Seguir o O MINHO

Ave

Já abriu a via ciclo pedonal que liga Famalicão à Póvoa de Varzim

Dia Mundial da Bicicleta

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Já está aberta ao público a via ciclo pedonal entre Famalicão e Gondifelos, através do antigo ramal ferroviário que ligava a cidade famalicense à Póvoa de Varzim, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Câmara de Famalicão refere que a assinatura do auto de receção provisório da obra, que teve um custo total de dois milhões de euros e que beneficiou de um cofinanciamento FEDER no âmbito do Programa Operacional Norte 2020 no valor de 1,7 milhão de euros, coloca a infraestrutura no domínio público a partir desta segunda-feira, Dia Mundial da Bicicleta.

“Os famalicenses têm agora ao seu dispor uma via ciclo pedonal com condições de excelência para a mobilidade sustentável, mas também para a prática desportiva ou simplesmente para lazer. O antigo trajeto dos comboios, que encerrou em 1995, dá assim lugar às pessoas que a pé ou de bicicleta podem desfrutar de um percurso com rio, árvores, campos, passadiços, hortas e animais”, salienta a auatarquia, em comunicado.

Com uma extensão de perto de 11 quilómetros, a via ciclo pedonal atravessa as freguesias de Vila Nova de Famalicão, Brufe, Louro, Outiz, Cavalões e Gondifelos, seguindo depois no concelho da Póvoa de Varzim.

O Presidente da Câmara de Famalicão, Paulo Cunha, citado no comunicado, fala da “concretização de uma ambição dos famalicenses” e de “uma enorme satisfação enquanto autarca”. O percurso tem início na Rua Daniel Rodrigues, em Brufe, nas imediações da Estação Ferroviária de Famalicão, e terá brevemente ligação à Rede Ciclável Intra Urbana de Famalicão que se encontra em fase de construção.

A Via Ciclo Pedonal posiciona-se como um novo eixo de mobilidade que permite às pessoas substituírem as estradas e o automóvel. Tem iluminação pública em toda a sua extensão e está pavimentada com asfalto e pintura a distinguir os espaços para peões e bicicletas. A largura é de 3,30 metros e existe sinalética vertical e horizontal intensa e diversa. Nos cruzamentos com as estradas nacionais o atravessamento está previsto com recurso a semáforos, mas a Câmara Municipal aguarda autorização das Infraestruturas de Portugal para a sua instalação, pelo que deverá ser feito com o máximo de cuidado.

Entretanto, do lado da Póvoa de Varzim prosseguem as obras de recuperação do antigo ramal ferroviário no seu território que, quando concluídas, vão permitir a ligação ciclo pedonal entre as duas cidades, numa extensão total de 27 quilómetros.

Populares