Seguir o O MINHO

Famalicão

Homicida de Famalicão dizia nos cafés que ia matar a companheira, mas ninguém fez queixa

Crime em Gondifelos

em

Foto: Direitos Reservados (via "Correio da Manhã")

O homem que matou a esposa e suicidou-se de seguida, esta manhã de domingo, em Gondifelos, Famalicão, já teria dito a colegas que iria matar a companheira, por ciúmes, mas nenhum destes denunciou a situação às autoridades.


De acordo com a Polícia Judiciária, citada pelo jornal PÚBLICO, a mulher terá apresentado queixa na passada sexta-feira junto da GNR por violência doméstica, horas antes de ter sido assassinada pelo companheiro.

Ao que O MINHO apurou junto de alguns conhecidos do casal, o homem teria ciúmes da mulher, tendo inclusive garantido a colegas e amigos que a iria matar.

José Carlos Ribeiro, de 61 anos, juntou-se com a vítima há poucos anos, depois de um relacionamento anterior num país da América do Sul, onde deixou filhos.

Regressado a Famalicão, o homem terá tentado refazer a vida, acabando por se juntar com Otília Castro, de 56 anos, mas a relação nunca correu bem.

Também a vítima de homicídio estava divorciada, tendo filhos e netos emigrados em França. Ao que O MINHO apurou, um dos filhos de Otília regressava este fim de semana para visitar a mãe, tendo encontrado o cenário macabro na habitação n.º 711 da Rua Senhor das Penices, em Gondifelos.

Foto: Fernando André Silva/O MINHO

Alguns dos conhecidos do alegado homicida mostraram-se incrédulos devido à utilização de uma arma por parte deste. Apontavam-no como uma pessoa conflituosa e que “arranjava zaragata” com tremenda facilidade, a quem não deveria ser dada permissão de porte de arma.

Foto: Fernando André Silva/O MINHO

Apesar destes testemunhos, o presidente da junta de união de Cavalões, Outiz e Gondifelos, Manuel Novais, descreveu o homem como uma pessoa calma, algo que não foi confirmado pelos conhecidos de José Ribeiro.

No teatro de operações estiveram os Bombeiros Voluntários Famalicenses e da GNR de Vila Nova de Famalicão, num total de 11 operacionais e seis viaturas.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária do Porto.

*Notícia atualizada às 22h47 com informações adicionais da Polícia Judiciária acerca de uma queixa apresentada na GNR pela própria vítima

Anúncio

Ave

Colisão faz dois feridos em Famalicão

Acidente

em

Foto: Bombeiros Voluntários de Famalicão

Dois feridos ligeiros são o resultado de uma colisão entre dois carros, na manhã desta quinta-feira, na Rua D. Sancho I, em Fradelos, Famalicão.

As vítimas, cuja idade não foi possível apurar, foram transportadas para o Hospital de Famalicão.

Foto: Bombeiros Voluntários de Famalicão / Facebook

Os Bombeiros Voluntários de Famalicão e o Cruz Vermelha de Ribeirão prestaram socorro.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Ave

Briga entre vizinhos ‘regada’ a álcool acaba com três feridos em Famalicão

Agressões

em

Foto: DR

Três pessoas sofreram ferimentos na sequência de uma confusão entre vizinhos, ao início da noite desta quarta-feira, em Famalicão.

Ao que apurou O MINHO, desavenças antigas entre vizinhos da Travessa da Boavista, na freguesia de Seide São Paio, culminou esta noite com ‘vias de facto’, depois de algum álcool à mistura.

Por entre a pancadaria, onde também existiram ameaças com armas brancas, três pessoas sofreram hematomas e escoriações, necessitando de assistência hospitalar.

Para o local foram mobilizados vários militares da GNR por inicialmente se falar em tiros e facadas, algo que não se confirmou.

Os Bombeiros de Famalicão, em conjunto com a equipa médica da VMER, prestaram primeira assistência às vítimas.

Os três feridos foram transportados para o hospital local pelos bombeiros.

A GNR registou a ocorrência desconhecendo-se se existem detenções.

O alerta foi dado às 21:18.

Continuar a ler

Ave

Mulher colhida por automóvel em Famalicão fica em estado grave

Acidente

em

Foto: Facebook de Bombeiros de Famalicão

Uma mulher de 63 anos sofreu ferimentos graves, esta tarde de terça-feira, depois de ser colhida por um automóvel na cidade de Famalicão.

A vítima estaria a passar a Avenida de França, em Calendário, fora de passadeira, quando terá sido colhida por uma viatura ligeira.

A mulher foi assistida no local pelos Bombeiros de Famalicão e pela equipa médica da VMER de Braga, sendo transportada para o Hospital de Braga.

Também um jovem de 15 anos que seguia dentro da viatura acabou por sofrer ferimentos ligeiros, sendo transportado para o Hospital de Famalicão.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Populares