Seguir o O MINHO

Barcelos

Tribunal de Barcelos precisa de vedação para evitar pernoita de pessoas sem-abrigo

E a fachada do Tribunal de Esposende está em risco de cair

em

Foto: O MINHO / Arquivo

O edifício do Tribunal Judicial de Barcelos precisa, “de forma urgente, que nele seja colocado um tipo de vedação que impeça os transeuntes de usar as portas dos arquivos como mictório e os sem abrigo de pernoitar no espaço exterior”.

O prédio sofreu uma intervenção no ano de 2019, nomeadamente ao nível da climatização e instalação elétrica. Contudo, há necessidade de se intervencionar no interior, bem como no exterior. Quem o diz é o relatório anual de 2021 da comarca judicial de Braga, onde se lê, também, que, “no interior do prédio, as instalações sanitárias necessitam de uma intervenção de fundo, assim como é necessário reestruturar o espaço ocupado pelo DIAP (Departamento de Investigação e Ação Penal), nomeadamente com o derrube de uma parede e com o afastamento do balcão de atendimento, procurando, desta forma, aumentar o espaço ocupado pela secretaria”.

Fachada do Tribunal de Esposende pode cair

Já o edifício do Palácio da Justiça de Esposende “padece de alguns problemas na zona da entrada principal, onde existe risco de queda dos revestimentos exteriores da fachada, ou até de parte da mesma, que se encontra escorada provisoriamente”.

O Relatório diz que “a situação foi reportada em anteriores relatórios e, na sequência da última reunião do Conselho Consultivo da Comarca de Braga, foi solicitada ao departamento de proteção civil da Câmara Municipal de Esposende a realização de uma vistoria, que não foi efetuada. Entretanto foi comunicado pelo IGFEJ (Instituto de Gestão Financeira dos Equipamentos da Justiça) que, no início de 2022, iriam ter início obras de reparação dessa fachada, aguardando-se assim a sua concretização”.

EM FOCO

Populares