Braga lidera consórcio intermunicipal de 1,2 milhões para criar soluções de mobilidade

Foto: O MINHO / Arquivo

O Município de Braga lidera um consórcio de comunidades intermunicipais nortenhas, da Área Metropolitana do Porto (através do município de Gaia) e da associação do Quadrilátero Urbano que acabam de criar uma Rede Urbana Intrarregional vocacionada para o estudo de soluções de mobilidade.

Intitulada “ITI Mobilidade + sustentável, + ativa e + inteligente a Norte” tem financiamento de 1,2 milhões de euros do Programa Regional Norte 2030.

“Será feito um estudo global na região, mas cada comunidade intermunicipal ou associação desenvolve o seu próprio projeto: Braga estuda a questão dos transportes urbanos, o Douro a enologia, Guimarães, o património histórico e Viana os acessos ao porto de mar”, exemplificou o autarca bracarense Ricardo Rio, sublinhando que os estudos se farão na ótica da Mobilidade.

O autarca adiantou que o projeto envolve uma terceira vertente, a da formação e capacitação dos técnicos dos organismo envolvidos.

“Esta rede pode ser um contributo muito positivo para estudar soluções de mobilidade, eficiência energética e redução de emissões associadas às áreas urbanas, como no Quadrilátero Urbano, e perceber o seu impacto ao nível de toda a região Norte enquanto se encoraja a utilização de transporte alternativo ao automóvel individual”, disse.

O consórcio vai realizar investimentos que permitam “construir e testar coletivamente novas abordagens, melhorar a capacidade de decisão e operacionalização, e implementar novas ferramentas de gestão e monitorização.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Idoso coagido a entregar pin do cartão bancário em lar ilegal de Fafe

Próximo Artigo

Os números do Euromilhões

Artigos Relacionados
x