Seguir o O MINHO

Região

História de 1 de Abril de O MINHO foi notícia mais partilhada nas redes sociais em Portugal

Números, referências e situações

em

Foto: DR

O MINHO escolheu, este ano, o “amuo de Madonna com Portugal” para lançar a sua tradicional notícia do dia 01 de abril.

Num artigo publicado precisamente às 00:00 horas desta segunda feira, o jornal digital escreveu que, “triste com a sua situação em Sintra, onde teve, na semana passada, uma desavença com a autarquia, Madonna já decidiu. Vai abandonar Lisboa e será em Ponte de Lima, no Minho, que a celebridade norte-americana irá continuar a viver em Portugal”.

A isto, juntou um conjunto de argumentos para justificar a pretensa decisão da artista: o filho que viria jogar para a formação do SC Braga, a paixão pelas Feiras Novas, pelo Arroz de Sarrabulho e pelo Pudim Abade Priscos, as praias que teria por perto e, até, a proximidade de Quim Barreiros, em Vila Praia de Âncora, que Madonna, dizia no artigo, gostaria de conhecer.

Imagem: Google

Entre os que acharam piada – a esmagadora maioria, presume-se – e os que ficaram boquiabertos, foram mais de 125 mil pessoas que leram a notícia no site de O MINHO.

Imagem: Story.Board (Em março, segundo esta ferramenta, as publicações de O MINHO, no Facebook, foram partilhadas 131 mil vezes – curiosidade)

Nas redes sociais, de forma muito surpreendente, foram bastante mais. O artigo liderou a tabela das notícias mais partilhadas em Portugal, durante várias horas do dia, de acordo com o medidor Story.News.

Madonna em Ponte de Lima e o filho no Braga? Como o jornal O Minho levou o 1º de Abril mesmo a sério

A meio da tarde, depois de ter falado com O MINHO de manhã, o jornal digital Observador pegou na história e escreveu: “Madonna em Ponte de Lima e o filho no Braga? Como o jornal O Minho levou o 1º de Abril mesmo a sério”. Uma referência durante a emissão da rádio RFM, o “linguadão” enviado por Bruno Nogueira, na rubrica “Tubo de Ensaio”, na TSF, e a conversa entre duas funcionários do IMT, sobre o assunto, à frente de um colaborador de O MINHO, em Braga, foram outros pequenos momentos de glória, vividos de forma vibrante pela equipa do jornal.

Outras notícias do 1.º de abril

Em 2018, os leitores do jornal foram surpreendidos com um suposto assomo de boa vontade de um vencedor do Euromilhões de Barcelos, quer iria doar 24,5 milhões de euros a uma paróquia de Vila Nova de Famalicão, depois de o pároco lhe ter pedido, directamente, uma “ajuda” através do jornal da paróquia.

EXCLUSIVO – Vencedor do Euromilhões vai transferir 24,5 milhões para paróquia de Famalicão

O artigo, muito comentado nas redes sociais, chegou a dar origem a uma notícia na edição online de um dos diários mais lidos do país, que, após rápido alerta da redação de O MINHO, eliminou o texto.

Em 2017, por altura das eleições no SC Braga, o jornal escreveu, no dia 01 de abril, que Pli, candidato concorrente de António Salvador, teria tudo acertado com Ricardo Quaresma, jogador do Besiktas, da Turquia, para se transferir para o clube, caso ganhasse.

Notícia de 1 de abril de O MINHO desperta curiosidade na Turquia

Nesse ano, o momento mais caricato deu-se quando a Redação recebeu uma chamada de um jornalista de um dos maiores jornais da Turquia a querer saber mais sobre o assunto.

 

Notícia atualizada às 14h07: acrescentada referência no programa “Tubo de Ensaio” (TSF)

Anúncio

Região

Bolinhol de Vizela, Roscas de Monção e Charutos dos Arcos na final das 7 Maravilhas Doces de Portugal

Meia-final em Arcos de Valdevez

em

Foto: DR

O Bolinhol de Vizela, as Roscas de Monção e os Charutos dos Arcos foram três dos sete doces mais votados durante a primeira meia-final do concurso televisivo 7 Maravilhas Doces de Portugal, transmitido este sábado, na RTP.

O nome das iguarias sobressaiu por entre 14 candidatos de todo o país que foram hoje a votação durante uma gala televisiva produzida a partir da vila de Arcos de Valdevez.

