Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Bloco força pedidos de audição a ex-ministros da Defesa sobre estaleiros de Viana

Acusações do presidente da Empordef sobre “alta corrupção”

em

Foto: Joaquim Gomes / O MINHO (Arquivo)

O BE forçou hoje a comissão de Defesa a chamar os ex-ministros Aguiar-Branco e Azeredo Lopes ao parlamento, na sequência de acusações do presidente da Empordef sobre “alta corrupção” nos Estaleiros de Viana do Castelo.


Na reunião de hoje daquela comissão parlamentar, PSD, CDS-PP e PS manifestaram-se contra a audição dos dois anteriores titulares da pasta da Defesa, no contexto e termos proposto pelo BE.

A iniciativa do BE foi apresentada depois de o presidente da comissão liquidatária da Empordef (`holding´ do Estado que gere as participações públicas nas empresas de Defesa), João Pedro Martins, ter revelado que participou ao Ministério Público suspeitas de ilegalidades e irregularidades na contabilidade dos extintos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC).

Numa audição no parlamento, no dia 27 de fevereiro, João Pedro Martins falou em “alta corrupção” nos ENVC, dizendo que detetou “muitas situações” irregulares, de “natureza criminal, que foram reportadas às autoridades competentes”.

Face ao previsível ‘chumbo’ da iniciativa, o deputado do BE, João Vasconcelos, anunciou que iria usar do direito potestativo a marcar as audições, dispensando a votação e solicitando urgência.

João Vasconcelos argumentou que as declarações do presidente da Empordef são de “enorme gravidade” não só pela eventual dimensão criminal, mas pelo que podem significar do ponto de vista político, nomeadamente no processo que levou à privatização dos ENVC.

O deputado defendeu que “as suspeitas de irregularidades e ilegalidades” levantadas pelo presidente da Empordef – que está em processo de liquidação – devem ser “devidamente esclarecidas” e acusou PSD, CDS-PP e PS de “desvalorizarem o problema”.

Presidente da Empordef denunciou à Justiça “alta corrupção” nos Estaleiros de Viana

Pelo PSD, o deputado Bruno Vitorino considerou que, para esclarecer alegadas situações de ilegalidade ou irregularidade na contabilidade dos ENVC, seria mais útil chamar “os responsáveis das entidades” envolvidas e só depois “ir ao poder político”.

Recusando qualquer “desvalorização” do caso, o deputado do CDS-PP João Rebelo duvidou também da eficácia das audições para o propósito do requerimento e recordou que o ex-ministro Aguiar-Branco prestou “todos os esclarecimentos” sobre o processo de privatização dos ENVC no parlamento, em 2014.

João Rebelo considerou que, na base da iniciativa do BE, “está um preconceito político” contra “tudo o que seja privatização ou concessão” a privados e acrescentou que os estaleiros, hoje concessionados à `West Sea´, “nunca estiveram tão bem, nunca construíram tantos navios e nunca tiveram tantos trabalhadores”.

Pelo PS, o deputado Diogo Leão, coordenador dos deputados socialistas na comissão de Defesa, frisou que João Pedro Martins disse que fez queixa ao Ministério Público, pelo que “tudo será esclarecido em sede própria”.

“Não parece haver matéria de facto” que justifique as audições aos ex-ministros Aguiar-Branco e Azeredo Lopes, defendeu Diogo Leão.

Já quanto à liquidação da Empordef, que o BE lamentou por o grupo apresentar atualmente resultados positivos, os deputados foram unânimes na necessidade de acompanhar o processo, admitindo chamar o atual ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, ao parlamento, após o encerramento da `holding´, que o presidente do grupo disse estar para breve.

Anúncio

Viana do Castelo

Mais 42 casos de covid-19 em quatro dias no concelho de Viana

Covid-19

em

Foto: O MINHO (arquivo)

O concelho de Viana do Castelo registou mais 42 infetados com covid-19 durante os últimos quatro dias, contabilizando agora aquele concelho 137 casos ativos do vírus, segundo dados recolhidos por O MINHO junto da Unidade Local de Saúde do Alto Minho.

Os dados remetem para as 17:30 horas desta terça-feira.

Ao longo dos últimos quatro dias, o concelho viu ainda dez pessoas curarem-se do SARS-CoV-2, existindo agora 332 vítimas recuperadas da doença que corre mundo.

No total acumulado, registam-se 490 casos de infeção desde o início da pandemia, mais 42 nos últimos quatro dias.

A nível distrital, o Alto Minho contava, nesta terça-feira, com 349 casos ativos, 66 óbitos e 986 recuperados.

O distrito soma 1.401 casos acumulados desde o início da pandemia.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Viana assinala centenário de Amadeu Costa com exposição e sessão solene

Etnógrafo

em

Foto: CM Viana do Castelo

A Câmara de Viana do Castelo vai assinalar, na sexta-feira, o centenário do nascimento do etnógrafo Amadeu Costa com a inauguração de uma exposição e uma sessão solene, informou hoje a autarquia.

Em comunicado, a autarquia explicou que “as comemorações incluem a inauguração da exposição “Amadeu Costa – Homenagem pelo centenário de nascimento”, no Museu do Traje, e uma sessão solene no teatro municipal Sá de Miranda.

Amadeu Alberto Lima da Costa nasceu a 23 de outubro de 1920 e faleceu em 30 de março de 1999, em Viana do Castelo, aos 78 anos.

Etnógrafo, investigador e dinamizador cultural, foi uma “figura incontornável da cultura tradicional de Viana do Castelo pelo estudo e divulgação que dela realizou ao longo de toda a sua vida”.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Companha de teatro de Viana em digressão até dezembro

Cultura

em

Foto: Divulgação / Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana (CDV)

A companhia Teatro do Noroeste-Centro Dramático de Viana (CDV) informou hoje ter iniciado uma digressão nacional e internacional até dezembro.

Na sexta-feira, às 18:00, a peça “O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá”, com texto de Jorge Amado e encenação de Tiago Fernandes, vai subir ao palco do teatro López de Ayala, no 43º Festival Internacional de Badajoz, em Espanha.

No sábado, às 16:00, e no domingo, às 11:00, a companhia de Viana do Castelo vai apresentar no teatro Joaquim Benite, em Almada, a peça “O Bojador”, com encenação de Ana Perfeito e interpretação de Pedro Roquette e Mané Carvalho.

O espetáculo Bojador, sobre a vida e obra de Sophia de Mello Breyner Andresen integra também a programação do World Duo Performing Arts Festival, que decorre de 20 a 22 de novembro, em Seul, na Coreia do Sul.

Continuar a ler

Populares