, aponta ainda a mesma nota.

Os suspeito foram constituídos arguidos e os factos foram remetidos ao Tribunal de Guimarães.

Continuar a ler

Guimarães

Vai a sepultar amanhã homem atropelado de bicicleta em Guimarães

Óbito

em

Foto: DR

O homem de 60 anos que morreu atropelado de bicicleta na passada segunda-feira em Guimarães será sepultado esta quinta-feira na freguesia de Serzedelo, naquele concelho, de onde era natural.

O funeral de Mário Mendes de Oliveira está marcado para as 10:30 na Igreja Paroquial de Serzedelo.

Mário Oliveira era natural de Serzedelo, mas residia na freguesia vizinha de Guardizela, onde acabaria por perder a vida.

Ciclista morre atropelado em Guimarães

Ao que O MINHO apurou, era uma pessoa conhecida e querida nas duas freguesias, onde o recordam como um homem bem disposto.

Costumava deslocar-se de bicicleta e prestava apoio no centro social de Guardizela.

Como O MINHO noticiou, Mário Oliveira morreu atropelado, na manhã de segunda-feira, quando seguia de bicicleta na Estrada Nacional 310, de acesso à VIM, em Guardizela, Guimarães.

Foi abalroado por uma viatura de transporte de mercadorias.

O óbito foi declarado no local.

Continuar a ler

Populares