Seguir o O MINHO

Alto Minho

Joana Vasconcelos e os grandes nomes da ‘Pop Art’ juntos no Museu Bienal de Cerveira

Para ver até 01 de setembro com entrada a três euros

em

Foto: DR

A exposição “PURE POP ART” leva ao Museu Bienal de Cerveira, a partir hoje, a obra gráfica de alguns dos artistas mais representativos e icónicos da POP ART, movimento surgido na década de 1950 em Londres (Inglaterra) que alcançou a sua maturidade em Nova York (Estados Unidos da América) nos anos 60.

Joana Vasconcelos é a artista em destaque, tendo sido convidada pelo diretor artístico da FBAC, Cabral Pinto, a integrar esta mostra. Junta-se, assim, a nomes bem conhecidos do público como Andy Warhol, Steve Kaufman, Keith Haring, Robert Indiana, Roy Lichtenstein, Pietro Psaier, Mel Ramos e Robert Rauschenberg.

A exposição conta ainda com dois vídeos cedidos pelo museu nacional de arte moderna do Reino Unido sediado em Londres, “Tate Gallery”. Recorde-se que a POP ART é um movimento que liga a arte à produção em massa, a popularidade com a vanguarda e que desenvolveu um novo conceito artístico ao relacionar-se intimamente com a sociedade de consumo.

De acrescentar que o Museu Bienal de Cerveira, recentemente reconhecido como o “Melhor Museu Português” de 2019 pela APOM – Associação Portuguesa de Museologia, terá horário alargado nos meses de verão, estando aberto ao público diariamente até 01 de setembro. A entrada tem um custo de 3 euros

“Trata-se de uma coleção privada de arte gráfica da empresa MBA Grupo Incorporado que será apresentada pela primeira vez em Portugal, sendo para nós uma honra apresentar no Museu Bienal de Cerveira estes grandes nomes intemporais da POP ART e esta que é uma das artistas mais conceituadas do país, a Joana Vasconcelos” afirma o presidente da FBAC, Fernando Nogueira, em comunicado.

A exposição convida os visitantes a embarcar numa divertida viagem a uma era que, apesar da passagem do tempo, continua bem presente nos dias de hoje.

Segundo a curadora da exposição, Ángeles Rodríguez Baliño: “apresentar esta coleção da POP ART em Vila Nova de Cerveira é um desafio e uma responsabilidade. Uni-la a uma obra de Joana Vasconcelos é certificar que este movimento intemporal está mais vivo do que nunca”.

As serigrafias, os cartazes e as instalações representam ícones populares da época que o visitante vai reconhecer. A partir de mais de 120 obras, a mostra apresenta “um toque nostálgico à memória de Marilyn e James Dean, com uma profunda admiração ao trabalho de Warhol, a curiosidade da figura de Pietro Psaier e a responsabilidade social de Steve Kaufman, a exuberância de Keith Haring, o excelente trabalho de Mel Ramos, a inovação de Rauchsenberg e uma pequena menção a Robert Indiana”, acrescenta.

Anúncio

Viana do Castelo

Tapetes de sal dão cor a ruas de Viana no último dia da Romaria d’Agonia

FOTOGALERIA

em

Fotos: Facebook de Romaria d'Agonia

Após uma noite longa de trabalho, Viana do Castelo acordou, esta terça-feira, vestida de sal, com os tapetes a colorirem várias ruas, no último dia da Romaria d’Agonia.

O ouro e o poema “Havemos de ir a Viana” inspiram o tapete em honra da Senhora d’ Agonia que os moradores na rua principal da ribeira criaram de ontem para hoje.

No total, segundo números da VianaFestas, entidade que organiza a Romaria d’ Agonia, são utilizadas mais de 30 toneladas de sal na confeção dos tapetes.

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Foto: Facebook de Romaria d’Agonia

Como manda a tradição, é por estes tapetes que o andor da Senhora d’ Agonia irá passar no regresso da também típica procissão ao mar e ao rio.

Continuar a ler

Alto Minho

Despiste e capotamento faz um ferido grave em Arcos de Valdevez

Na EN 101.

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Três pessoas ficaram feridas na sequência de um despiste durante a madrugada desta terça-feira em Aguiã, Arcos de Valdevez. Uma das vítimas, de 42 anos, sofreu ferimentos considerados “graves”.

Ao que O MINHO apurou, a viatura terá entrado em despiste seguido de capotamento na Estrada Nacional 101, com os três ocupantes da viatura a sofrerem ferimentos.

O alerta foi dado pelas 04:52 e ao local acorreram os Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, SIV de Arcos de Valdevez e a VMER de Viana do Castelo.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Alto Minho

Vem aí uma ecovia e passadiços com uma casa na árvore em Valença

“Potenciar o turismo de natureza”

em

Foto: DR

Valença já está a ultimar a construção de uma nova ecovia ao longo do rio Minho, para além de passadiços e uma casa na árvore junto ao Mosteiro de Sanfins, anunciou esta segunda-feira a autarquia local.

A Ecovia das Veigas, ao longo do rio Minho, terá uma extenção de 5,6 quilómetros e é “uma aposta no turismo verde” que atravessa as freguesias de Valença, Ganfei e Verdoejo.

De acordo com a Câmara de Valença, esta ecovia será um percurso complementar à Ecopista do Rio Minho, iniciando-se em Cais, seguindo paralela ao rio até Verdoejo, com ligação à ecopista já existente.

Neste novo percurso, é possível aceder a miradouros com vista privilegiada para Tui [Galiza], passagem no banco de areia de Arinhos, ilhotas, parque de merendas, cais e na pesqueira dos Frades, para além das ilhas de Ranhão e do Conguedo e ainda da lagoa do rio Novo.

Passadiços e Casa na Árvore no Mosteiro de Sanfins

Mas a ecovia não é a única novidade anunciada pela autarquia. A quinta do Mosteiro de Sanfins também vai apresentar um novo circuito interpretativo, com passadiços, casa da árvore, pergulas de leitura, binóculos panorâmicos, observatórios de avifauna, parque infantil e de merendas e pontos de descanso em lagos.

De acordo com o município, este novo percurso percorrerá, também, a Igreja Românica, as ruínas, a Capela da Senhora do Loreto, as fontes e o moinho, de forma a potenciar o turismo de natureza.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares