Redes Sociais

Camião cai em barranco e aconteceu “milagre” na EN205

Barcelos

Camião cai em barranco e aconteceu “milagre” na EN205

O dia era de aparente normalidade para o motorista Mário Gonçalves, de uma empresa da Maia, quando um alegado “bloqueio” na direção do camião o “atirou para a morte”. Mas não, hoje, terça-feira, não era o dia de Mário morrer.

Tudo aconteceu na movimentada Estrada Nacional (EN) 205, que liga Barcelos à Póvoa de Varzim, na ligação da freguesia de Barqueiros, Barcelos, com Laúndos, na Póvoa de Varzim. O motorista Mário, de 66 anos, ia carregado com um elevador, quando numa curva, com prenunciada descida, o camião bloqueou. Da estrada ao fundo da ribeira – um barranco – sem qualquer amparo.

“A direção não virava e atirou-me para o barranco”, contou ao O MINHO Mário Gonçalves. A morte estava ali, com o camião a virar e a cair de uma altura de sete metros num ribeiro, completamente capotado. “Foi milagre”, disse o condutor, ainda mal refeito da situação, pois saiu completamente ileso, sem arranhão ou pisadura sequer, enquanto ali ao lado as pessoas perguntavam pelo pior.

“É este senhor o condutor? Não acredito. Ele está bem? Não pode, isto é mesmo milagre”, frisa Fernando Silva, de Famalicão, a que ali parou para ver o aparato.

VMER, Bombeiros Voluntários de Barcelinhos e Cruz Vermelha Portuguesa da delegação de Macieira de Rates foram accionados para o local. Esperavam o pior, mas Mário Gonçalves – imagine o leitor – dispensou toda a gente e foi almoçar. “Sou rijo”, gracejou, ao mesmo tempo que justificava a saúde com “sorte e proteção divina”.

“O que vou fazer, ficar aqui a olhar? Enquanto a grua não chega, vou almoçar. Hoje não foi o meu dia de morrer”, disse por entre a gargalhada que ainda sentia “borboletas no estômago”.

A GNR de Barcelos tomou conta da ocorrência, sendo que às 14:30 horas o camião não havia ainda sido retirado do fundo do ribeiro.

Mais Barcelos