Seguir o O MINHO

Futebol

FC Porto com adversário inglês na Liga dos Campeões

Sorteio dos quartos-de-final

em

O FC Porto vai jogar com o Liverpool nos quartos de final da Liga dos Campeões de futebol, ditou o sorteio hoje realizado em Nyon, na Suíça.

A primeira mão disputa-se em Anfield Road, em 09 ou 10 de abril, com a segunda a ser jogada no Estádio do Dragão, em 16 ou 18 de abril.

O vencedor da eliminatória irá defrontar Barcelona ou Manchester United nas meias-finais.

Tottenham-Manchester City e Ajax-Juventus são os outros jogos dos quartos.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Futebol

Rui Pinto chega a Lisboa após ser extraditado da Hungria

Alegado ‘hacker’ deverá ser presente a primeiro interrogatório judicial na sexta-feira perante um juiz do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça

em

Foto: DR

O português Rui Pinto, colaborador do Football Leaks, chegou hoje a Lisboa, na sequência do processo de extradição decidido pela justiça húngara, a fim de ser presente a um juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório judicial.

O avião em que viajou Rui Pinto aterrou no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, pouco antes das 19:00.

A extradição para Portugal foi decretada pelo Tribunal Metropolitano de Budapeste, em 05 de março, e confirmada em segunda instância, após recurso de Rui Pinto, que tinha ficado em prisão domiciliária em 18 de janeiro, na capital húngara, na sequência de um mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Na base do mandado estão acessos aos sistemas informáticos do Sporting e do fundo de investimento Doyen Sports e posterior divulgação de documentos confidenciais, como contratos de futebolistas do clube lisboeta e do então treinador Jorge Jesus, além de outros contratos celebrados entre a Doyen e vários clubes de futebol.

Fonte policial disse à agência Lusa que o alegado ‘hacker’ português vai pernoitar no estabelecimento prisional anexo ao edifício da Polícia Judiciária.

Rui Pinto deverá ser presente a primeiro interrogatório judicial na sexta-feira perante um juiz do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, no Parque das Nações.

O colaborador do ‘Football Leaks’ poderá optar por falar ou remeter-se ao silêncio, cabendo ao juiz de instrução criminal determinar a medida de coação a aplicar a Rui Pinto, que poderá ir do simples termo de identidade e residência até à medida mais gravosa: prisão preventiva.

Rui Pinto está indiciado de seis crimes: dois de acesso ilegítimo, dois de violação de segredo, um de ofensa a pessoa coletiva e outro de extorsão na forma tentada.

Rui Pinto terá acedido, em setembro de 2015, ao sistema informático da Doyen, com sede em Malta, que celebra contratos com clubes de futebol e Sociedades Anónimas Desportivas (SAD).

O ‘hacker’ é também suspeito de aceder ao email de elementos do conselho de administração e do departamento jurídico do Sporting e, consequentemente, ao sistema informático da SAD ‘leonina’.

No período em que esteve detido na Hungria, Rui Pinto assumiu ser um dos colaboradores do Football Leaks, plataforma digital que tem denunciado casos de corrupção e fraude fiscal no universo do futebol, e estava a colaborar com autoridades de outros países, nomeadamente França e Bélgica.

Continuar a ler

Futebol

Raphinha acredita que Sporting ainda pode ser campeão

Ex-Vitória não atira a toalha ao chão

em

Foto: Divulgação / Sporting CP

O futebolista brasileiro Raphinha recusou-se esta quarta-feira a ‘atirar a toalha ao chão’ no que toca às possibilidades de o Sporting se vir a sagrar campeão da liga portuguesa este ano, considerando que ainda há muitos pontos em disputa.

“Temos que ganhar todos os jogos. Você falou que não é possível [o Sporting sagrar-se campeão nacional], mas o campeonato ainda não acabou”, realçou aos jornalistas o jogador dos ‘leões’, à margem de uma visita à Escola Dr. Azevedo Neves, na Damaia, Amadora.

Sobre a importância do jogo da segunda mão da Taça de Portugal, frente ao Benfica, agendado para 03 de abril (na primeira mão o clube da Luz ganhou em casa por 2-1), Raphinha disse que “é uma das chances para chegar a mais uma final”, insistindo, contudo, que “todos os jogos são importantes até ao final da época”.

Raphinha mostrou-se ainda satisfeito com o atual momento de forma que atravessa, tendo sido titular nos últimos três jogos do Sporting: “Venho de uma fase boa. Sempre busco o meu melhor para jogar, sabendo do potencial do grupo.”

O Sporting ocupa atualmente a quarta posição da I Liga, com 55 pontos, a oito pontos dos líderes Benfica e FC Porto, que contam ambos 63, tendo os ‘encarnados’ vantagem no confronto direto com os ‘azuis e brancos’.

