Seguir o O MINHO

Futebol

Ivo Vieira quer vencer duelo de Vitórias e ‘aproximar-se’ da Europa

I Liga

em

O treinador Ivo Vieira afirmou hoje que o Vitória SC precisa de derrotar o Vitória de Setúbal, na terça-feira, para a 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, para “encurtar distâncias” na luta pela Liga Europa.

Sétima classificada, com 40 pontos, a cinco do quinto lugar que almeja, ocupado pelo Famalicão, a turma vimaranense averbou três empates e uma derrota desde o regresso do campeonato e o seu treinador admitiu que o objetivo está mais difícil após esses resultados, nomeadamente o desaire na casa do rival Sporting de Braga (3-2), mas lembrou que os jogadores só se podem focar agora no Vitória de Setúbal.

“Não temos de fugir à realidade. As coisas estão-se a distanciar. Vamos trabalhar para encurtar distâncias. Esse é objetivo em relação à distância pontual. Um resultado como aqueles contra um rival [Braga] a que queríamos muito ganhar tem um peso grande. Não tivemos a felicidade de somar pontos. Há uma tristeza enorme no seio do grupo, mas isso já está ultrapassado para nos focarmos no jogo com o Setúbal. Só nesse jogo podemos somar pontos”, vincou, na videoconferência de antevisão ao desafio.

A formação minhota vai receber um adversário que vive um ‘jejum’ de 10 encontros sem qualquer triunfo para o campeonato, atualmente na 13.ª posição da tabela, com 30 pontos, mas Ivo Vieira defendeu a ideia de que todos os adversários da I Liga encaram o duelo com o clube de Guimarães com elevada “motivação”, razão pela qual espera problemas no desafio agendado para as 19:15.

“O Vitória de Setúbal já não ganha há algum tempo, mas todas as equipas encaram o jogo contra o Vitória com um foco muito grande de ganhar, porque é um jogo motivante, com visibilidade. Esses jogadores crescem emocionalmente nos jogos contra nós. Mas temos de assumir o jogo e de contrariar a motivação com que os adversários chegam aqui. Vamos ter um Vitória de Setúbal a criar problemas”, disse.

Impedido de utilizar em Braga o defesa central Pedro Henrique, indisponível desde a retoma, os médios Wakaso e João Carlos Teixeira e o extremo Marcus Edwards, todos por lesão, o ‘timoneiro’ vitoriano confirmou ainda que o defesa central Bondarenko vai falhar o duelo com os sadinos, mas prometeu “arranjar soluções” e “valorizar os jogadores disponíveis”.

Ciente de que o Vitória SC não apresentou, em junho, o “mesmo rendimento” que apresentara antes da interrupção competitiva – venceu quatro dos últimos cinco jogos antes da paragem -, Ivo Vieira assumiu a “responsabilidade” pela quebra física exibida, nomeadamente nas segundas partes dos duelos com o Belenenses SAD e com o Moreirense (1-1, em ambos), e rejeitou sentir “conforto” em eventuais ‘vitórias morais’ ao longo da época.

“As vitórias morais são mais um ‘chavão’ ou desabafo para se ter algum conforto quando não se ganha. Mas isso não me dá conforto. A responsabilidade [do insucesso] é minha. Não é dos jogadores, nem dos adeptos. É exclusivamente minha. Não vou fugir às minhas responsabilidades”, disse.

O Vitória SC, sétimo classificado da I Liga, com 40 pontos, recebe o Vitória de Setúbal, 13.º, com 30, às 19:15 de terça-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, num jogo da 29.ª jornada com arbitragem de Gustavo Correia, da Associação de Futebol do Porto.

Anúncio

Futebol

Cristiano Ronaldo pela 15.ª vez na equipa do ano da UEFA votada pelos adeptos

Ao lado de jogadores como Messi e Lewandowski

Foto: DR / Arquivo

O internacional português Cristiano Ronaldo foi eleito pela 15.ª vez para a equipa masculina do ano, referente a 2020, votada pelos adeptos no site oficial da UEFA, anunciou hoje o organismo que rege o futebol europeu.

Numa lista dominada pelo Bayern Munique, vencedor da última edição da Liga dos Campeões, Ronaldo tem a ‘companhia’ do argentino Lionel Messi (FC Barcelona), que aparece pela 12.º vez nas escolhas, e do polaco Robert Lewandowski, do emblema germânico, eleito jogador do ano da UEFA em 2020.

Desde 2007 que o capitão da seleção portuguesa é sempre eleito para a melhor equipa dos adeptos da UEFA.

O ‘onze’ fica completo com Manuel Neuer (Bayern Munique), Joshua Kimmich (Bayern Munique), Sergio Ramos (Real Madrid), Virgil van Dijk (Liverpool), Alphonso Davies (Bayern Munique) ), Thiago Alcântara (Bayern Munique/Liverpool), Kevin De Bruyne (Manchester City) e Neymar (Paris Saint-Germain).

Os 50 nomeados foram selecionados pela equipa editorial da UEFA com base no desempenho dos jogadores nas competições europeias e nos campeonatos nacionais entre janeiro de dezembro de 2020.

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente ajuda a concretizar “sonho” de adepto de Moçambique

Clube de Barcelos ofereceu equipamento

Foto: Sopro - ONGD

Auxílio Augusto tem 25 anos, é de Moçambique, adora jogar futebol e tem como objetivo ser professor de Educação Física. “Queria muito ter um equipamento desportivo de um clube de futebol português”, conta a Sopro – Organização Não Governamental para o Desenvolvimento, de Barcelos. E o Gil Vicente permitiu cumprir esse sonho.

Foto: Gil Vicente FC

“Este jovem tinha um sonho de ter um equipamento do Gil Vicente FC… nós ajudamos a concretizar esse sonho”, escreve o clube da I Liga nas redes sociais, explicando que Auxílio Augusto é originário de Nampula mas encontra-se na Beira a seguir a formação de Irmão de La Salle e a apoiar as crianças apadrinhadas pela Sopro.

“Pequenos gestos mudam o Mundo”, conclui a Organização Não Governamental sediada em Barcelos.

Continuar a ler

Futebol

Sá Pinto oficializado como novo treinador do Gaziantep

Futebol

Foto: Divulgação

O português Ricardo Sá Pinto, ex-SC Braga, foi oficializado como novo treinador do Gaziantep, sucedendo ao romeno Marius Sumudica, tendo assinado um contrato por duas épocas e meia, anunciou hoje o emblema turco de futebol no seu site oficial.

Poucas semanas depois de ter sido afastado do Vasco da Gama, do Brasil, o técnico de 48 anos ruma ao futebol turco e vai dirigir o atual terceiro classificado do campeonato local, clube em que também vai reencontrar o português André Sousa, médio que trabalhou com Sá Pinto no Belenenses.

“Estou muito feliz e orgulhoso por poder comandar o Gaziantep. Vou fazer tudo para que o clube continue a crescer e que tenha sucesso, com espírito de ambição e com fome de vitórias”, escreveu Sá Pinto, na sua página oficial da rede social Twitter.

O treinador português, que já passou pelo futebol grego, belga, sérvio e polaco, vai ocupar o lugar deixado vago por Marius Sumudica, despedido depois da eliminação na Taça da Turquia.

Em Portugal, Sá Pinto treinou o Sporting, o Belenenses e o SD Braga.

O Gaziantep aparece com surpresa no terceiro posto do campeonato turco, a quatro pontos de Besiktas e Fenerbahçe, que partilham a liderança.

Continuar a ler

Populares