Seguir o O MINHO

Legislativas 2022

Candidatos do PS em Braga querem dar à escola “os profissionais que ela precisa”

Eleições legislativas

em

Foto: DR

Os candidatos socialistas pelo círculo eleitoral de Braga, defenderam ontem, em Braga, a construção de um pacto social para a Educação que envolva alunos, profissionais e encarregados de educação, prometendo ainda dar à escola os profissionais “que ela precisa”.

José Luís Carneiro, Joaquim Barreto, Hugo Pires, Palmira Maciel, Irene Costa, Diogo Cunha, Isabel Oliveira e Ana Paula Carreira visitaram duas escolas do concelho, de forma a conhecer os projetos e as valências de cada agrupamento, “mas também as dificuldades sentidas nestes dois últimos anos de pandemia”.

“A pandemia agravou as desigualdades, o país precisa de continuidade e estabilidade nas políticas públicas de educação, respondendo às novas necessidades e dando o melhor aproveitamento aos novos recursos criados como o plano de recuperação de aprendizagens 21|23 Escola+ ou o plano de ação para o desenvolvimento digital das escolas” referiu Palmira Maciel.

O PS propõe “uma Educação de qualidade para todos envolvendo os profissionais, os pais e encarregados de educação, os estudantes, os parceiros sociais e as forças políticas, a academia e as comunidades”.

“Esta construção de convergências será potenciada pela identificação de fatores estratégicos tais como a Boa Governação na Educação, o trabalho com os profissionais da educação, a luta pelo combate às desigualdades através da Educação, a contínua melhoria das aprendizagens e a participação dos alunos no processo educativo”, refere o partido, em comunicado enviado a O MINHO.

“A resposta das comunidades educativas aos novos desafios que a pandemia trouxe demonstrou, mais uma vez, que a autonomia amplia a capacidade das escolas para responder adequada e atempadamente ao contexto local e à dinâmica das circunstâncias. Queremos reforçar ainda mais a autonomia curricular e organizativa das escolas valorizando o seu papel nas comunidades em que se inserem” afirmou José Luís Carneiro,

E prosseguiu: “Mas queremos também dar à escola os profissionais que precisa. Sabemos que é preciso garantir à escola pública, de forma sustentável, os professores em número, qualidade e motivação necessárias à sua missão e, para isso, será alterado o regime de recrutamento e revista a carreira do docente”.

O PS pretende ainda “dar continuidade à política que coloca o aluno no centro da escola promovendo uma participação mais ativa dos alunos na gestão da própria escola e na criação de ambientes saudáveis para todos e fomentando a educação para uma cidadania mais ativa e informada”.

As eleições legislativas estão marcadas para 30 de janeiro.

Populares