Seguir o O MINHO

Motores

Grandes Prémios de F1 de Azerbaijão, Singapura e Japão cancelados

Covid-19

em

Foto: Divulgação / F1

Os Grandes Prémios de Fórmula 1 de Azerbaijão, Singapura e Japão foram cancelados, anunciou hoje a organização do campeonato, o que pode deixar Portugal mais perto de regressar ao calendário mundial da competição.

Em nota publicada no sítio oficial da Fórmula 1 na Internet, os promotores do Campeonato do Mundo referem que, “em resultado dos desafios apresentados pela [pandemia de] covid-19”, os organizadores locais “decidiram cancelar os seus eventos em 2020”.

“Estas decisões foram tomadas devido a diferentes desafios que os nossos promotores enfrentam nestes países. Em Singapura e Azerbaijão, o tempo necessário para construir circuitos citadinos fez com que receber eventos durante este período de incerteza se tornasse impossível e, no Japão, as restrições às viagens ainda em vigor levaram à decisão de não realizar a corrida”, lê-se na mesma nota.

"These decisions have been taken due to the different challenges our promoters face in those countries… At the same time we have made significant progress with existing and new promoters"

Publicado por F1 em Sexta-feira, 12 de junho de 2020

A sucessão de cancelamentos pode levar a que a segunda metade da temporada do Mundial de Fórmula 1 venha a realizar-se em circuitos que não integravam o calendário inicial de 2020, como o Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

“Ao mesmo tempo, fizemos progressos significativos com atuais e novos promotores para o calendário revisto e foi particularmente encorajado pelo interesse demonstrado pelos novos circuitos em receber a Fórmula 1 este ano”, escrevem os responsáveis pela modalidade rainha do automobilismo.

Na quinta-feira, o diretor desportivo da Fórmula 1, o britânico Ross Brawn, anunciou a possibilidade de circuitos como o de Imola (Itália), Portimão (Portugal) e Hockenheim (Alemanha) poderem vir a acolher provas do Mundial de Fórmula 1 ainda em 2020.

O início da competição estava previsto para 15 de março, na Austrália, mas a prova foi cancelada devido à pandemia de covid-19.

Ao todo, já foram canceladas ou adiadas 13 das 22 corridas da temporada, mas os responsáveis do campeonato esperam ter um calendário com 15 a 18 corridas até ao fim deste ano.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 418 mil mortos e infetou mais de 7,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Populares