Seguir o O MINHO

Futebol

Ivo Vieira só pensa em vencer Portimonense “forte”

13.ª jornada da Liga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O treinador Ivo Vieira prometeu hoje um Vitória SC concentrado em somar três pontos frente a um Portimonense com qualidade, em partida da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, agendada para domingo.


Apesar de somarem três jogos sem vencer no campeonato, que ditou a queda para o sétimo lugar (17 pontos), os vimaranenses chegaram à liderança do Grupo B na Taça da Liga na quarta-feira, após o triunfo no reduto do Vitória de Setúbal por 2-0, resultado que, para o técnico, dá “confiança” para a receção aos algarvios.

“Isso abre um espaço de maior confiança para o desempenho dos atletas, mas temos de nos concentrar para o jogo com uma equipa forte, com boas individualidades. Vamos correr atrás dos três pontos. Não passa outra coisa pela cabeça dos nossos atletas e da nossa estrutura”, reiterou, na conferência de antevisão ao embate com início às 15:00 de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Apesar de ocupar o 15.º lugar, com 11 pontos, o Portimonense atravessa um ciclo de três jogos sem perder e, para o ‘timoneiro’ vitoriano, é um conjunto que “procura jogar bem”, que se distingue pela “muita gente” que coloca no processo ofensivo e com que ataca a baliza adversária, apesar de ter “bons elementos” no setor defensivo.

“Em termos de espetáculo, vai ser rico, porque são duas equipas que querem ganhar. Perspetiva-se um Portimonense a querer ganhar o jogo, a criar-nos dificuldades, mas confiamos muito no que queremos fazer”, antecipou.

A turma minhota venceu em Setúbal, para a Taça da Liga, num jogo em que apresentou nove alterações face ao ‘onze’ que alinhara no embate anterior, também com os sadinos, para a 12.ª jornada do campeonato (1-1), mas Ivo Vieira recusou possíveis ‘dores de cabeça’ quanto às escolhas a fazer para domingo, até porque dispõe de “um plantel competitivo e equilibrado”.

O treinador admitiu que a componente física foi essencial para essa renovação no ‘onze’, já que, em menos de uma semana, a sua equipa recebeu o Standard de Liège, para a Liga Europa (1-1), num duelo com muita chuva, e jogou, domingo, no Estádio do Bonfim, um recinto em que o relvado obriga a “um grande esforço físico”.

“A mesma equipa fez os dois jogos. Tinha de refrescar a equipa e ter outras opções. Ao terceiro jogo, poderia haver uma quebra física”, reconheceu.

Questionado sobre a importância do encontro com os algarvios, para se manter no ‘comboio’ dos lugares europeus, Ivo Vieira frisou que só um terço do campeonato está concluído, mas lembrou que os vimaranenses jogam sempre para ganhar e para subir na tabela, estejam em “segundo, terceiro, quinto ou sétimo”.

O Vitória, sétimo classificado, com 17 pontos, recebe o Portimonense, 15.º, com 11, em partida da 13.ª jornada da I Liga, agendada para as 15:00 de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Anúncio

Futebol

Vitória SC vai lutar pela Liga Europa enquanto for “matematicamente possível”

I Liga

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO (Arquivo)

O treinador Ivo Vieira afirmou hoje que o Vitória SC vai lutar pelo apuramento para a Liga Europa enquanto for “matematicamente possível”, antes do duelo com o Benfica, da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

A derrota caseira na ronda anterior, frente ao Gil Vicente (2-1), deixou os vimaranenses na sétima posição, com 46 pontos, a quatro do último lugar de acesso à prova europeia, o quinto, ocupado pelo Rio Ave, mas o técnico prometeu que a equipa vai encarar de “forma muito séria” os três jogos que restam, a começar pela visita ao Estádio da Luz, para defrontar o campeão.

“Como sempre, vamos encarar o jogo para tentar fazer o nosso melhor. E o nosso melhor é tentar ganhar o jogo. Ainda não estamos arredados, mas o último resultado não nos ajudou a alimentar o objetivo [da Liga Europa]. Enquanto for matematicamente possível, vamos continuar a lutar por pontos”, frisou, em videoconferência de antevisão ao jogo, marcado para as 21:30, em Lisboa.

Ivo Vieira acrescentou que os seus jogadores têm de “ser profissionais” e de representar o emblema minhoto de “forma digna”, tendo realçado que o Benfica, apesar de só ter somado 20 pontos na segunda volta e de ocupar a segunda posição da tabela, com 68, é um adversário “sempre forte”, que oferece “grandes dificuldades”.

