Fafe transforma antigo armazém da estação ferroviária em galeria de arte

Foto: CM Fafe

A Câmara de Fafe abre em maio o equipamento cultural Estação da Memória, espaço que resultou da recuperação do antigo armazém da estação ferroviária desativado em 1986, transformado agora num núcleo museológico da cidade.

De acordo com informação da autarquia, ao edifício do antigo armazém, onde foi criada uma galeria para exposições e um auditório com 100 lugares, foram acrescentados três blocos contíguos, em forma de carruagem ferroviária.

Cada um desses blocos exibe o passado, o presente e o futuro da cidade e do concelho, com recurso a objetos e imagens de tempos idos, mas também a tecnologias digitais pensadas para a interação com os visitantes.

“Nesta ‘estação’ de cultura e turismo há lugar para a apresentação dos produtos locais e artesanato, bem como para a divulgação turística”, assinala o município.

No espaço dedicado ao passado encontrar-se-ão objetos e tecnologias que projetam personalidades relevantes na história do concelho.

Na segunda carruagem, a do presente, existirá equipamento de projeção de cinema, permitindo aos visitantes viajar por sítios emblemáticos do concelho, não faltando referências ao Rali de Portugal, a barragem de Queimadela, o parque eólico e a central hidroelétrica de Santa Rita.

Na terceira carruagem, a do futuro, será apresentado o tema da sustentabilidade ambiental e dos recursos energéticos renováveis, com um jogo interativo.

Na galeria da Estação da Memória já foi inaugurada uma exposição de arte contemporânea alusiva ao percurso criativo de Orlando Pompeu, artista plástico nascido em Fafe.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Politécnico de Viana abre candidaturas para Mestrados de habilitação profissional

Próximo Artigo

PS critica "brutal aumento" do número de funcionários na Câmara de Braga

Artigos Relacionados
x