Seguir o O MINHO

Braga

PAN diz que atingiu o seu “principal objetivo” em Braga

Eleições autárquicas

em

Foto: DR / Arquivo

O cabeça de lista do PAN à Câmara de Braga, Rafael Pinto, afirmou hoje que o partido atingiu, nas Autárquicas de domingo, o seu “principal objetivo”, que era eleger pela primeira vez um deputado municipal.

“Esse era o nosso principal objetivo, atingimo-lo com larga margem, sobretudo graças à qualidade das nossas propostas, estamos satisfeitos com o resultado”, referiu, à Lusa.

Segundo Rafael Pinto, o PAN será, agora, a “voz ambientalista que faltava” na Assembleia Municipal de Braga.

“Estamos a falar de um concelho com problemas ambientais gravíssimos, a nível da poluição dos rios e do ar e da gestão do arvoredo, e o PAN vai ser a voz ambientalista que faltava”, referiu, destacando que o partido também levará à Assembleia as questões do bem-estar animal, da habitação, da cultura e do combate à corrupção.

Para o candidato, agora é tempo “de continuar a trabalhar com afinco, para que daqui a quatro anos seja possível eleger para a vereação”.

A coligação PSD/CDS-PP/PPM/Aliança, liderada por Ricardo Rio, ganhou as Autárquicas em Braga, conseguindo seis mandatos (42,86% dos votos), enquanto o PS se ficou pelos quatro (30,69% dos votos). O outro lugar na vereação será ocupado por Bárbara Barros, da CDU, que conquistou 6,73% dos votos.

O Chega ficou em quarto (4,68%) e o Bloco de Esquerda em quinto (4,2%), seguindo-se a Iniciativa Liberal (2,93%), o PAN (2.74%) e o Livre (0,61%).

Populares