Redes Sociais

Funcionário da Brunati cumpre horário sentado à porta da empresa e facebook viralizou caso

Ave

Funcionário da Brunati cumpre horário sentado à porta da empresa e facebook viralizou caso

Francisco Teixeira, funcionário da Brunati, empresa de distribuição de café com instalações em Selho São Jorge, concelho de Guimarães, cumpre horário sentado à porta da empresa. Em causa está conflito que se arrasta desde maio e que culminou, desde há três semanas, com uma situação insólita.

O trabalhador tem passado os últimos 15 dias na sala de visitas da empresa a cumprir horário, passando nos últimos três para a porta da empresa.

O caso ficou conhecido pelo Facebook, feita por um amigo de Francisco Teixeira, e já tinha cerca de 15 mil partilhas às 10:30 horas desta quinta-feira. No “post” denuncia-se “a triste realidade”.

Tenho passado por este meu colega há já alguns meses e vejo-o sentado à porta da empresa em que trabalha. Não é todos os dias mas é muitas vezes“, lê-se na publicação colocado por Juliano Teixeira no Facebook e que gerou indignação e revolta nas redes sociais.

Segundo o Vitor Araújo, administrador da Brunati, em causa está a instauração de um processo disciplinar “por uso do telemóvel da empresa para fins comerciais particulares e durante o horário laboral“.

“Utilizava também a carrinha da empresa para vender coisas dele. Não o vou despedir, isso era o que ele queria”, referiu ao O MINHO Francisco Teixeira, confirmando o processo an Autoridade para as Condições no Trabalho de Guimarães one há duas queixas: do patrão e do funcionário.

Esta quinta-feira, Francisco Teixeira foi colocado na Trofa a realizar prospeção de mercado. A situação tem causado eco nas redes sociais, onde o caso foi denunciado, e está a tornar-se viral.

Segundo foi possível apurar, o trabalhador é funcionário há 12 anos da empresa. Em maio o administrador da empresa lhe terá anunciado que não poderia acumular uma segunda actividade que já desenvolvia há sete anos.

Algo que Francisco Teixeira contesta.

 

Mais Ave