Seguir o O MINHO

Futebol

Euro2020: Luxemburgo depois de Estugarda, Zenica e Solna

Portugal apurou-se para Europeus em quatro palcos estrangeiros

em

Foto: Divulgação

A cidade do Luxemburgo tornou-se hoje o quarto palco estrangeiro de um apuramento da seleção portuguesa de futebol para a fase final de uma grande competição, juntando-se a Estugarda, Zenica e Solna.

Dos anteriores 13 apuramentos (sete para Mundiais e seis para Europeus), uma dezena tinham acontecido em solo luso, a maioria no Estádio da Luz, em Lisboa, a casa do Benfica, quatro no antigo e duas no novo, construído para o Euro2004.

O primeiro apuramento fora de ‘portas’ aconteceu na corrida ao Mundial de 1986, que se realizou no México, num inesquecível dia 16 de outubro de 1985 em que tudo correu da melhor forma para o conjunto das ‘quinas’: dois ‘milagres’ em um.

Antes do jogo da formação lusa, em Estugarda, Portugal precisava que a Suécia perdesse na Checoslováquia e isso aconteceu, em Praga, onde os anfitriões venceram por 2-1, em resposta ao tento madrugador do sueco Corneliusson.

Face a este resultado, ‘bastava’ a Portugal vencer fora a RFA e o ‘deixem-me sonhar’ do ‘bom gigante’ José Torres acabou por vingar (1-0), graças a um ‘golão’ de Carlos Manuel e aos ‘ferros’ da baliza superiormente defendida por Manuel Bento.

Para encontrar novo apuramento luso em território estrangeiro é preciso avançar mais de 24 anos, para 18 de novembro de 2009, dia que Portugal se deslocou a Zenica para disputar a segunda mão do ‘play-off’ de acesso ao Mundial2010.

Depois do triunfo caseiro por 1-0, selado com um tento do central Bruno Alves, agora no Parma, a formação comandada por Carlos Queiroz repetiu o registo na Bósnia-Herzegoviana, graças a um tento do já retirado Raúl Meireles.

O acesso ao Mundial seguinte, o de 2014, também foi garantido fora de Portugal, e novamente na segunda mão do ‘play-off’, desta vez perante a Suécia, que, como os bósnios, perdeu igualmente em Lisboa por 1-0.

Cristiano Ronaldo decidiu o primeiro jogo, mas foi em Solna que brilhou intensamente, para uma das mais marcantes exibições com a camisola da seleção lusa, ao apontar um ‘hat-trick’ na ‘cara’ de Zlatan Ibrahimovic.

O ‘capitão’ luso inaugurou o marcador, aos 50 minutos, o atual jogador dos Los Angeles Galaxy respondeu com um ‘bis’, aos 68 e 72, ameaçando eliminar Portugal, mas Ronaldo ‘agigantou-se, com mais dois tentos, aos 77 e 79.

Hoje, na capital luxemburguesa, Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo selaram o triunfo luso, sendo que até o desaire chegava, já que, em Belgrado, a Sérvia não conseguiu mais do que um empate caseiro com a Ucrânia (2-2).

Além de Estugarda, Zenica, Solna e do Luxemburgo, estão na história da formação das ‘quinas’ como cidades em que se selaram apuramentos Lisboa (seis vezes, sempre na Luz), Porto (Antas e Dragão), Aveiro e Braga.

-Os jogos que valeram as qualificações para as fases finais

E2020 17/11/19 Luxemburgo, Lux Luxemburgo, 2-0 (Bruno Fernandes 39, Cristiano Ronaldo 86)

M2018 10/10/17 Luz (Lisboa) Suíça, 2-0 (Johan Djourou 41pb, André Silva 57)

E2016 08/10/15 Braga Dinamarca, 1-0 (João Moutinho 66)

M2014 19/11/13 Solna, Sue Suécia, 3-2 (Zlatan Ibrahimovic 68, 72/ Cristiano Ronaldo 50, 77, 79)

E2012 15/11/11 Luz (Lisboa) Bósnia-Herzegovina, 6-2 (Cristiano Ronaldo 08, 53, Nani 24, Hélder Postiga, 72, 82, Miguel

Veloso 80/ Misimovic 41gp, Spahic 65)

M2010 18/11/09 Zenica, Bos Bósnia-Herzegovina, 1-0 (Raul Meireles 56)

E2008 21/11/07 Dragão (Porto) Finlândia, 0-0

M2006 08/10/05 Aveiro Liechtenstein, 2-1 (Pauleta 49, Nuno Gomes 86/ Benjamin Fischer 33)

M2002 06/10/01 Luz (Lisboa) Estónia, 5-0 (João Pinto 30, Nuno Gomes 50, 65, Pauleta 59, Figo 79)

