Seguir o O MINHO

Braga

Comércio e serviços de Braga movimentaram em pagamentos eletrónicos 1,27 mil milhões

Em 2021

em

Foto: O MINHO

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, realçou, na Semana da Economia, no Forum Altice que o concelho é, também, uma referência no Comércio e Serviços, asserção que exemplificou com o facto de, em 2021, as operações de pagamento eletrónico terem atingido 1,27 mil milhões de euros (+ 12,7% face a 2020).

Revelou que os pagamentos com cartões estrangeiros chegaram aos 66,4 milhões de euros, sendo a França o país que mais gastou (45% ), seguido pela Espanha (12%). Já no que toca à Restauração, em 2021, adiantou que as operações de pagamento eletrónico – multibanco e outros – chegaram aos 77,1 milhões de euros, mais 30,5% face a 2020, mas ainda menos 17,2% do que em 2019.

Assinalou, também, que os pagamentos com cartões estrangeiros somaram 4,75 milhões de euros, sendo, de novo, a França (38% ) e a Espanha (23%), os maiores consumidores.

402 mil dormidas

Já no que toca ao Alojamento, Rio adiantou que, no ano passado, se registaram 402.134 dormidas, que correspondem a mais 52, 5% face a 2020, mas ainda menos 37, 1% face a 2019, ano do começo da pandemia.

Lembrou que o investimento em novos hotéis continua apontando os casos do do grupo ENDUTEX/MOOV – 92 quartos, Hoti Hotéis/Meliá – 110 quartos e Iconic Moneuver/Carmo – 72 quartos.

Ao que O MINHO soube, o número de dormidas tem crescido muito este ano, com a realização de congressos e eventos desportivos diversos, como sucedeu com a Rampa da Falperra, o Congresso dos Enfermeiros e o Enterro da Gata. A hotelaria beneficia, ainda, da reativação do programa Erasmus +, que traz à cidade, para estágios, jovens profissionais de toda a Europa.

Na Semana da Economia, o autarca lembrou, também, que Braga está no lote das quatro cidades finalistas na corrida ao título de Capital Europeia da Cultura em 2027, e que, entre 2014/22, 103 embaixadores estrangeiros visitaram a urbe.

Na ocasião, enumerou vários apoios proporcionados às empresas pelo Programa GATE – Gabinete de Apoio ao Tecido Empresarial, da InvestBraga, entre os quais os destinados a apoiar a restauração.

“Vive a cidade como um turista”

Ontem, o Município, em colaboração com a Cooperativa Minho de Porta Aberta, e o Curso de Turismo da UCP Braga (Universidade Católica), promoveu uma ação (Small Scale Action) subordinada ao tema ‘Vive a cidade como um turista’.

Esta iniciativa, coordenada por António Barroso, decorreu no âmbito do projeto europeu #URBACT – Tourism – Friendly Cities – direcionado e vocacionado para a sustentabilidade na área do turismo, tendo-se destinado, numa primeira abordagem, aos munícipes do Concelho.

Os seus objetivos passaram pela “avaliação e monitorização das perceções dos residentes locais, sensibilizando-os para a oportunidade e relevância das boas práticas de um turismo mais sustentável e, simultaneamente, apresentar-lhes a cidade numa outra perspetiva, isto é, “vestindo a pele” do visitante/turista e contribuindo assim para, de certa forma, se atingir a simbiose perfeita entre o residente e o turista.

O evento teve o seu epílogo no Museu Nogueira da Silva, com uma prova e degustação de produtos regionais especialmente relacionados com a oferta gastronómica bracarense.

Populares