Seguir o O MINHO

Braga

Campismo em Braga bate recordes – Números

Em dormidas e em receitas

em

Foto: Divulgação / Arquivo

O ano de 2018 foi mais um ano de crescimento para o Parque de Campismo e Caravanismo de Braga, com um aumento do número de entradas, dormidas e, consequentemente, de receita, uma tendência que se verifica desde 2014, informou hoje a autarquia.


Em relação ao ano anterior, o Parque de Campismo registou uma subida de 2,86 por cento nas entradas e de cinco por cento nas dormidas, o que se traduz na estadia média de 1.96 pessoas por noite. Em 2018 deram entrada 8.416 campistas, a maioria (6.586) provenientes do mercado externo, enquanto os restantes (1.830) são referentes ao mercado nacional.

Portugal, Espanha, Holanda e Bélgica continuam a ser os principais mercados emissores, registando-se ainda a entrada de campistas de países como a França, Alemanha, Reino Unido, Itália e Suíça.

Em relação às dormidas, 2018 encerrou com um total de 16.505 dormidas, tendo-se verificado um crescimento de cinco por cento (842 dormidas) em relação ao ano anterior. Neste capítulo, o parque registou um aumento de 48,92 por cento do mercado interno, 16,26 por cento do mercado holandês e 1,13 por cento do mercado espanhol.

Já em termos de receita, o ano de 2018 registou um aumento de 10 por cento, com os valores a atingirem 102.097,90 euros. Este crescimento, segundo a autarquia, foi potenciado por uma maior eficiência no controlo das tipologias de alojamento e ainda pela reserva anual de espaço a clientes de longa duração, sobretudo na época baixa com o aproveitamento da utilização do Parque de Campismo por parte de estudantes da Universidade do Minho, empresas, assim como portugueses/estrangeiros que visitam Braga várias vezes por ano.

A autarquia recorda que “o actual Executivo Municipal tem vindo a dotar o Parque de Campismo de melhores infra-estruturas e apostado na sua divulgação e integração em redes de promoção nacionais e internacionais, de forma a potenciar ao máximo a sua ocupação”.

Anúncio

Braga

Associação desafia Ricardo Rio a ir de casa para o trabalho de bicicleta em Braga

Braga Ciclável

em

Foto: Divulgação / CM Braga (Arquivo)

Fazer as viagens de casa até aos Paços do Concelho de bicicleta elétrica foi o desafio deixado ao presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, por parte da associação Braga Ciclável.

Através das redes sociais, a Braga Ciclável desafia o edil a utilizar uma das bicicletas elétricas que o Município de Braga tem à disposição para utilização dos funcionários.

A associação propõe apenas a deslocação casa-trabalho e trabalho-casa, ficando ao critério do autarca outro meio preferencial nas restantes deslocações a efetuar durante a semana.

“Ao fim de uma semana, e a utilizar a bicicleta nas avenidas que compõem a Rodovia, a Avenida 31 de Janeiro ou a Avenida da Liberdade – na estrada e porque terá que passar em partes destas Avenidas para realizar as suas deslocações – perceberá a necessidade de implementar o projeto aprovado em dezembro de 2017 no executivo municipal”, diz a Braga Ciclável.

“O que propomos é algo que na Câmara Municipal de Lisboa já acontece: o presidente Fernando Medina tem utilizado a bicicleta em algumas deslocações, apercebendo-se de problemas e sentindo a cidade de uma forma diferente”, finalizam.

Contactado pela Rádio Universitária do Minho, o autarca não quis comentar o desafio.

Continuar a ler

Braga

Covid-19: Mais dois infetados e seis recuperados no concelho de Braga

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O concelho de Braga registava, até ás 18:00 horas desta terça-feira, 1.399 casos acumulados de infetados com covid-19 desde o início da pandemia, mais dois do que nos últimos sete dias, apurou O MINHO junto de fonte local da saúde.

Destes, 1.303 já estão recuperados, mais seis do que na última semana, lamentando-se ainda os mesmos 74 óbitos. Existem, atualmente, 24 casos ativos de covid-19 em todo o concelho de Braga.

Estes dados são apurados por O MINHO junto de fonte local do setor da saúde e não coincidem com os divulgados pela Direção-Geral de Saúde, no qual Braga regista há várias semanas o mesmo número de casos. A DGS já veio a público admitir que os dados não têm sido atualizados, devendo essa atualização ocorrer em breve.

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a segunda-feira, e mais 287 casos de infeção confirmados, dos quais 207 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o relatório da DGS.

De acordo com o boletim epidemiológico diário, o total de óbitos por covid-19 desde o início da pandemia é agora de 1.629 e o total de casos confirmados é de 44.416.

Há 29.445 casos recuperados, mais 279.

Continuar a ler

Braga

Temperatura máxima desce 7 graus em Braga esta quarta-feira (mas volta a subir na quinta)

Estado do tempo

em

Foto: DR

A temperatura máxima para a região de Braga vai descer sete graus entre terça e quarta-feira, segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Nesta terça-feira, os termómetros registaram a temperatura máxima de 34 graus no concelho de Braga, descendo para 27 graus já amanhã.

Contudo, as temperaturas voltam a subir na quinta-feira, com uma subida de 10 graus, esperando-se 37 no concelho de Braga.

Já o distrito de Viana também regista uma descida da temperatura máxima na quarta para voltar a subir na quinta-feira.

Continuar a ler

Populares