Médicos recuam e asseguram funcionamento da urgência de Monção

SUB Monção. Foto: DR / Arquivo

O Serviço de Urgência Médica (SUB) de Monção, com encerramento previsto entre sexta-feira e domingo, já não vai fechar, anunciou esta noite a Câmara de Monção. Depois de uma reunião de emergência da CIM Alto Minho, com autarcas afetados pelo encerramento daquele centro da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), a equipa médica terá decidido disponibilizar os seus trabalhos para assegurar o funcionamento do centro.

Em comunicado, a Câmara informa que “na sequência da tomada de posição da CIM Alto Minho, anunciada esta tarde, em conferência de imprensa realizada em Viana do Castelo, onde esteve presente o autarca monçanense, António Barbosa, e à recetividade e disponibilidade da equipa médica do Serviço de Urgência Médica (SUB) de Monção, as urgências já não encerram este fim de semana”.

Segundo a autarquia, “a decisão da equipa médica, que se prontificou a assegurar a funcionalidade do SUB de Monção, é um gesto cívico de enorme nobreza, revelador de um sentimento louvável e altruísta, perante uma situação que penalizaria, gravemente, a população de Monção e concelhos vizinhos”.

“A Câmara Municipal de Monção agradece, profundamente, a disponibilidade da equipa médica do SUB de Monção, realçando a sua posição humanista e solidária, não deixando as pessoas desprotegidas, através desta atitude notável que merece elogios de toda a população”, conclui a nota.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Família de Vila Verde impedida de 'resgatar' corpo de jovem emigrante morto no Luxemburgo

Próximo Artigo

PSD “aberto a dialogar e ponderar” coligação pré-eleitoral com CDS e independentes

Artigos Relacionados
x