Seguir o O MINHO

Famalicão

Jovem casal detido em flagrante a roubar numa fábrica em Famalicão

Em Oliveira São Mateus

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um casal, de 31 e 38 anos, foi ontem detido por militares da GNR de Riba d’Ave, em Oliveira São Mateus, concelho de Famalicão, pelo crime de “furto de metais não preciosos”, foi hoje anunciado.


Em comunicado, o comando territorial de Braga dá conta da detenção, após ação policial dos militares junto a uma fábrica situada naquela freguesia.

O casal estaria a furtar metais de dentro da unidade fabril e a carregar para um veículo, que se encontrava no exterior do referido edifício.

Os militares aguardaram que os dois suspeitos colocassem os materiais na carrinha para os surpreender em flagrante delito.

O referido casal foi imediatamente detido, sendo já referenciados pelo mesmo tipo de crime.

Os detidos foram constituídos arguidos e os factos comunicados ao Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.

Anúncio

Ave

Encontrado com vida idoso desaparecido desde ontem em Famalicão

Riba de Ave

em

Foto: DR (Arquivo)

Um homem de 79 anos foi encontrado com vida por militares da GNR depois de estar desaparecido durante uma noite em Famalicão.

Em comunicado, a guarda dá conta da operação de buscas levada a cabo por militares do posto de Riba de Ave com reforço da equipa cinotécnica do Porto.

O homem, que padece da doença de alzheimer, terá desaparecido na noite de ontem durante a hora de jantar, dizendo aos familiares que iria a uma quinta onde se tinha esquecido de alguns pertences.

A família acabou por não o conseguir encontrar mais, levando a que alertasse as autoridades.

Foi encontrado já esta manhã no interior de uma mata, em local ermo, diz a guarda.

O idoso recebeu tratamento médico no local e foi transportado para o Hospital de Famalicão.

Continuar a ler

Ave

“Seis a dez funcionários” infetados nas várias valências de centro social em Famalicão

Covid-19

em

Foto: Centro Social Paroquial de Famalicão

O Centro Social Paroquial de Ribeirão, em Famalicão, tem funcionários infetados com covid-19 em todas as valências da instituição.

“Desde a parte da infância, à terceira idade e deficiência, há entre um e dois casos positivos nas respostas todas”, adiantou a O MINHO uma diretora técnica da instituição, revelando que o número total situa-se entre “seis a dez funcionários”.

Na infância, o Centro tem Creche, Jardim de Infância / Pré-Escolar e Centro de Atividades de Tempos Livres; na terceira idade tem Centro de Dia, Estrutura Residencial e Serviço de Apoio Domiciliário; na deficiência tem Centro de Atividades Ocupacionais e Lar Residencial.

Funcionários infetados em centro social de Famalicão

Como os funcionários são de valências diferentes e “não há ligação entre eles”, a instituição não consegue “perceber de onde vem esta cadeia de infeção”.

“[Os funcionários infetados] não estão em contacto entre eles, cada casa tem a sua independência”, refere a fonte, acrescentando que “nenhum” deles contactou com o pároco Manuel Joaquim Fernandes, também ele infetado.

Foi, aliás, após notícia de padre ter testado positivo à covid-19 que todos os funcionários foram testados, acabando por revelar vários infetados.

“Estamos a tentar perceber o que se está a passar”, sublinha a diretora técnica.

Entretanto, todos os utentes das estruturas residenciais começaram hoje a ser testado, foram suspensas as visitas ao lar, bem como a atividade das restantes valências, como a creche.

Padre em Famalicão infetado com covid-19

“Fechamos as respostas, algumas das quais já estavam em redução de horário devido ao encerramento do ano letivo, como a parte da infância. A direção, juntamente com a delegação de saúde, achou por bem encerrar já a parte de infância e centro de atividades. E pedir às famílias que possam colaborar no serviço apoio domiciliário”, explica a fonte, sublinhando que os espaços já estão a ser desinfetados.

Na semanada passada, O Centro Social Paroquial de Ribeirão comunicou que o seu presidente, monsenhor Manuel Joaquim Fernandes, se encontrava infetado.

Consequentemente, a instituição “decidiu por sua iniciativa realizar exames/testes a todos os seus colaboradores em serviço de funções”.

Esses testes acabariam por revelar vários infetados, confirmados hoje pelo Centro.

Continuar a ler

Ave

Funcionários infetados em centro social de Famalicão

Covid-19

em

Foto: Centro Social Paroquial de Famalicão

O Centro Social Paroquial de Ribeirão, em Famalicão, registou casos positivos de covid-19 em alguns funcionários, depois de o pároco Manuel Joaquim Fernandes ter sido infetado.

“A Direção do Centro Social Paroquial de Ribeirão vem comunicar que, no âmbito do atual cenário de casos de doença COVID-19 na comunidade próxima da Instituição, decidiu por sua iniciativa realizar exames/testes a todos os seus colaboradores em serviço de funções.

Na sequência destes testes, verificaram-se casos de contágio da doença COVID-19, nalguns colaboradores da Instituição”, refere a instituição.

O Centro acrescenta que já foram tomadas as medidas preventivas recomendadas pela DGS e implementado o Plano de Contingência para garantir a segurança de utentes e colaboradores.

Padre em Famalicão infetado com covid-19

Todos utentes das estruturas residenciais começam hoje a ser testados “em colaboração com os serviços de saúde competentes”.

“As atividades das restantes respostas sociais foram suspensas, estando na resposta do serviço de apoio domiciliário a ser assegurado a alimentação nos casos de utentes com falta de retaguarda familiar”, explica nota da instituição, acrescentando que já foram contratados “os serviços de uma entidade especializada, a qual já está a efetuar a desinfeção nas instalações das diferentes respostas sociais”.

Continuar a ler

Populares