E2000 09/10/99 Luz (Lisboa) Hungria, 3-0 (Rui Costa 14gp, João Pinto 16, Abel Xavier 58)

E1996 15/11/95 Luz (Lisboa) República da Irlanda, 3-0 (Rui Costa 60, Hélder 74, Cadete 89)

M1986 16/10/85 Estugarda, Ale RFA, 1-0 (Carlos Manuel 53)

E1984 13/11/83 Luz (Lisboa) União Soviética, 1-0 (Jordão 42gp)

M1966 31/10/65 Antas (Porto) Checoslováquia, 0-0

Anúncio

Futebol

Benfica vence Zenit e apura-se para a Liga Europa

3-0 na Luz

em

Foto: Twitter de B24

O Benfica apurou-se, esta terça-feira, para a Liga Europa ao vencer por 3-0 na receção ao Zenit de São Petersburgo, no jogo de despedida da presente Liga dos Campeões de futebol.

Os golos dos encarnados foram anotados no segundo tempo, por intermédio de Cervi, Pizzi (de penálti) e por Azmon (autogolo).

Continuar a ler

Futebol

Hugo Viana suspenso por palavras ao árbitro no jogo com o Moreirense

Questionou um lance de grande penalidade

em

Foto: Facebook

Hugo Viana, diretor desportivo, do Sporting, natural de Barcelos, foi, esta terça-feira, suspenso por um mês por palavras dirigidas ao árbitro Artur Soares Dias, que apitou a vitória dos leões frente ao Moreirense (1-0), em jogo da I Liga de futebol.

Segundo o mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), hoje publicado, o antigo jogador vai pagar uma multa superior a mil euros pelas palavras que dirigiu a Soares Dias, a quem também tocou no peito, segundo o relatório.

O incidente ocorreu durante o intervalo do encontro da 13.ª jornada da I Liga, disputado no domingo, com o resultado ainda 0-0, num momento em que Viana se encontrava numa zona técnica, questionando depois um eventual lance de penálti.

O mapa contém ainda uma suspensão de oito dias para o presidente da SAD do Leixões, Paulo Lopo, também por palavras dirigidas à equipa de arbitragem, na derrota caseira com o Académico de Viseu (1-0), na 12.ª jornada da II Liga.

Nesse jogo, também o diretor desportivo, André Castro, foi punido com 15 dias por protestos junto dos oficiais do encontro, com Luís Silva, expulso por uma cotovelada num adversário, a cumprir dois jogos de castigo.

No capítulo dos processos sumários do relatório, nota para a requisição do relatório de policiamento do Belenenses-FC Porto (1-1), uma vez que é “indispensável esclarecer o conteúdo dos relatórios dos árbitros e dos delegados da Liga Portuguesa de Futebol Profissional”.

A imprensa desportiva noticiou hoje uma altercação entre o treinador dos dragões, Sérgio Conceição, e o da equipa de Belém, Pedro Ribeiro, já no túnel de acesso aos balneários.

Continuar a ler

Futebol

Tapsoba e Sacko renovam contratos com Vitória até 2024

Cláusulas de rescisão de 50 milhões de euros

em

Tapsoba: Foto: DR

Os defesas Tapsoba e Sacko prolongaram os contratos com o Vitória SC, quinto classificado da I Liga portuguesa de futebol, por mais dois anos, até junho de 2024, confirmou hoje à Lusa fonte oficial dos vimaranenses.

Os contratos, adiantou a mesma fonte, já estão registados e incluem cláusulas de rescisão de 50 milhões de euros para ambos os jogadores, sendo que, até agora, esse valor era de 20 milhões para Tapsoba, central de 20 anos, e de 15 milhões para Sacko, lateral direito de 24.

Contratado ao Leixões em janeiro de 2018, Edmond Tapsoba está a cumprir a primeira temporada pela equipa principal do Vitória e é, simultaneamente, o futebolista mais utilizado no plantel treinador por Ivo Vieira – participou em 25 das 27 partidas oficiais já realizadas, somando um total de 2.123 minutos – e o melhor marcador em todas as provas, com sete golos, cinco deles de penálti.

O clube minhoto detinha, até ao final da temporada transata, 75% dos direitos económicos do internacional pelo Burquina Faso – já representou a seleção africana em nove ocasiões.

Já Falaye Sacko, cujo passe pertence na totalidade ao Vitória, chegou a Guimarães em janeiro de 2016, oriundo dos belgas do Sint-Truiden, passou pela equipa B e afirmou-se na formação principal na época transata, tendo cumprido 30 jogos às ordens do treinador Luís Castro, agora no Shakhtar Donetsk (Ucrânia).

Na presente época, o internacional pelo Mali, que soma 12 jogos e um golo pela sua seleção, participou em 17 encontros pelos minhotos, contabilizando 1.505 minutos.

Continuar a ler

Populares