Seguir o O MINHO

Cávado

Concertina e canções de improviso animaram campanha de Nóvoa em Barcelos

em

O candidato presidencial Sampaio da Nóvoa entrou hoje na segunda metade da campanha eleitoral, em Barcelos, ao som da concertina e de canções de improviso, na iniciativa de rua mais animada desde que arrancou o período oficial de campanha.

“Ele é um homem charmoso, lá vai ele para a presidência, porque ele é o único homem que tem inteligência”, ia cantarolando Nelo Aguiar, que se autointitula de “cantador ao desafio profissional” e cuja voz foi uma constante durante a arruada em Barcelos.

Prometendo que no dia da tomada de posse de Nóvoa iria cantar à cerimónia, o artista ia improvisando pelas ruas do centro da cidade minhota e também pelo mercado local, onde o candidato contactou com os vendedores, encantando, sobretudo, a ala feminina.

“Eu voto no da barbinha branca, que ele é o que tem mais charme”, atirava uma senhora, enquanto outra confessava: “eu não sei o nome dele, mas levava-o para casa”, tiradas sempre bem encaradas pelo candidato, que mantém a postura afável e descontraída.

Nascido em Valença, no distrito de Viana do Castelo, no Minho, Sampaio da Nóvoa observou que há uma “maneira de ser muito minhota”, confessando que a maneira de as pessoas falarem e o cumprimentarem lhe faz lembrar as suas tias.

Entre desejos de boa sorte, o candidato ia ouvindo manifestações de apoio, enquanto outras pessoas, mais discretas, manifestavam a sua opinião entre amigos, como um homem que dizia “há uma pessoa que o apoia que eu admiro muito, o general Ramalho Eanes”.

Sem saber se as profecias das suas canções de improviso se vão cumprir, Nelo Aguiar continuava: “Por isso, senhor professor, hoje veio a Barcelos, homem com inteligência, vai ter o voto do povo, você vai para a presidência”.

Populares