Seguir o O MINHO

Futebol

“Cometemos erros que foram fatais”

Custódio Castro

em

Foto: DR

Declarações dos treinadores do Rio Ave e do SC Braga, Carlos Carvalhal e Custódio Castro, no final da partida da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que os vila-condenses venceram por 4-3:

Custódio Castro (treinador do SC Braga): “Estamos desiludidos com este resultado. Era um jogo difícil contra uma boa equipa, mas cometemos alguns erros que foram fatais.

A entrada no jogo acabou por não ser muito boa, mas na primeira vez que fomos à baliza, marcámos. Equilibrámos e fizemos o 2-0.

Inexplicavelmente sofremos três golos. Numa equipa como a nossa, com jogadores com qualidade e maturidade, isso não pode acontecer”.

Carlos Carvalhal (treinador do Rio Ave): “Foi um grande jogo e queremos dedicar esta vitória ao Junio Rocha [defesa da equipa que se lesionou com gravidade].

Os jogadores são os protagonistas desta campanha que poderá ser histórica para o Rio Ave. Estamos a caminho de conseguir a melhor classificação de sempre.

Neste jogo, as duas equipas procuraram ganhar. O Rio Ave acabou por ser premiado porque fez muito para o conseguir, criando mais oportunidades de golo num jogo que foi dividido. Foi pena não ter público. Acreditámos até ao final que podíamos vencer.

Na primeira parte, o adversário foi duas vezes à nossa baliza e fez dois golos. Tivemos alguma dificuldade na fase de construção, mas pressionámos muito o Braga, e mesmo correndo riscos acabámos por ser premiados pela ousadia que tivemos. Merecemos a vitória.

(Sobre os golos de Taremi) Está a fazer o papel dele. É um jogador extraordinário, não só pelos golos, mas também pelas assistências e pelo contributo que dá à equipa.

(Comentário à saída de Bruno Lage do Benfica) Lamento a saída de qualquer colega. O Bruno é um amigo, praticamente de casa. Parte-se sempre pela zona mais frágil: o treinador. Já era um grande técnico antes de ir para o Benfica, e lá provou ser um grande treinador. Continua a ser agora que saiu”.

Populares