Seguir o O MINHO

Ave

Vizela pondera providência cautelar para encerrar ETAR do Estado “que polui o rio”

ETAR de Serzedo, em Guimarães

em

Foto: Divulgação / CM Vizela

O presidente da Câmara de Vizela alertou hoje que autarquia avançará com uma providência cautelar para encerrar a ETAR de Serzedo, gerida pelo Estado, se o problema da poluição no rio Vizela não for resolvido.

Vítor Hugo Salgado insistiu, em conferência de imprensa, que aquela ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais), situada no vizinho concelho de Guimarães, e gerida pela empresa de capitais públicos Águas do Norte, é o principal foco poluidor do rio.

Em agosto, a Agência Portuguesa de Ambiente (APA) sustentava que a ETAR, apontada pela Câmara de Vizela como foco poluidor do rio que dá o nome à cidade, tem respeitado o Valor Limite de Emissão (VLE).

“Na generalidade dos casos, os resultados desta caracterização analítica efetuada pela APA revelam o cumprimento dos VLE dos parâmetros analisados”, lia-se num comunicado enviado à Lusa.

Apesar da posição da APA, o autarca exibiu hoje os resultados de análises feitas a efluentes recolhidos em agosto e setembro, junto à ETAR, que apontam para níveis de contaminação bacteriológica dos efluentes “muito acima” dos valores permitidos por lei e prejudiciais à saúde humana.

Falando junto ao Vizela, o presidente da câmara mostrou fotografias de uma conduta “escondida”, que disse ser “não oficial” da ETAR, a drenar efluentes para a linha de água. Segundo anotou, essa não é a conduta a partir da qual são feitas as amostras oficiais da ETAR.

Essas fotos complementam os resultados das análises que o município mandou fazer às recolhas naquele troço do rio, que provam, segundo o autarca, o grau de contaminação das emissões da ETAR, visíveis atualmente, disse, apontando para o rio.

O relatório vai ser enviado às entidades competentes, nomeadamente o Ministério do Ambiente, Agência Portuguesa do Ambiente e grupos parlamentares, entre outras.

Vítor Hugo Salgado quer que os novos deputados tratem o assunto em comissão parlamentar e que seja chamado a falar o ministro do Ambiente do atual executivo, Matos Fernandes, para explicar como se chegou à atual situação.

Em paralelo, acrescentou, a Câmara de Vizela vai trabalhar com o Instituto Ricardo Jorge para que os resultados apurados nas análises não suscitem quaisquer dúvidas sob ponto de vista técnico e de isenção.

O presidente da câmara disse esperar que os deputados ajudem a resolver o problema, lembrando que, com o atual ministro da tutela, a situação da ETAR prevaleceu ao longo dos anos, apesar das sucessivas denúncias do município, incluindo em sede judicial.

Na conferência de imprensa, foram também anunciados os resultados das várias inspeções realizadas pelo município e pela empresa Vimágua, que gere as redes de água e saneamento nos concelhos de Guimarães e Vizela, a potenciais focos de poluição em diferentes pontos da cidade e no troço entre a ETAR e a área urbana de Vizela.

Nesse trabalho foram detetadas dezenas de irregularidades, nomeadamente de particulares a drenar esgotos para a rede de águas pluviais ou diretamente para o rio, tendo os seus responsáveis sido notificados para procederem à correção, sob pena de sofrerem as penalizações previstas na lei.

Anúncio

Guimarães

Homem de 35 anos em estado grave após colisão em Guimarães

Em Creixomil

em

Um homem, com 35 anos, sofreu ferimentos graves na sequência de uma colisão frontal, ao início da noite deste domingo, na cidade de Guimarães.

A colisão ocorreu na Rua da Pisca, em Creixomil, provocando ainda ferimentos ligeiros num outro interveniente, um homem com 67 anos.

“Houve necessidade de desencarcerar a vítima mais nova”, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

No local, estiveram os Bombeiros de Guimarães com três viaturas e oito operacionais.

A equipa médica da VMER de Guimarães fez acompanhamento clínico do ferido grave até ao hospital local, para onde ambas as vítimas foram transportadas.

A PSP registou a ocorrência.

Continuar a ler

Ave

Tenta burlar casal de Famalicão no MBWay mas é apanhado

Burla

em

Foto: Divulgação

Um casal de Famalicão apresentou queixa na GNR, contra desconhecidos, por uma alegada tentativa de burla no valor de 350 euros através da aplicação MBWay.

De acordo com a Cidade Hoje, o casal colocou à venda um aparelho de ginástica na plataforma digital OLX, sendo contactado por um individuo que manifestou interesse na compra pelo preço de 20 euros.

O alegado burlão pediu para transferir o dinheiro através da aplicação MBWay, utilizada para efetuar pagamentos por via digital, intenção a que o casal terá acedido, mesmo sem conhecer a funcionalidade em questão.

Seguindo as instruções do comprador, a mulher dirigiu-se a uma caixa multibanco para ativar o serviço, criando um código para o efeito, com o valor total de 350 euros.

Um erro num dos dígitos no código fornecido acabou por evitar que a burla fosse consumada. O homem entrou em contacto com o casal, apontando essa falha.

Entretanto, um familiar do casal, utilizador da plataforma, explicou o funcionamento da mesma, revelando que se tratava de uma tentativa de burla.

A tentativa para levantar o dinheiro foi efetuada numa caixa de multibanco de Estremoz, em Évora.

A GNR, em posse do contacto telefónico do burlão, está a efetuar diligências para encontrar o mesmo e apurar os factos.

Continuar a ler

Guimarães

Encontrado telemóvel de homem desaparecido há 10 dias em Guimarães

Desaparecimento de Fernando ‘Conde’ envolto em mistério

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

As autoridades policiais recolheram, este sábado, o telemóvel de Fernando Conde, sexagenário desaparecido em Guimarães desde o passado dia 08 de janeiro. O aparelho foi encontrado num afluente do rio Ave, junto à Estrada Nacional 103, na freguesia de Barco, concelho de Guimarães.

Esta nova descoberta, feita pela Associação Portuguesa de Busca e Salvamento, pode trazer uma explicação para este desaparecimento, envolto em mistério desde o início, uma vez que o homem não sofria de quaisquer doenças nem estava deprimido.

Este domingo, a família irá realizar buscas com outros populares, junto ao rio Ave, para tentar encontrar o corpo de Fernando.

Familiares desconfiam que este estará no rio, embora as primeiras buscas realizadas por mergulhadores profissionais, na última semana, não tenham sido frutíferas.

Este sábado, os mergulhadores encontraram o telemóvel durante buscas onde existia o último registo de rede móvel do aparelho do desaparecido.

A Polícia Judiciária está com o caso, uma vez que não está descartada a hipótese de crime.

Continuar a ler

Populares