“Vai ser um Benfica difícil. Sabemos que os resultados não têm sido os melhores, mas a valia está lá, a organização está lá, a qualidade está lá. O Benfica vale muito mais do que o que tem feito. Nós, Vitória, também valemos muito mais do que o que temos feito. Não nos vamos deixar iludir pela ideia de que o Benfica não está assim tão forte. O Benfica é sempre forte”, salientou.

Caso o Vitória SC empate ou ganhe na Luz, o FC Porto, líder da competição, com 76 pontos, sagra-se automaticamente campeão, pela 29.ª vez, antes de receber o Sporting, na quarta-feira, mas o técnico vitoriano não se mostrou “interessado” na possível “festa” que possa advir da conquista de pontos por parte da sua equipa.

“Não me compete entrar em festas, nem comentar festas seja de quem for. Temos de lutar pelo resultado. Tudo que não envolva o que é o jogo não me diz nada”, reiterou.

Ivo Vieira considerou ainda que o Benfica, treinado por Nélson Veríssimo nos últimos dois jogos – vitória sobre o Boavista (3-1) e empate com Famalicão (1-1) – apresentou uma “ideia” semelhante à do anterior técnico, Bruno Lage, embora com “um cunho pessoal”, e realçou a necessidade de a formação de Guimarães estar atenta ao “jogo interior” dos ‘encarnados’.

O treinador disse ainda sentir-se apoiado pela SAD vimaranense, liderada por Miguel Pinto Lisboa, “desde o início da época”, depois de questionado sobre o acompanhamento que tem recebido por parte de quem dirige o clube.

O Vitória SC, sétimo classificado da I Liga, com 46 pontos, visita o Benfica, segundo, com 68, em jogo da 32.ª jornada, marcado para as 21:30 de terça-feira, no Estádio da Luz, em Lisboa, com arbitragem de Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

Continuar a ler

Futebol

Árbitro de Barcelos no FC Porto-Sporting

João Pinheiro é de Viatodos

em

Foto: FPF

O árbitro João Pinheiro, de Viatodos, concelho de Barcelos, foi o escolhido pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para dirigir o jogo entre o FC Porto e o Sporting, da 32.ª jornada da I Liga portuguesa, foi hoje anunciado.

João Pinheiro, da Associação de Futebol de Braga, vai ter como auxiliares Bruno Rodrigues e Luciano Maia, com Iancu Vasilica a ser o quarto árbitro, enquanto o videoárbitro será Artur Soares Dias.

O jogo entre o FC Porto e o Sporting está agendado para quarta-feira, às 21:30, no estádio do Dragão, numa partida em que os ‘dragões’ apenas necessitam de um ponto para se sagrarem campeões nacionais.

João Pinheiro, de 32 anos, é advogado e vai orientar quarta-feira no Dragão o seu terceiro clássico, curiosamente entre as mesmas equipas do FC Porto e do Sporting.

O primeiro clássico remonta à Taça de Portugal de 2017/18, em que o FC Porto venceu o Sporting (1-0), e o segundo à final da Taça da Liga de 2018/19, em que os ‘leões’ conquistaram o troféu no desempate por grandes penalidades (3-1, após 1-1).

Esta época, João Pinheiro já dirigiu 22 jogos nas competições nacionais, cruzando-se por duas vezes com o Sporting, na derrota em Alvalade com o Rio Ave (2-3), em 31 de agosto de 2019, e na vitória dos ‘leões’ por 4-2 em casa do Portimonense, para a Taça da Liga, em 21 de dezembro de 2019.

O árbitro internacional vai dirigir esta época pela terceira vez o FC Porto, depois de ter arbitrado o empate a 1-1 com o Belenenses SAD, em Lisboa, em 08 de dezembro, para a I Liga, e o jogo entre Académico Viseu e os ‘dragões’, da primeira mão da meia-final da Taça de Portugal, que terminou com o mesmo 1-1.

Continuar a ler

Futebol

Internacional portuguesa Rute Costa troca SC Braga pelo Famalicão

Futebol feminino

em

Foto: SC Braga / Arquivo

A internacional portuguesa Rute Costa assinou um contrato de uma temporada com o Famalicão, informou hoje a equipa da liga portuguesa feminina de futebol.

A guarda-redes, de 26 anos, deixa ao fim de quatro temporadas o Sporting de Braga, onde conquistou um campeonato português, uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Rute Costa tem quatro internacionalizações pela seleção portuguesa, duas das quais no Europeu de 2017, que marcou a estreia de Portugal em grandes competições.

Aquando do cancelamento das competições, devido à pandemia de covid-19, o Famalicão liderava a II divisão e garantiu a subida de divisão.

Continuar a ler

Populares