Seguir o O MINHO

Desporto

Marega diz que jogo com Sporting será “grande teste” para Vitória. Pedro Mendes quer pontos

em

O treinador do Vitória, Pedro Martins, afirmou hoje que amealhar pontos é a prioridade frente ao Sporting, embora acredite numa boa exibição vimaranense no jogo da sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol, agendado para sábado.

O técnico disse aguardar um “Vitória agressivo”, que assuma o jogo “sem receio” quando tiver de o fazer, perante um “candidato ao título”, mas garantiu que o objetivo principal é a “conquista dos três pontos”, mesmo com exibição semelhante à do jogo com o Moreirense (triunfo por 1-0).

“A equipa que joga melhor e que tem um sentido positivo do jogo é aquela que tem mais probabilidade de ganhar durante o campeonato, mas se tivermos uma exibição menos conseguida como contra o Moreirense e conquistarmos, no sábado, esses três pontos, assino por baixo”, afirmou na conferência de imprensa de antevisão ao encontro.

Pedro Martins revelou ainda que o grupo de trabalho quer igualmente “voltar às vitórias” no Estádio D. Afonso Henriques, depois do empate com o Belenenses (1-1), assegurando a mesma atitude já exibida nos jogos com o Sporting de Braga (derrota por 1-0) e com o Marítimo, este fora de portas, que terminou com um triunfo por 2-0.

“Não há segredos nesse aspeto. A nossa equipa trabalha dentro de uma filosofia e não vai haver alterações nesse sentido”, reiterou.

O timoneiro dos vimaranenses referiu que a formação ‘leonina’ “vale pelo seu todo”, até pelo “conjunto de valores” capaz de mudar o rumo do jogo a qualquer instante, e vai apresentar-se em Guimarães como “uma equipa normal” do técnico Jorge Jesus, com um “processo muito assimilado”.

“Não vai haver grandes surpresas. Já andamos nisto há algum tempo e sabemos, provavelmente, o que um e o que o outro pensa sobre a forma de estar e de analisar os jogos”, perspetivou.

O treinador considerou também que o jogo do Sporting com o Legia de Varsóvia (vitória leonina por 2-0), para a Liga dos Campeões, na terça-feira, não vai prejudicar o rendimento da turma de Alvalade frente ao Vitória, lembrando que viveu uma situação mais apertada quando orientava o Rio Ave.

“Já tive uma situação em que fizemos um jogo na Dinamarca [derrota por 1-0 com o Aalborg, para a Liga Europa] numa quinta-feira e, no domingo, já estávamos a jogar na Madeira, contra o Nacional. Na altura, não houve muita preocupação da imprensa”, descreveu.

O técnico dos minhotos disse ainda que o médio Rafael Miranda “é uma forte hipótese para jogar no sábado”, depois de ter saído lesionado no dérbi concelhio com o Moreirense, aos 71 minutos, e começado esta semana em gestão de esforço.

O Vitória, quinto classificado, com 10 pontos, recebe o Sporting, segundo, com 15, pelas 18:15 de sábado, no Estádio D. Afonso Henriques, em jogo dirigido pelo árbitro Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Marega afirma que jogo com Sporting será “grande teste”

O avançado do Vitória Marega disse ontem, quarta-feira, que o encontro frente ao Sporting vai ser um “grande teste” à valia da equipa minhota.

Autor do golo que garantiu o triunfo vitoriano na ronda anterior, frente ao Moreirense, e melhor marcador do campeonato, com cinco golos, o maliano, de 25 anos, afirmou que a turma de Pedro Martins pode vencer, apesar de estar ciente da qualidade dos ‘leões’.

“É um segundo grande teste à nossa equipa, em casa. Vamos tentar um bom resultado, sabendo que será difícil”, antecipou, à margem de uma sessão de autógrafos decorrida num dos espaços comerciais do clube e que contou com as presenças dos colegas de equipa João Pedro e Hurtado.

Com um registo de golos à quinta jornada do principal escalão apenas superado, na história do emblema vimaranense, por Jeremias, com oito golos em 1974/75, Marega referiu que a concentração com que tem encarado os jogos e o trabalho da equipa têm permitido o sucesso.

“Estou muito concentrado no presente. A equipa trabalha muito para mim. Foi graças a eles que obtive cinco golos até agora”, admitiu.

O futebolista recusou ainda que o cansaço que os jogadores ‘leoninos’ possam sentir, após o triunfo por 2-0 sobre o Légia de Varsóvia para a Liga dos Campeões, ou as eventuais trocas no ‘onze’ façam muita diferença para sábado, apesar de o técnico do Sporting, Jorge Jesus, ter admitido uma eventual fadiga física e psicológica dos jogadores.

“O cansaço não interfere, porque ganharam e vêm motivados. O Sporting, independentemente de mudar, vale pelo todo e continua a ser difícil”, concluiu.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias do Vitória. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Futebol

I Liga: Aves é a equipa com mais golos de livre direto

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O CD Aves emerge na I Liga como a equipa que se tem revelado, para já, à 21.ª jornada, mestre de uma das execuções mais difíceis num jogo de futebol,  o livre direto.

No total, a formação avense contabiliza três golos após cobranças bem-sucedidas em lances deste gênero, naquele que é o melhora registo da presente edição da Liga, superando os dois livres diretos apontados pelo Sporting CP.

