Seguir o O MINHO

País

Catarina Martins diz ao PS que “arrogância não é boa conselheira”

“Estranho ler que António Costa está já a dizer o que se pode ou não fazer na próxima legislatura”

em

A coordenadora do BE, Catarina Martins, estranhou hoje que o primeiro-ministro, António Costa, esteja já a dizer o que se pode fazer na próxima legislatura, lembrando ao PS que “a arrogância não é boa conselheira”.


Num comício para a campanha das eleições europeias, na Praça dos Poveiros, no Porto, Catarina Martins afirmou que “à política pedem-se soluções construídas com as pessoas, nunca contra elas” e apesar de nos últimos dias se ter ouvido falar muito da atual legislatura, esta “ainda não acabou”.

“E é por isso que é estranho ler que António Costa está já a dizer o que se pode ou não fazer na próxima legislatura e, pior ainda, ouvir Pedro Marques [cabeça-de-lista do PS nas eleições europeias de 26 de maio] atacar quem luta pelos direitos do trabalho como ouvimos ontem à noite”, criticou.

A coordenadora do BE referia-se à manchete de hoje do jornal Expresso, segundo a qual, depois das eleições legislativas de outubro, “António Costa recusa-se a mexer em dossiês de professores”.

“A arrogância não é boa conselheira, é bom que o Partido Socialista se lembre. A arrogância não é boa conselheira, a responsabilidade da política é criar soluções e são as pessoas que dizem que soluções querem”, recordou.

Anúncio

País

Laboratório chinês confiante na vacina CoronaVac apesar de suspensão de testes

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

O laboratório chinês Sinovac Biotech manifestou-se hoje confiante na segurança da sua vacina experimental contra a covid-19, apesar da suspensão de um ensaio clínico no Brasil após um “incidente grave”.

“Estamos confiantes na segurança da vacina”, disse a Sinovac em comunicado, afirmando que o incidente em questão “não está relacionado” com a vacina.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou na segunda-feira que decidiu interromper o ensaio clínico da vacina CoronaVac, da Sinovac, após um “incidente grave” ocorrido em 29 de outubro.

A organização não forneceu detalhes sobre o que aconteceu, mas indicou que este tipo de incidentes inclui morte, efeitos colaterais potencialmente fatais, incapacidade grave, hospitalização e outros “eventos clinicamente significativos”.

O órgão público que coordena os testes de vacinas no Brasil, o Instituto Butantan, disse que ficou “surpreendido” com a decisão e dará uma conferência de imprensa às 14:00 (GMT) (mesma hora em Lisboa) de hoje.

A suspensão do ensaio clínico da CoronaVac ocorreu no mesmo dia em que a gigante farmacêutica norte-americana Pfizer anunciou que a sua vacina contra o coronavírus havia alcançado 90% de eficácia.

As vacinas candidatas da Pfizer e do Sinovac estão em ensaios da Fase 3, a última fase antes de receberem aprovação regulamentar.

Além do Brasil, a CoronaVac está igualmente a ser testada na China, Turquia, Bangladesh e Indonésia.

Continuar a ler

País

Agricultura biológica é prioridade e já recebeu 139 milhões

Segundo o Governo

em

Foto: DR / Arquivo

A ministra da Agricultura afirmou hoje, no parlamento, que a agricultura biológica é uma prioridade do executivo, notando que esta prática já recebeu 139 milhões de euros do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020.

“A agricultura biológica é para nós uma prioridade, se não fosse não tínhamos uma estratégia nacional”, assegurou Maria do Céu Antunes, em resposta aos deputados, numa audição parlamentar conjunta com as comissões de Orçamento e Finanças e Agricultura e Mar.

A líder do Ministério da Agricultura informou ainda que foi aberto um aviso para investimento na exploração agrícola, cujo prazo foi alargado a pedido dos beneficiários, com três milhões de euros de dotação.

Conforme apontou a governante, este aviso recebeu 272 candidaturas com um investimento proposto de 55 milhões de euros.

“Há da parte dos nossos agricultores uma grande adesão a estas medidas e a esta prática agrícola”, sublinhou.

Maria do Céu Antunes disse ainda que, até à data, o PDR 2020 concedeu 139 milhões de euros para apoiar a criação e manutenção da agricultura biológica para cerca de 4.500 beneficiários, segundo os últimos dados reportados até julho.

A governante adiantou também que o executivo quer abrir, no próximo ano, estas medidas a novos beneficiários

Continuar a ler

País

Produção na construção abranda quebra para 2,2% em setembro

Segundo o INE

em

Foto: O MINHO / Arquivo

O índice de produção na construção diminuiu 2,2% em setembro face ao mesmo mês de 2019, abrandando a quebra face aos -3,0% registados em agosto, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, o segmento da construção de edifícios diminuiu 2,9%, valor idêntico ao observado em agosto, enquanto o de engenharia civil recuperou 1,8 pontos percentuais, para uma variação de -1,2%.

Em setembro, os índices de emprego e de remunerações, registaram variações homólogas de -0,5% e 2,0%, respetivamente (variações de -0,5% e nula no mês anterior, pela mesma ordem).

Face a agosto, o índice de emprego aumentou 0,4% (0,4% em setembro homólogo), enquanto o índice de remunerações registou uma diminuição de 1,2% (variação -3,2% em setembro de 2019).

Continuar a ler

Populares