“Queremos ficar em sexto”

Declarações após o jogo Moreirense – Vizela (1-0), da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado hoje, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, concelho de Guimarães:

– Rui Borges (treinador do Moreirense): “Não sofrer golos é mérito de toda a equipa. Não somos uma equipa defensiva. Não é só mérito da linha defensiva e do Caio Secco, que fez mais um belíssimo jogo na baliza. A equipa deu mais uma prova do caráter e do compromisso, com ambição, coragem e qualidade de jogo acima da média.

O Vizela é uma equipa paciente, que descobre os espaços. Fomos muito rigorosos a tapar linhas de passe. Estivemos muito intensos nos primeiros 20 minutos. Deveríamos ter marcado um golo. Chegámos ao golo num momento de inspiração do Ofori, algo que me deixa muito feliz, porque é um menino que tem trabalhado para melhorar aquilo em que não é tão bom. Vai ter os três dias de folga que lhe tinha prometido, juntamente com o resto do grupo.

Na segunda parte, concedemos a posse de bola ao Vizela, mas não nos criaram perigo. Podíamos ter marcado mais golos. Era merecido, até pelos quatro jogos que não ganhámos, devido à falta de eficácia e aos problemas de finalização. Temos muitos miúdos que precisam de confiança, mas nunca vou apontar um dedo a um jogador por falhar um golo, um passe ou uma receção.

Agarramo–nos aos objetivos possíveis. Queremos ficar em sexto. Já não baixamos do sétimo lugar. Já seria um belíssimo campeonato, mas não queremos baixar na tabela. Se pudermos, vamos tentar bater o recorde pontual do Moreirense [de 52 pontos].”

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Proposta do Governo tira 517 euros ao comandante da GNR

Próximo Artigo

“Não conseguimos"

Artigos Relacionados
x