Seguir o O MINHO

País

Trabalhadores da Super Bock entram em greve na próxima semana

A 08 e 09 de junho

em

A Comissão de Trabalhadores da Super Bock Bebidas veio hoje a público anunciar nova greve, marcada para os dias 08 e 09 de junho, após reunião em plenário realizado em maio, acusando a administração da empresa de “tentar dividir e instrumentalizar” os trabalhadores.

No passado dia 12 de fevereiro, após uma greve, os sindicatos SINTAB e SINTICABA reuniram com a administração da Super Bock para negociar a atualização do acordo coletivo de trabalho, o que representava um aumento do salário aos trabalhadores. No entanto, refere a Comissão, o aumento foi de “0%”.

“Após essa data, a Super Bock, não mais se mostrou disponível para voltar à mesa das negociações”, pode ler-se em comunicado enviado pela Comissão às redações.

Segundo o mesmo documento, em abril, a Super Bock “aplica vários regimes de horários desregulados, há muito tempo anunciados, na área industrial, fazendo com que os trabalhadores vissem os seus rendimentos reduzidos e as suas vidas, social e familiar, afetadas”.

“Após estas atitudes, por parte da Super Bock, os trabalhadores decidiram, em plenário, encetar formas de luta que passaram por greve a todo o trabalho suplementar e feriados, luta que ainda se mantém”, lê-se ainda.

Segundo a Comissão, a administração está a tentar realizar acordos individuais com os trabalhadores, e “sempre pela via da perda de rendimentos”.

Os trabalhadores demonstraram-se “disponíveis para suspender a greve caso a empresa reúna com as estruturas representativas (…) e aceite negociar as propostas de revisão do co0ntrato que estas apresentaram, de onde se sobressai o aumento salarial”.

Para além da greve, está marcada uma concentração de trabalhadores à porta da empresa, durante a manhã de terça-feira.

Populares