Estes golos representaram momentos importantes no percurso do conjunto de Vila das Aves, uma vez que dois desses três tentos asseguraram a vitória final nos respetivos encontros.

Assim foi na 13.ª jornada, na receção ao SC Braga (1-0), onde Mohammadi anotou o único golo do encontro e, mais recentemente, na 19.ª ronda, em deslocação ao reduto do Marítimo M. (1-2), com o livre de Reko Silva a permitir à formação avense alcançar o primeiro triunfo fora de portas.

Mohammadi, avançado iraniano do Desportivo das Aves, é o jogador da Liga com mais golos obtidos em cobranças de livres diretos (2), após ter feito balancear as redes frente a FC Famalicão (4.ª jornada) e, como já mencionado anteriormente, diante do SC Braga (13.ª jornada).

Continuar a ler

Futebol

“Semana de preparação para jogo com Aves tem sido normal”

I Liga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães/o MINHO

O treinador Ivo Vieira disse, esta quarta-feira, que o Vitória SC preparou de forma “normal” o jogo com o Desportivo das Aves, da 22.ª jornada da I Liga, após os incidentes racistas com o futebolista Marega no encontro anterior.

O avançado maliano do FC Porto deixou o relvado do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, ao minuto 71 da partida em que os “dragões” venceram os vitorianos por 2-1, em protesto contra insultos racistas de alguns adeptos vimaranenses, o que levou o Ministério Público a instaurar um inquérito.

Questionado sobre a posição que tem sobre o caso e sobre o impacto que causou nos trabalhos do plantel vitoriano para o próximo jogo, o técnico frisou que a situação “não alterou nada o processo de preparação para o próximo jogo” e que o clube vimaranense “emitiu um comunicado onde é bastante explícito na sua posição”, condenando o racismo, mas recusando “vestir a pele de lobo”, num problema com “condenações efetivas a nível nacional e internacional”.

“A única diferença em relação à preparação deste jogo é o encurtamento em termos de espaço para o mesmo (decorre na sexta-feira). O estado de espírito dos jogadores é de tristeza por não termos ganhado o jogo frente a uma equipa que luta para ser campeã. Cabe-me, como líder, tentar alterar o estado de espírito e passar-lhes confiança. Que se mantenha a mesma intensidade e o mesmo caráter. Que o nosso foco é o jogo do Aves, fundamental para somarmos três pontos”, salientou.

O técnico, de 44 anos, referiu ainda que as derrotas “deixam sempre marcas”, mas mostrou-se convicto de que os seus pupilos vão exibir muitos dos “comportamentos de grande nível” do jogo anterior perante um adversário que vai proporcionar “dificuldades”, mesmo ocupando o 18.º e último lugar.

“Temos de estar preparados para um Aves forte, competitivo. Há umas semanas, estava numa fase não muito favorável, mas a verdade é que a esperança continua para eles. Temos de ser mais fortes, mais organizados do que eles, para conseguirmos somar os três pontos”, disse.

Com a equipa minhota no oitavo lugar, com 28 pontos, atualmente a cinco do quinto lugar, que pode garantir o acesso à Liga Europa e é ocupado pelo Rio Ave, Ivo Vieira frisou que o Vitória poderia estar “mais confortável” na tabela, mas lembrou que o campeonato é “uma maratona”.

Questionado sobre a presença esperada de muitos adeptos do clube na Vila das Aves, localidade do concelho de Santo Tirso, a 15 quilómetros de Guimarães, o técnico respondeu que o Vitória é “uma grande força”, “uma nação com povo apaixonado em torno do clube”, com uma “vontade de ganhar” visível em vários jogos.

O Vitória SC, oitavo classificado da I Liga, com 28 pontos, visita o Desportivo das Aves, 18.º e último, com 13, no jogo de abertura da 22.ª jornada, agendado para as 20:30, no Estádio do Clube Desportivo das Aves, em Vila das Aves.

Continuar a ler

Futebol

Presidente do Rio Ave suspenso por críticas à arbitragem na Taça da Liga

Após jogo com o Gil Vicente

em

Foto: rioavefc.pt / DR

O presidente do Rio Ave foi suspenso, esta terça-feira, por 30 dias e multado em 1.836 euros, devido a críticas à arbitragem do jogo com o Gil Vicente, para a Taça da Liga de futebol.

A sanção foi divulgada pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), tendo por base “declarações na comunicação social, sobre a arbitragem” por parte de António Silva Campos.

O CD da FPF tinha instaurado um processo disciplinar ao líder dos vila-condenses, depois de Silva Campos ter criticado a atuação da equipa de arbitragem liderada por André Narciso, no encontro com o Gil Vicente, em 21 de dezembro, a contar para a terceira e última jornada do grupo C da Taça da Liga.

Na sequência do triunfo gilista, por 1-0, o dirigente afirmou que “roubaram ao Rio Ave a possibilidade de estar na final four” da prova e mostrou-se “indignado” com o golo anulado à equipa de Vila do Conde, aos 84 minutos.

O treinador do Rio Ave, Carlos Carvalhal, também se mostrou insatisfeito com a equipa de arbitragem e, em declarações na flash-interview da Sport TV, anunciou que iria “pedir uma reunião com o presidente e apresentar a demissão” do cargo.

A derrota do Rio Ave, aliada à vitória do Sporting frente ao Portimonense, apurou os “leões” para a “final four” da Taça da Liga, que seria conquistada pelo SC Braga.

Continuar a ler

Populares