As centenárias Feiras Novas estão de regresso à vila de Pico de Regalados

É na vila de Pico de Regalados que encerra mais um mês da Rota das Colheitas, em Vila Verde.
Foto: Divulgação

As centenárias Feiras Novas do Pico de Regalados regressam este fim-de-semana, com os cavalos a serem a principal atração desta festa no concelho de Vila Verde, arrastando consigo, todos os anos, um mar de gente. O passeio a cavalo, o espetáculo equestre, as demonstrações de coudelaria, a garraiada e a afamada corrida de cavalos de passo travado atraem muita gente à vila.

A gastronomia e as feiras tradicionais, a animação do folclore e a criatividade do artesanato, as recriações de práticas ancestrais e a alegria dos longos convívios à boa moda minhota são outros motivos de interesse para aqueles que se vão deslocar a estas festas, que têm início sexta-feira, 26, e se prolongam até domingo, 28 de outubro.

Foto: Divulgação

É na Vila de Pico de Regalados que encerra mais um mês da Rota das Colheitas, em Vila Verde, uma programação turístico-cultural de promoção da cultura popular e da tradição minhota. O certame conta com vários séculos de história e a matriz tradicional está a cargo da A.C.D.R. do Pico de Regalados e da Junta da União de Freguesias de Pico de Regalados, Gondiães e Mós.

César Cerqueira: “Queremos que as iniciativas sejam inovadoras”

O presidente da Junta da União de Freguesias não esconde a satisfação pelo sucesso das edições anteriores e espera que este ano o evento continue na mesma toada, uma aliança harmoniosa entre tradição e modernidade.

“Procuramos seguir a ideologia tradicional com recurso a atividades associadas ao mundo rural, mas queremos que as iniciativas sejam inovadoras, tanto quanto possível, tornando a iniciativa mais dinâmica”, realça César Cerqueira. Com objetivos bem definidos, o autarca sublinha que a iniciativa tenha um alcance cada vez mais abrangente e uma presença consolidada na agenda regional.

Foto: Divulgação

Destaque também para uma iniciativa muito recente, a 2ª edição do Free Trail, “no ano passado, a novidade correu muito bem e acreditamos que este ano ainda vai correr melhor”.

O passeio de cavalos também regressa em força e com novidades na bagagem. Desta vez, inclui uma rota de prova de vinhos regionais de diversos produtores locais. César Cerqueira sublinha ainda que a Rota das Colheitas é fundamental para uma maior promoção e divulgação do evento, no entanto não esquece o potencial das Feiras Novas. “É também interessante para a Rota ter a nossa festa no seu programa…é bom para ambas as partes”, concluiu César Cerqueira.

Equídeos são reis nas famosas Feiras Novas

Foto: Divulgação

As portas do evento abrem no final do dia da próxima sexta-feira, às 21:00, com quatro atividades agrícolas tradicionais frequentes do meio rural. Pelo recinto, há a demonstração da desfolhada e malhada do milho, com a construção da respetiva meda de palha, e um magusto típico. No dia seguinte, a programa começa de manhã cedo e estende-se pela noite dentro, começando logo às 08:00 da manhã com grande variedade de produtos tradicionais em exposição na feira franca e as mostras de equídeos e bovinos. A parte da tarde é preenchida com duas atividades que vão fazer as delícias dos apaixonados pelos equídeos e não só. A Corrida de Passo Travado, que costuma atrair sempre uma multidão, chega às 15:00 e, passadas três horas, é tempo da garraiada. Após o jantar, a animação musical dá um ar da sua graça com as desgarradas minhotas (20h30) e com as mais de duas dezenas de rusgas populares, às 21:00.

Um domingo repleto de alegria e animação

Foto: Divulgação

No último dia, 28 de outubro, a manhã traz consigo a feira franca, que se prolonga durante o resto do dia. Às 9:00, segue-se o II Free Trail ‘Feiras Novas’ e o III Passeio a Cavalo, que tem as provas de vinhos de vários produtores regionais como novidade no roteiro. A manhã fecha com uma celebração religiosa, agendada para as 11h00. A tarde de domingo das Feiras Novas espera-se repleta de energia e boa disposição. O espetáculo equestre e o desfile etnográfico são duas atividades que, habitualmente, captam a atenção do público e que, mais uma vez, prometem alegrar a plateia. Cabe ao Festival de Folclore fechar as festividades com a presença de quatro grupos culturais, três naturais do concelho de Vila Verde e um vindo de fora, que prometem animar o recinto com as danças e cantares tradicionais.

As Feiras Novas do Pico de Regalados contam centenas de anos de história que, desde sempre, procurou promover e difundir a cultura do Minho e projetar o nome da própria terra e mesmo de Vila Verde. Nesse sentido, encontra-se inserida na programação Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que, de agosto a novembro, se desenrola em mais de trinta iniciativas em diferentes freguesias com o objetivo de preservar as raízes do mundo rural.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

As imagens de uma bonita homenagem à professora Alice Torres, bracarense de "mérito e excelência"

Próximo Artigo

António Costa: Portugal deve aproveitar a faixa transfronteiriça para se desenvolver

Artigos Relacionados
x