Seguir o O MINHO

Futebol

“Hoje demos o primeiro presente aos nossos adeptos”

Vitória conseguiu apurar-se para a fase de grupos da Liga Europa

em

Foto: DR / Arquivo

Declarações dos treinadores após o Vitória SC-FCSB (1-0), jogo da segunda mão do ‘play-off’ de acesso à Liga Europa de futebol, disputado em Guimarães:

Ivo Vieira (treinador do Vitória SC): “A equipa conseguiu o essencial, que era fazer o golo. Foi nítida a superioridade do Vitória no jogo, em todos os aspetos. Pelo que fizemos, magoa um pouco ter feito um golo de bola parada. Era mais do que justo termos feito dois ou três golos em bola corrida, porque os jogadores trabalharam, estiveram envolvidos e criaram oportunidades em número suficiente. Eu defendo que o mais difícil é criar as situações de golo. Hoje, conseguimo-las. Nos jogos anteriores [em casa], também.

Sabíamos que a equipa [o FCSB], em desvantagem, ia procurar jogo direto. Era uma situação normal. Se tivéssemos feito um ou dois golos nas situações que criámos, era melhor. Mas, com o sofrimento, o êxito passa a ser mais valorizado. Valorizo muito o que os atletas fizeram.

A equipa entrou tranquila, confiante. Sinónimo disso foi a chegada com qualidade ao último terço, com cruzamentos e remates. Chamei-lhes a atenção para a tomada de decisão na hora de atirar à baliza [ao intervalo]. Pode ter havido a ansiedade de fazer o golo. A equipa lutou, acreditou. O ataque a todas as zonas do campo foi muito forte.

Conseguimos o primeiro objetivo, de entrar na fase de grupos da Taça da Liga. Depois, o grande objetivo no início da época era o apuramento para a fase de grupos da Liga Europa. Conseguimo-lo. Agora, temos de virar baterias para o campeonato, para podermos ‘galgar’ lugares na tabela. Nunca vamos abdicar do campeonato, mas é uma prova que se estende mais no tempo.

Notou-se que os vitorianos ajudaram a equipa a crescer e a alavancar o seu desempenho. Hoje, pensámos em muitas cabeças, cerca de 18.000 a 20.000 [18.352 espetadores] que vinham aqui lutar por nós. A mensagem para os jogadores foi que eles vinham lutar por nós. Senti que hoje demos o primeiro presente aos nossos adeptos. Não tenho sentimentos de vingança no futebol. Lutámos por aqueles que estavam ali a torcer por nós. Agarrámo-nos ao que somos, não ao que os outros dizem que somos [sobre as declarações do dono do FCSB, Gigi Becali].

O ‘mercado’ prolonga-se até um dia depois do fim de semana. Há vários nomes pensados. Estamos a tentar atacar aqueles que achamos que vão tornar o nosso plantel mais competitivo. Estou muito orgulhoso destes atletas. Trabalhámos um mês e meio com 10 atletas que vieram da equipa B. Começámos com uma série de lesões que retardaram o desenvolvimento do nosso processo. Ainda assim, conseguimos seis vitórias e três empates em nove jogos.”

Bogdan Vintila (treinador do FCSB): “Encontrámos uma equipa muito forte, um público fantástico, que empurrou a equipa às costas.

O nosso jogo foi de contra-ataque. A ideia era esperar pelo Vitória e poder marcar no contra-ataque. Conseguimos rematar algumas vezes à baliza, mas não as suficientes. O Vitória está de parabéns. Felicidades para a equipa.”

Populares