Por seu turno, Wendel, que acompanhou o seu colega e compatriota Raphinha nesta visita, admitiu perante uma plateia cheia de crianças que passou por uma adaptação “bastante complicada” na sua primeira temporada de ‘leão ao peito’.

“Demorei um ano a adaptar-me ao futebol em Portugal, sem grandes oportunidades. Mas não desisti, lutei e acabei por conquistar o meu espaço”, lançou o jovem brasileiro – que tem 21 anos, tal como Raphinha -, sublinhando que é preciso “trabalhar todos os dias e lutar” pelo sonho de ser futebolista profissional, já que “o talento só não chega”.

Já Raphinha salientou que o futebol é uma “paixão de família”, uma vez que o seu pai, o seu avô e o seu tio eram futebolistas. “Cresci vendo eles a jogar. É uma coisa que gosto muito de fazer e se não fosse o futebol não sabia o que iria fazer”, afirmou, destacando que, ainda assim, terminou o ensino obrigatório no Brasil devido à insistência da família.

Questionados pelos alunos desta escola da Damaia, que conta com 25 nacionalidades diferentes e em que 75% dos alunos não são portugueses, sobre quem são os seus ídolos de infância, ambos os jogadores elegeram o antigo internacional brasileiro Ronaldinho Gaúcho.

Continuar a ler

Futebol

Fernando Santos assume favoritismo de Portugal frente à Ucrânia

Jogo pode marcar a estreia de Dyego Sousa, do SC Braga, com a camisola das quinas

em

Fernando Santos. Foto: DR

O selecionador Fernando Santos assumiu hoje que Portugal é favorito a vencer a Ucrânia, no arranque do apuramento para o Euro2020 de futebol, mas lembrou a boa campanha que a equipa de Leste realizou na Liga das Nações.

“Se não vencer, será uma desilusão para mim. Somos favoritos, estamos a jogar em casa. Não tenho problema nenhum em assumir isso. Mas, do outro lado, está uma equipa que é também candidata a vencer. Estou convencido que, com as nossas armas, vamos vencer”, afirmou Fernando Santos.

O selecionador português falava aos jornalistas no Estádio da Luz, na conferência de imprensa de antevisão do encontro da primeira jornada do Grupo B, agendado para sexta-feira e que vai decorrer no reduto dos ‘encarnados’.

“Em teoria, os dois grandes adversários são Ucrânia e Sérvia. Lituânia e Luxemburgo são jogos em que, por exemplo, as coisas podem correr menos bem. A Ucrânia foi campeã do seu grupo na Liga das Nações e para o ano estará na elite. Temos de respeitar. É uma equipa tecnicista, que gosta de ter a bola e construir”, disse o técnico de 64 anos.

Apesar de Portugal ter iniciado as qualificações para Euro2016 e Mundial2018 com derrotas, perante Albânia (1-0, em casa) e Suíça (2-0, fora), respetivamente, Fernando Santos negou que exista algum “fantasma” nesse sentido.

“Estamos a preparar o jogo de amanhã [sexta-feira] para ganhar. Não temos fantasmas de não conseguirmos vencer o primeiro jogo. Realmente, é um facto. Começámos esses dois apuramentos a perder, mas também é verdade que acabámos os dois em primeiro. Ás vezes, infelizmente, as pessoas só tentam ver as partes negativas”, lamentou.

Sobre a preparação para o duelo com os ucranianos, o selecionador nacional explicou que, nesta fase da época, alguns jogadores juntam-se aos trabalhos da equipa já com muitos jogos disputados pelos seus clubes e que isso dificulta a preparação.

“Temos aqui jogadores com 50 ou mais jogos nas pernas. Praticamente não há treino, mas sim recuperação. Segunda-feira fizemos recuperação, terça-feira fizemos recuperação, quarta-feira conseguimos treinar uma horinha e hoje novamente recuperação, porque amanhã [sexta-feira] há jogo”, contou.

Na última pergunta da conferência de imprensa, Fernando Santos foi questionado se estava a ter “dores de cabeça” em montar o ‘onze’ para defrontar a Ucrânia, devido ao número de opções que tem, e o selecionador nacional acabou por brincar com a situação.

“Tenho 65 anos, não cheguei agora ao mundo. Já estou cá há algum tempo. Se tenho dores de cabeça, vou à farmácia comprar uma aspirina. Se tivesse dores de cabeça, depois não conseguia dormir e eu gosto bastante de dormir”, concluiu.

A seleção nacional vai disputar o Grupo B de apuramento, que inclui ainda Sérvia, adversário na próxima segunda-feira, igualmente na Luz, Lituânia e Luxemburgo.

Pela primeira vez, a fase final do Campeonato da Europa vai decorrer em 12 cidades de 12 países diferentes, com Londres a receber os jogos das meias-finais e da final.

O Portugal-Ucrânia está agendado para as 19:45 de sexta-feira e vai ser arbitrado pelo francês Clément Turpin.

Continuar a ler
Anúncio

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

EM FOCO

Populares