Seguir o O MINHO

Braga

Cruz Vermelha de Rio Caldo com 45 socorristas para o verão (e para as cascatas do Gerês)

Terras de Bouro

em

Foto cedida a O MINHO

A delegação de Rio Caldo da Cruz Vermelha Portuguesa, no concelho de Terras de Bouro, passa a contar com mais 13 socorristas, depois de terminada a última recruta que amplia a equipa de emergência, algo que já não sucedia há cerca de três anos, disse a O MINHO fonte da instituição.

Esta delegação é responsável por várias primeiras intervenções na zona do Gerês, sobretudo após quedas em cascatas ou acidentes em trilhos, funções que repartem com a GNR e com os Bombeiros de Terras de Bouro.

Jacob Alves, coordenador local de emergência, disse a O MINHO que a intenção passou por “reforçar a capacidade de resposta”, com a inclusão de três equipas de prevenção e resposta de emergência aos fins de semana, em permanência.

“Talvez por causa da pandemia, o ano passado verificou-se um aumento significativo de pessoas na nossa zona, pelo que se avizinha que este ano poderá ser igual”, prevê o responsável.

Através desta “11.ª escola”, os novos recrutas integram o conjunto onde cerca de metade já tem formação mais intensiva, enquanto outra metade possui formação mais básica. No entanto, todos eles estão aptos para socorrer no terreno.

Na cerimónia de Juramento de Compromisso de Honra dos novos membros ativos, marcaram presença diversas entidades, como a Câmara de Terras de Bouro, a Junta de Rio Caldo, a Basílica de S. Bento da Porta Aberta e a própria coordenação nacional da Cruz Vermelha Portuguesa.

Populares