Seguir o O MINHO

Futebol

Álvaro Pacheco criou uma “filosofia” de “exigência e vitória” em Vizela

II Liga

em

Foto: Arquivo / FC Vizela

Álvaro Pacheco foi distinguido com o prémio Vítor Oliveira, para o melhor treinador do mês de março na II Liga.

Aos 49 anos de idade, o treinador do FC Vizela conduziu a equipa a três vitórias e um empate, nas quatro partidas disputadas no mês em questão, com dez golos marcados e apenas dois sofridos.

Em declarações reproduzidas pela Liga Portugal, o treinador vizelense explica que “este prémio é de toda uma estrutura, e equipa, que trabalha comigo diariamente e que nos faz conquistar isto”.

“É com enorme satisfação que o recebo, ainda para mais sendo atribuído pelos meus colegas. Num campeonato tão equilibrado, com tão bons jogadores e com excelentes técnicos, ser premiado pela segunda vez deixa-me a mim, e a toda a minha equipa, cheio de orgulho”, reforçou.

Para Álvaro Pacheco, receber esta distinção “é o reconhecimento daquilo que tem sido” o trabalho no Vizela. “Mas aquilo que digo aos meus jogadores é que não podemos perder o foco daquilo que é essencial, que é nosso trabalho, e que ainda há pontos pela frente para conquistarmos”, acrescenta.

“Olhamos para aquilo que é o nosso processo e criámos uma filosofia, uma cultura de exigência e de vitória, mas essa exigência é no dia a dia, naquilo que nós fazemos permanentemente. Olhamos para o que resta do campeonato com essa visão: cada jogo é um desafio e uma oportunidade que temos para nos tornarmos melhores, para nos testarmos, e para sermos capazes de conquistar três pontos”, conclui.

Com um total de 33,95% dos votos dos companheiros de profissão, Álvaro Pacheco superou a concorrência de Bruno Pinheiro (Estoril Praia), com 29,63%, e de José Esteves (Varzim SC), com 8,02%.

De referir, ainda, que este é o segundo mês em que o treinador dos vizelenses é galardoado com o prémio, repetindo a distinção obtida no mês de janeiro.

Populares