Barcelos vai avançar com obras de 27 milhões para requalificar estradas

A Câmara de Barcelos aprovou hoje um conjunto de estudos prévios referentes à requalificação de seis vias municipais, no valor de 27 milhões de euros, anunciou a autarquia.

Em comunicado, a autarquia refere que um dos destaques diz respeito à reabilitação da Estrada Nacional 306, que liga Macieira de Rates a Panque, numa extensão de 25 quilómetros e cuja estimativa orçamental ascende a cerca de 12 milhões de euros.

Macieira de Rates – Panque

“A intervenção proposta visa melhorar as condições de mobilidade e mitigar os efeitos negativos decorrentes do aumento do tráfego e da crescente urbanização do território das doze freguesias servidas por esta via”, acrescenta o comunicado.

Arcozelo – S. Veríssimo

Outro estudo prévio relaciona-se com a requalificação e beneficiação da Estrada Municipal 557, Rua da Ponte, que liga S. Veríssimo a Arcozelo.

Com uma extensão de cerca de dois quilómetros e um custo estimado a rondar dois milhões de euros, a intervenção a realizar prevê alargar toda a faixa de rodagem, reformulação das intersecções, drenagem de águas pluviais e pavimentações.

O estudo prévio prevê a construção de uma nova ponte sobre a Ribeira das Pontes, “uma velha aspiração da população e que constitui um enorme entrave à fluidez do trânsito automóvel”.

Cristelo

Para Cristelo, está prevista a reabilitação do troço de ligação entre a EM 503 e a EM 553.

O programa-base aprovado incide sobre um percurso de aproximadamente um quilómetro e tem uma estimativa de custos de mais de um milhão de euros.

A reabilitação do perfil transversal visa melhorar a circulação e as infraestruturas da via.

Paradela

Outra via com estudo prévio e programa-base aprovados hoje é a requalificação do caminho vicinal entre a ER 205 e o aterro sanitário em Paradela, numa extensão de quase dois quilómetros.

Orçada em mais de dois milhões e meio de euros, a intervenção visa desviar o tráfego de veículos pesados dos aglomerados urbanos.

O perfil transversal para a via a requalificar apresenta uma faixa de rodagem de duas vias, com largura de seis metros e passeios pavimentados.

Cristelo – Pedra Furada

Do conjunto de programas-base aprovados esta segunda-feira, também faz parte o estudo prévio para a requalificação da EM553 no troço entre Cristelo e Pedra Furada.

Trata-se de um troço com mais de seis quilómetros, que manterá o traçado existente, mas cuja faixa de rodagem, onde for possível, será alargada para 5,75 metros, incluindo passeios e estacionamento nas áreas urbanas.

O custo estimado para esta intervenção é de três milhões de euros.

Avenida dos Combatentes da Grande Guerra

Por último, e no que respeita à cidade de Barcelos, foi aprovado o programa-base da requalificação da Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, “com uma proposta assente nos padrões contemporâneos de mobilidade”.

“A proposta, que preserva os elementos essenciais como o separador central e a arborização, visa solucionar os problemas de circulação automóvel e melhorar os espaços pedonais”, refere o comunicado.

O custo estimado para a execução da intervenção ronda os seis milhões de euros.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Bebé nasce na ambulância dos bombeiros de Valença

Próximo Artigo

Valença vai celebrar 25 de Abril com arte na rua

Artigos Relacionados
x