Seguir o O MINHO

Braga

Empresa de Braga aumenta salário mínimo para 650 euros

em

Foto: Divulgação

O Grupo José Pimenta Marques, de Braga procedeu em janeiro à atualização do salário mínimo para os 650 euros, um valor acima da referência nacional, algo que tem sido uma prática habitual nos últimos anos.

“Apesar de ser muito residual o número de colaboradores das suas empresas nestas condições, a administração continua empenhada em proporcionar as melhores condições e em estabelecer vínculos laborais e relações profissionais estáveis”, diz a empresa, em comunicado.

Colaboradores de empresa de Braga voltam a oferecer presentes a crianças carenciadas

“Trata-se de uma medida com um importante impacto mensal, mas a Administração considera que deve estar sempre no topo das prioridades o bem-estar dos colaboradores e a criação de melhores condições de trabalho, sabendo que isso se reflete numa maior produtividade de todos”.

Simultaneamente, o subsídio de refeição também foi aumentado em 20% para a centena de funcionários que fazem parte das várias empresas do Grupo José Pimenta Marques.

Estas medidas decorrem da política de benefícios em vigor no Grupo, em que se destacam regalias como a distribuição de lucros pelos colaboradores; atribuição de prémio de nascimento de 500 euros; oferta do dia de aniversário; aulas de ginástica; disponibilização diária de água e fruta; formação Interna e Externa; descontos e condições especiais em produtos e serviços das próprias empresas e de outras com quem foram estabelecidos protocolos; realização de diversos eventos ao longo do ano e disponibilização de um plafond para os próprios funcionários organizarem atividades.

Balanças ‘made in Braga’ representam cerca de 2/3 das exportações de equipamentos de pesagem em Portugal

O Grupo José Pimenta Marques, com sede em Braga, é constituído por doze empresas, de entre as quais se destaca a Balanças Marques, eleita em 2018 a segunda melhor empresa de pesagem do mundo e uma das 100 melhores empresas para trabalhar em Portugal. É o maior player nacional da área da pesagem e um dos maiores a nível mundial, possuindo empresas em Espanha, França, Brasil e China.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Braga

Trabalhadores de call center em greve entoam cânticos em Braga

Durante esta terça-feira

em

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Dezenas de trabalhadores de call center em greve durante esta terça-feira, entoam cânticos de protesto, junto ao edifício da Estação Ferroviária de Braga, onde funciona a empresa Concentrix, protestando contra as condições de trabalho.

A greve, que foi convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores de Call Center, está “contra a transferência arbitrária de trabalhadores entre linhas”, denunciando o caso atual de 25 trabalhadores deslocados de linhas “como se de peças num tabuleiro se tratassem”.

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Foto: Joaquim Gomes/O MINHO

Com a palavra de ordem “não somos números, somos gente, só queremos respeito”, estes trabalhadores estão concentrados desde manhã cedo à porta da Estação da CP de Braga, onde se irão manter até ao princípio da noite desta terça-feira, prometendo que “nós não deixaremos ninguém para trás”.

Continuar a ler

Braga

Grupo espanca homem com deficiência mental em Vieira do Minho

Vítima já teve alta

em

Foto: O Minho/Arquivo

Um homem de 41 anos, que sofre de uma deficiência mental acentuada, foi espancado no último domingo durante a Feira do Fumeiro que decorreu em Vieira do Minho. A vítima teve que ser encaminhada ao hospital, mas já teve alta médica e não quer formalizar queixa.

A vítima terá ajudado uma criança que estava a chorar no chão. Quando o pai da menina se apercebeu do que estava a acontecer, empurrou-o com violência.

O homem foi atirado ao chão, e outros três familiares do pai, aproximaram-se e continuaram a agressão até ficar inanimado.

A Cruz Vermelha de Rio Caldo, Terras de Bouro, esteve no local.

Continuar a ler

Braga

INL junta em Braga parceiros de Portugal e Espanha para levar a biotecnologia às empresas

Encontro irá apresentar para estabelecer sinergias entre o setor da biotecnologia com outros setores

em

Foto: DR

Os seis parceiros portugueses e espanhóis do projeto CT-BIO – o projeto que pretende criar um cluster transfronteiriço de biotecnologia no Norte de Portugal e na Galiza – estão, hoje, no INL para mostrar às empresas como a biotecnologia pode ser uma ferramenta crucial no desenvolvimento dos seus negócios.

O evento “Pequeno-Almoço de Trabalho BIO” terá lugar no INL, pelas 10:00 e contará com a presença de especialistas do INL; da Universidade do Minho; da Associação Portuguesa de BioIndústrias; do Cluster Tecnológico Empresarial de las Ciencias de la Vida (BIOGA); do Consórcio da Zona Franca de Vigo e da Universidade de Santiago de Compostela.

Este encontro está aberto a todas as empresas e agentes interessados no tema da biotecnologia e servirá para dar a conhecer aos participantes o plano diretor da criação do cluster transfronteiriço de biotecnologia entre a Galiza e o Norte de Portugal.

No mesmo evento será também apresentado o plano de hibridação do projeto CT-BIO. Este plano consiste no estabelecimento de sinergias entre o setor da biotecnologia com outros setores, nomeadamente, o da Saúde, o Agroalimentar e Pescas e o Ambiental.

Neste sentido, serão apresentados alguns case studies de empresas destes setores que já incorporaram a biotecnologia nos seus negócios.

Continuar a ler

Populares