Seguir o O MINHO

Braga

Chega considera “extremamente positivo” o resultado em Braga

Eleições autárquicas

em

Foto: Facebook / Chega Braga

A cabeça de lista do Chega à Câmara de Braga, Eugénia Santos, considerou hoje “extremamente positivo” o resultado conseguido pelo partido nas autárquicas de domingo, designadamente por ter “relegado” o Bloco de Esquerda para quinto lugar.

Em declarações à Lusa, Eugénia Santos sublinhou que o Chega elegeu dois deputados para a Assembleia Municipal e contribuiu para que a coligação liderada por Ricardo Rio perdesse um vereador e para que a CDU tivesse menos 3.000 votos e menos um deputado municipal.

“Abanámos um bocadinho o sistema em Braga”, referiu.

Lembrou que o Chega tem dois anos, não tem “nem de perto nem de longe” o financiamento de outros partidos como o PSD e o PS e que ela própria e muitos dos elementos da sua equipa não tinham “qualquer experiência política”.

“Mesmo assim, conseguimos 4.428 votos, um resultado que considero extremamente positivo”, acrescentou, sublinhando que a performance das Autárquicas dá “mais força ao partido para começar já amanhã a preparar as Legislativas”.

A coligação PSD/CDS-PP/PPM/Aliança, liderada por Ricardo Rio, ganhou as autárquicas em Braga, conseguindo seis mandatos (42,86% dos votos), enquanto o PS se ficou pelos quatro (30,69% dos votos). O outro lugar na vereação será ocupado por Bárbara Barros, da CDU, que conquistou 6,73% dos votos.

O Chega ficou em quarto (4,68%) e o Bloco de Esquerda em quinto (4,2%), seguindo-se a Iniciativa Liberal (2,93%), o PAN (2.74%) e o Livre (0,61%).

Populares