Seguir o O MINHO

Atletismo

Inês Henriques disposta a recorrer à justiça pela integração dos 50 km marcha nos Jogos Olímpicos

Marchadora portuguesa garante já ter informado a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) e o Comité Olímpico de Portugal (COP)

em

Foto: Facebook de Inês Henriques - Olympic Athlete

A portuguesa Inês Henriques garantiu hoje que está disposta a recorrer à justiça, caso se confirme a não inclusão nos Jogos Olímpicos Tóquio2020 da prova de 50 quilómetros marcha, distância na qual é campeã europeia e mundial.

“Já entrei em contacto com o meu advogado, sei que a luta vai ser complicada, mas não tenho nada a perder”, disse a marchadora à agência Lusa, pouco depois de o conselho da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF) ter divulgada a lista de mínimos para as provas olímpicas da modalidade sem esta distância no setor feminino.

A marchadora considera injusto que a IAAF esteja a “introduzir uma prova nova, a estafeta dos 400 metros mistos, e a deixar de fora os 50 quilómetros femininos, uma distância que no setor masculino conta com 60 participantes”.

Inês Henriques garante já ter informado a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) e o Comité Olímpico de Portugal (COP) da sua intenção de recorrer à justiça, mas assume ainda não ter recebido qualquer resposta.

A atleta do CN Rio Maior sagrou-se em 2017 campeã mundial, e em 2018 campeã europeia da distância, que nunca esteve incluída no programa olímpico.

De acordo com uma nota divulgada hoje pelo conselho da IAAF, os atletas vão poder assegurar a presença em Tóquio2020 através da obtenção dos mínimos – que podem ser diferentes dos exigidos pela federação portuguesa – ou dos ‘rankings’ mundiais.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Atletismo

Ouro, prata e bronze para a Universidade do Minho no Nacional Universitário de Atletismo

Prova decorreu em Pombal

em

Foto: Divulgação

A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUMinho) conquistou em Pombal, três medalhas no Campeonato Nacional Universitário (CNU) de Atletismo em Pista Coberta. O destaque vai para a futura médica, Mariana Machado, que conquistou a medalha de ouro nos 3000 metros.

No total, foram 252 atletas oriundos de 41 clubes (universidades/politécnicos/associações estudantis), fazendo deste CNU um dos mais concorridos dos últimos anos. A AAUMinho apresentou uma equipa com 11 participantes.

Mariana Machado conquistou o ouro, Vítor Guedes (Engenharia Mecânica) a prata nos 5000m Marcha e André Alves (Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores) o bronze no Lançamento do Peso.

A UPorto venceu o ouro no coletivo, tendo a AACoimbra ficado com a prata e o IPLeiria com o bronze.

Continuar a ler

Atletismo

Três mil atletas, de 12 nacionalidades, esperados na Meia Maratona de Braga

Prova corre-se no domingo. Inscrições abertas

em

Meia Maratona de Braga (2016). Foto: Foto Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

Vídeo: Melhores momentos da edição de 2018

A quarta edição da Meia Maratona de Braga, que se corre no próximo domingo, foi apresentada esta terça-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal, num evento que contou com a presença da Vereadora do Desporto, Sameiro Araújo, e, entre outros, de Jorge Teixeira, diretor da prova, a cargo da Runporto.

Foto: Organização

A partida está marcada para as 10:00 da manhã, na Av. João Paulo II, onde irá ficar colocada, também, a meta. Para além da prova competitiva, haverá ainda uma Mini/Caminhada com a distância de 6 quilómetros, sem fins competitivos.

Imagem: Organização

Entre corredores profissionais e atletas amadores, são esperados cerca de três mil participantes, provenientes de 12 países.

António Pedro Rocha, atleta do CD S. Salvador do Campo que surpreendeu todos com uma vitória em sprint na S. Silvestre Cidade do Porto em dezembro de 2018 e que venceu no passado domingo a Corrida Dia do Pai vai participar pela primeira vez na Meia Maratona da cidade dos Arcebispos e, segundo a organização, numa nota publicada no seu site, é o principal candidato à vitória final.

“Com o recorde pessoal de 01:05:49 nesta distância, obtido em Ovar em 2018, o atleta está em destaque para os primeiros lugares do pódio”, pode ler-se em runporto.com.

Daniel Pinheiro (CD S. Salvador do Campo), José Moreira (Sporting CP), Rui Pedro Silva (Sporting CP), André Silva (Águias de Alvelos), Luís Mendes (Maia AC), Daniel Gregório (Centro de Atletismo de Seia), Paulo Mendes (Centro de Atletismo de Seia), Mihail Lalev (SC Braga), Ricardo Vale (SC Braga), Jorge Santa Cruz (SC Braga), Carlos Costa (CD S. Salvador do Campo) e Artur Rodrigues (GD Guilhovai) são outros atletas ali destacados.

Nas mulheres, as atletas do SC Braga, Marta Martins, Vanessa Carvalho e Jéssica Pontes, são as principais candidatas à vitória, podendo surgir alguma surpresa da parte de Mónica Silva.

Meia Maratona de Braga (2016). Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

A Meia Maratona de Braga é patrocinada, através do naming da prova, pela Caravela Seguros.

As inscrições podem ser feitas junto ao INL, na Avenida Mestre José Veiga, no sábado, entre as 10:00 e as 19:00 horas.

Continuar a ler

Atletismo

Filomena Costa volta a ser madrinha de trail solidário dos bombeiros de Braga

Maratonista bracarense apoio iniciativa que espera contar com 1.500 participantes

em

Foto: Divulgação

A maratonista bracarense Filomena Costa vai, este ano, voltar a ser madrinha do Trail Solidário a Favor dos Bombeiros Voluntários de Braga, anunciou esta quarta-feira a organização.

A prova, organizada pelo segundo ano, corre-se no próximo dia 05 de maio, com partida do Campo de Futebol de Sobreposta, às 09:30 da manhã. Está dividida nas modalidades de trail (17 quilómetros), mini trail (8 quilómetros), e caminhada (também com 8 quilómetros).

Numa nota enviada a O MINHO, os Voluntários bracarenses explicam que “o evento tem como objetivo a angariação de dinheiro para a compra de Equipamento de Proteção Individual de Combate a Incêndio Urbano e Industrial (tendo a corporação cerca de 20 equipamentos e nenhum totalmente novo), pelo que o dinheiro angariado reverte, na totalidade, para este fim”.

Até ao momento, segundo a organização, já há algumas centenas de inscritos, sendo que o objetivo passa por chegar aos 1.500 participantes.

“Os inscritos estão automaticamente habilitados a ganhar prémios, que vão desde jantares a estadias em hotéis. Há ainda prémio para todos os pódios, prémio para o melhor resultado geral feminino e masculino, prémio para a primeira mãe e filho(s) a chegar no trail e mini trail e prémio para a maior equipa”, pode ler-se no texto.

As inscrições podem ser feitas em http://bit.ly/TrailSolidarioBVBraga.

O Trail Solidário a Favor dos Bombeiros Voluntários de Braga conta com o apoio da Sinctime e da Minho Aventura, tendo como patrocinador oficial a Procabelo.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares