Seguir o O MINHO

Arcos de Valdevez

Teatro Art’Imagem leva “Um punhado de terra” a Arcos de Valdevez

em

Foto: Divulgação

“Um punhado de terra” é a história de um negro trazido de África para Portugal, como escravo, uma peça criada e levada à cena pelo Teatro Art’Imagem, que a apresenta na sexta-feira, em Arcos de Valdevez e, no domingo, em Ourense, Espanha.

A obra descreve, na primeira pessoa, como os homens brancos chegaram à aldeia do homem negro, “destruíram os seus bens, mataram sua mulher e filhos e seus vizinhos, o trouxerem como gado em barco, o venderam e escravizaram, retirando-lhe todos os direitos de um ser humano”.

“Um punhado de terra” é também, segundo a companhia, “uma comédia negra sobre o medo, uma espécie de ‘Guantânamo teatral’, parábola sobre o discurso securitário e único que atravessa principalmente a sociedade ocidental, um tema global com aproximação aos últimos anos vividos em Portugal, ao desemprego e às dificuldades que a maioria do povo português padeceu à mercê de um governo sem sensibilidade social”.

“Cinco séculos passados, desde a nossa chegada a África, marcaram a nossa vida e a nossa história, e, sobre ela, nunca é demais falar, principalmente porque ainda hoje nos deslumbramos com os nossos gloriosos descobrimentos, branqueando factos e acontecimentos com a ideia peregrina de que o nosso colonialismo era melhor do que o dos outros. E continuam os mitos e os encobrimentos”, escreve o Teatro Art’Imagem.

“Um punhado de terra” tem texto de Pedro Eiras, encenação de José Leitão, interpretação de Flávio Hamilton, direção técnica de Pedro Carvalho.

A apresentação na Casa das Artes de Arcos de Valdevez realiza-se na sexta-feira, às 21:30, no âmbito da Mostra de Teatro Luso-Brasileiro. De seguida a peça será apresentada em Ourense, Espanha, no domingo. As entradas são gratuitas.

Anúncio

Alto Minho

Vai ser possível fazer Viana-Ponte de Lima-Sistelo por ecovia

Prolongamento da Ecovia do Vez

em

Foto: Divulgação / CM Arcos de Valdevez

A Câmara de Arcos de Valdevez está a executar um novo troço na ecovia, entre Jolda São Paio, no concelho, e as Laranjas, em Ponte de Lima, informou hoje aquela autarquia.

Segundo o município, com aquela intervenção “passará a ser possível percorrer a ecovia de Viana do Castelo até Arcos de Valdevez, passando por Ponte de Lima e chegando até Sistelo”.

Foto: Divulgação / CM Arcos de Valdevez

Com o “prolongamento da ecovia do Vez, e a ligação direta à ecovia de Ponte de Lima, Arcos de Valdevez pretende criar mais um motivo de interesse para quem gosta de passear ou praticar atividades em contacto com a natureza e culturas locais”.

Continuar a ler

Alto Minho

RTP transmite 7 Maravilhas Doces de Portugal em Arcos de Valdevez

Televisão

em

Foto: Divulgação

A vila de Arcos de Valdevez recebe, no próximo domingo, a gala da meia-final do concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, que será transmitida, a partir das 21:00 horas, na RTP.

Com os “Charutos dos Arcos” a serem eleitos o melhor doce do distrito de Viana do Castelo, a iguaria arcuense está, agora, na corrida para a final do concurso, que terá lugar no próximo dia 07 de setembro.

A votação telefónica neste doce, que, neste concurso, é apadrinhado pelo escritor Jacinto Lucas Pires, com ligações familiares àquele concelho do Alto Minho, pode ser feita, entre quinta-feira e sábado, através do número 760 107 003.

No distrito de Braga, o Bolinhol de Vizela foi o vencedor do concurso, tendo sido apurado para pré-finalista.

Os doces de todos os distritos do país a concurso, assim como as regras, podem ser consultados no site do concurso promovido pela RTP em https://7maravilhas.pt/.

Continuar a ler

Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez: Bovinos resgatados na Ecovia do Vez

Em Cabreiro

em

Foto: Filipe Guimarães/Bombeiros de Arcos de Valdevez

Três bovinos foram resgatados na tarde desta quarta-feira na Ecovia do Vez, entre os lugares da Sra. dos Aflitos em Sistelo e S. Sebastião, em Cabreiro, Arcos de Valdevez.

Os animais terão entrado na ecovia e na zona dos passadiços em Cabreiro. A forte inclinação e a chuva tornaram o piso escorregadio o que terá resultado na queda dos animais e consequente imobilização, segundo explica Filipe Guimarães, comandante dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, responsáveis pelo resgate.

O comandante, na sua publicação na rede social Facebook, alerta os proprietários de animais desta zona que em dias de chuvas evitem o acesso dos animais à ecovia, pois neste local existem algumas ravinas que podem ser fatais aos animais

No local esteve uma viatura daquela corporação e três operacionais.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares