Seguir o O MINHO

Região

Três doces do Minho podem ser eleitos hoje Maravilhas de Portugal

Ainda é possível votar

em

Foto: Divulgação/7 Maravilhas

Decorre este sábado a gala final do concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, em Montemor-o-Velho. São 14 candidatos, três do Minho. O evento está marcado para as 21:55 e terá transmissão em direto pela RTP.

Dois doces entre os candidatos são do Alto Minho. É possível votar nas Roscas de Monção através do 760107005, e nos Charutos dos Arcos através do 760107003.

O Bolinhol de Vizela é o representante do distrito de Braga. O telefone para votar no doce é o 760107129.

Os outros candidatos são a Amêndoa coberta de Moncorvo; as Barrigas de Freira; os Bons Maridos; a Brisa do Liz; a Crista de Galo; a Filhós de Cabrela; o Folar de Olhão; o Mel Biológico do Parque Natural de Montesinho; os Ovos Moles de Aveiro; o Pastel de Tentúgal; e o Porquinho Doce.

Anúncio

Barcelos

Estudante de Barcelos medalha de bronze nas Olimpíadas de Biologia na Bolívia

em

Fotos: DR

Márcio Campos, estudante de Barcelos, foi um dos três estudantes portugueses a conquistar uma medalha de bronze na 13.ª edição das Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia, que decorreram entre 09 e 13 de setembro, em Cochabamba, Bolívia. Também uma estudante bracarense conquistou um diploma de mérito na competição.

Aluno no colégio La Salle, em Barcelos, até final do ano letivo passado, Márcio Campos é um apaixonado pela Biologia, como contou a O MINHO fonte do departamento de ciência daquela instituição.

“O Márcio é alguém que é muito apaixonado pela Biologia, sempre mostrou interesse nesta área e acabou o ensino secundário com nota máxima porque, para além do interesse, aplicava-se e participava nestes concursos”, explica um antigo professor, revelando que o aluno “agora na universidade irá seguir medicina veterinária”.

Fotos: DR

Fonte do colégio salienta a O MINHO que “é sempre incentivado aos alunos para que participem nestes concursos, até por uma questão de valorização pessoal, mesmo quando não chegam às finais”, como no caso de Márcio, que já havia participado nas Olimpíadas Internacionais de Biologia, que decorreram em 2018, obtendo igualmente bons resultados.

“Estamos a falar de umas olimpíadas que já têm um número elevado de países a participar, entre eles países como Argentina, Brasil e Costa Rica, ou até Espanha, onde se faz investigação na área da Biologia e se trabalha muito bem neste campo”, refere.

Para além de Márcio Campos, também uma aluna bracarense, Maria João Oliveira, estudante do colégio D. Diogo de Sousa, em Braga, venceu um diploma de mérito na competição.

Foto: DR

Nestas olimpíadas participaram 50 alunos vindos de 13 países com a delegação portuguesa a arrecadar três medalhas de bronze e um diploma de mérito.

Em julho deste ano, também dois alunos minhotos, Marco Ribeiro, de Guimarães, e Diogo Nogueira, de Barcelos, conquistaram medalhas de bronze nas Olimpíadas Internacionais de Biologia em Szeged, Hungria.

Continuar a ler

Guimarães

GNR apreende 2.650 peças de roupa contrafeita na feira em Guimarães

Em Caldas das Taipas

em

Foto: GNR

O Comando Territorial de Braga da Guarda Nacional Republicana (GNR), através do Posto Territorial de Caldas das Taipas, identificou 3 homens e 3 mulheres com idades compreendidas entre os 26 e os 57 anos nesta segunda-feira, pela prática do crime de contrafação, em Caldas das Taipas, Guimarães.

De acordo com a GNR, no âmbito do combate à contrafação, os militares realizaram uma operação de fiscalização à feira semanal daquela localidade, detetando diversas bancas com artigos contrafeitos que ostentavam marcas registadas conhecidas.

Segundo nota enviada a O MINHO, a GNR revela que apreendeu nesta operação 2.650 peças de vestuário, 213 pares de calçado e 109 acessórios.

Os suspeitos foram constituídos arguidos e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Guimarães.

A ação contou com o apoio de militares do Destacamento Territorial de Guimarães e do Destacamento de Intervenção de Braga.

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos: Condutores desrespeitam avaria em passagem de nível. GNR deixa alerta

Tragédia que vitimou avós e neta nas mesmas circunstâncias foi em junho

em

Foto cedida a O MINHO

Uma das cancelas ferroviárias de uma passagem de nível situada em Rio Covo Santa Eulália, Barcelos, avariou durante a tarde de hoje, provocando algumas filas e desrespeito por parte dos automobilistas que avançaram independentemente de uma das cancelas estar em baixo.

A situação motivou uma chamada de atenção pública por parte de um automobilista e recomendações por parte da Guarda Nacional Republicana deixadas a O MINHO de forma a prevenir acidentes nestas situações, como o que ocorreu no mesmo concelho, a 19 de junho, vitimando condutor, passageiro e uma criança de 10 anos que seguia nos bancos traseiros da viatura.

Avós e neta de Viana são as vítimas mortais de acidente entre comboio e carro em Barcelos

Miguel Bastos, que assistiu a toda a situação ocorrida esta terça-feira, entre as 15:30 e as 16:00, em Rio Covo Santa Eulália, explicou a O MINHO que, depois do comboio ter passado, uma das cancelas levantou mas a outra ficou em baixo, deixando o sinal sonoro ativo e o sinal visual intermitente.

O automobilista conta que, em ambos os sentidos da Estrada Nacional 204 que liga Barcelos a Famalicão, foram “pelo menos 20 carros” que não respeitaram os sinais de proibição, correndo o risco de se repetir a tragédia de junho passado em Carapeços, Barcelos.

“As pessoas não esperaram que alguém arranjasse a avaria para passar, vi camiões, tratores e vários carros a passarem ao lado da cancela, sem qualquer cuidado”, adianta Miguel.

O MINHO sabe que o técnico responsável da EFACEC chegou em 15 minutos, mexeu na barreira, que estaria encravada, e deu ordem para os carros passarem.

GNR explica o que fazer nestas situações

Contactada por O MINHO, fonte oficial do comando distrital da GNR de Braga disse desconhecer a situação, mas deixou indicações sobre como devem atuar os automobilistas perante um cenário como este.

“Face ao exposto, o recomendado é que os automobilistas contactem imediatamente as autoridades, neste caso a GNR, de forma a que se possa vedar o local até chegada dos técnicos”, esclarece a fonte.

“Enquanto esperam, é recomendado que respeitam a sinalização de não avançar, uma vez que existe perigo de ter um acidente a envolver não só os elementos da viatura mas também as pessoas que estão a ser transportadas no comboio”, acrescenta a GNR.

Continuar a ler

Populares