Redes Sociais

Bombeiros esperam que noite apague fogo que ameaçou 10 casas em Ponte de Lima

Alto Minho

Bombeiros esperam que noite apague fogo que ameaçou 10 casas em Ponte de Lima

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte Lima espera que alterações climatéricas ajudem a apagar um incêndio, que hoje ameaçou dez casas, até para não pôr em causa a passagem do Rali de Portugal, na sexta-feira.

Em declarações, Carlos Lima manifestou-se confiante que “o arrefecimento noturno e a humidade” vão permitir extinguir as chamas que deflagraram cerca das 14:30, em zona de pinhal, na freguesia de Cabração.

De acordo com aquele responsável, as chamas “já consumiram mais de 100 hectares de floresta e colocaram em risco cerca de dez habitações na aldeia de Mãos”.

“O fogo chegou muito perto das casas, mas conseguimos evitar o pior”, sustentou Carlos Lima, adiantou que o incêndio lavra em três frentes.

O comandante da corporação de bombeiros daquela vila do Alto Minho adiantou que “o vento forte que se faz sentir e o declive acidentado” dificultam os trabalhos dos mais de 100 homens que se encontram no terreno.

“A encosta onde o fogo lavra está virada ao sol, o que fez com que as chamas tivessem muita intensidade”, explicou.

O combate contou com o apoio de um helicóptero, que acabou por desmobilizar, cerca das 18:55, “por falta de autonomia”.

Além dos meios das corporações locais estão também envolvidos no combate os Grupo Reforço para Incêndios Florestais (GRIF), de Braga e do Porto.

O Rali de Portugal, que arrancou hoje, deverá passar na sexta-feira por Ponte de Lima, numa zona onde os bombeiros ainda combatem o fogo.

Segundo dados disponíveis na página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), nesta altura estão ainda ativos mais dois incêndios.

O maior deles situa-se em Pipa/Vila Chã, no concelho de Pombal, distrito de Leira, onde mais de 160 bombeiros estão a combater uma frente de fogo com a ajuda de quase 60 veículos.

O outro incêndio encontra-se em Chamusca/Lagos da Beira e Lajeosa, no concelho de Oliveira do Hospital, em Coimbra. Este fogo está a ser combatido por cerca de 80 bombeiros com ajuda de 19 veículos.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Alto Minho