Roscas de Monção. Foto: DR

Bolinhol de Vizela. Foto: Divulgação

Charutos dos Arcos. Foto: Divulgação

A par dos doces de Vizela, Monção e Arcos de Valdevez, ficaram ainda apurados para a final as Barrigas de Freira [Arouca], Crista de Galo [Vila Real], Amêndoa Coberta de Moncorvo IGP e Mel Biológico do Parque Natural de Montesinho [Bragança].

Estes sete doces estão apurados para a grande final que se realiza a 9 de setembro, onde 14 doces vão a concurso para eleger as 7 maravilhas doces de Portugal.

A concorrer nesta meia-final estiveram ainda Bolo de Ançã, Cavacas de Resende, Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim, Dom Rodrigo de Lagos, Esperanças, Fofos de Belas, e Jesuíta.

Continuar a ler

Alto Minho

“Isto é Vilar de Mouros!” – fotogaleria

Segundo dia de festival foi uma viagem desde o gótico ao punk. Fotorreportagem de Vasco Morais

em

Fotos: Vasco Morais / O MINHO

O segundo dia do festival Vilar de Mouros ofereceu, na sexta-feira, Skunk Anansie e The Offspring como destaques, num dia que contou ainda com os veteranos Sisters of Mercy, Clan of Xymox, Nitzer Ebb e The House of Love.

O festival Vilar de Mouros encerra, este sábado, com concertos de Prophets of Rage, Gogol Bordello, Gang of Four, Fischer-Z e ainda os portugueses Linda Martini e Jarojupe.

Continuar a ler

Braga

Bom Jesus é dos locais mais ‘instagramáveis’ da Europa, diz televisão pública belga

Concorda?

em

Foto: Blogger "umpinguinho"

A nomeação de Braga como o segundo destino europeu do ano de 2019 está na base da classificação da cidade como uma das mais instagramáveis da Europa, sobretudo graças ao escadório do Bom Jesus, ou assim o diz a estação de televisão pública belga RTBF.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Yoswer Zambrano📷 (@yoswerz) a

Mas nem tudo é positivo. Esta descrição do monumento religioso parte de um princípio que, hoje em dia, há uma maior procura de destino de férias, não pelas memórias em si, mas sobretudo pelo enquadramento de fotografias para redes sociais.

A RTBF questiona como é que Braga ficou à frente de Florença na lista de melhores destinos europeus. A resposta? Instagram. Os belgas dizem que “Braga é muito fofa” indicando que já realizaram um trabalho na urbe bracarense “há 7 anos, quando o Norte de Portugal não era tão turístico”, mas que isso por si só não deveria chegar para ultrapassar uma cidade como Florença, à qual apelidam de “jóia de cultura, gastronomia e arte italiana”.

Os belgas acreditam que o escadório do Bom Jesus é o monumento que mais força dá a Braga e que existe um desejo na procura pela “escadaria instagramável” que passa no feed de Instagram de utilizadores um pouco por todo o mundo.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por zúlia (@juhzs_) a

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Claudia Rackow (@claudiarackow) a

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Francesca De Luca (@fraanceschinaaa) a

 

Sobre o escadório, “nada a dizer”. “É soberbo”, referem, dando também destaque à Sé Catedral e “às poucas ruas comerciais” do centro da cidade. “Mas daí até propor a cidade como segundo melhor destino turístico… Temos as nossas dúvidas”, escrevem.

O texto surge a propósito de uma nova profissão que começa a existir em alguns destinos turísticos mundiais. o “instabutler“, uma espécie de mordomo para o Instagram.

Explica a publicação que quem vai de férias para um lugar exótico e, ao lado do tradicional concierge de hotel que prepara atividades e passeios, já pode contar com quem o leve aos locais “mais instagramáveis” da região.

E para isso, o instabutler vai equipado com uma variedade de acessórios e sabe as horas em que as fotos serão mais bonitas ou os monumentos que melhor se encaixam numa foto de perfil nas redes sociais.

A National Geographic Portugal publicou em julho deste ano a lista das 10 cidades “mais instagramáveis” de Portugal, e Braga não foi incluída.

Lisboa, Porto, Coimbra, Águeda, Aveiro, Obidos, Peniche, Alcácer do Sal, Seia e Faro foram as cidades escolhidas pela publicação.

Se Braga é, ou não, um dos locais favoritos para retratar momentos apelativos para as redes sociais, não sabemos, mas a verdade é que foi eleito o segundo melhor destino turístico europeu em 2019. E isso ainda parece suscitar discussão em alguns países.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares