Seguir o O MINHO

Arcos de Valdevez

Teatro Art’Imagem leva “Um punhado de terra” a Arcos de Valdevez

em

Foto: Divulgação

“Um punhado de terra” é a história de um negro trazido de África para Portugal, como escravo, uma peça criada e levada à cena pelo Teatro Art’Imagem, que a apresenta na sexta-feira, em Arcos de Valdevez e, no domingo, em Ourense, Espanha.

A obra descreve, na primeira pessoa, como os homens brancos chegaram à aldeia do homem negro, “destruíram os seus bens, mataram sua mulher e filhos e seus vizinhos, o trouxerem como gado em barco, o venderam e escravizaram, retirando-lhe todos os direitos de um ser humano”.

“Um punhado de terra” é também, segundo a companhia, “uma comédia negra sobre o medo, uma espécie de ‘Guantânamo teatral’, parábola sobre o discurso securitário e único que atravessa principalmente a sociedade ocidental, um tema global com aproximação aos últimos anos vividos em Portugal, ao desemprego e às dificuldades que a maioria do povo português padeceu à mercê de um governo sem sensibilidade social”.

“Cinco séculos passados, desde a nossa chegada a África, marcaram a nossa vida e a nossa história, e, sobre ela, nunca é demais falar, principalmente porque ainda hoje nos deslumbramos com os nossos gloriosos descobrimentos, branqueando factos e acontecimentos com a ideia peregrina de que o nosso colonialismo era melhor do que o dos outros. E continuam os mitos e os encobrimentos”, escreve o Teatro Art’Imagem.

“Um punhado de terra” tem texto de Pedro Eiras, encenação de José Leitão, interpretação de Flávio Hamilton, direção técnica de Pedro Carvalho.

A apresentação na Casa das Artes de Arcos de Valdevez realiza-se na sexta-feira, às 21:30, no âmbito da Mostra de Teatro Luso-Brasileiro. De seguida a peça será apresentada em Ourense, Espanha, no domingo. As entradas são gratuitas.

Anúncio

Arcos de Valdevez

Rojões e papas de sarrabulho regressam às mesas dos restaurantes em Arcos de Valdevez

Arcos à Mesa

em

Foto: DR/Arquivo

O concelho de Arcos de Valdevez vai ser palco, no fim de semana, da iniciativa Arcos à Mesa que leva envolve restaurantes do concelho na promoção dos rojões e das papas de sarrabulho.

Trata-se de um dos principais pratos da gastronomia daquele concelho, “muito procurado e apreciado nesta época do ano e intimamente ligado à matança do porco”.

A iniciativa inclui a doçaria tradicional, com destaque para Charutos dos Arcos, recentemente eleitos uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal, e o vinho verde produzidos na região.

O programa de animação engloba uma “Feira de Artesanato e Mercado de Sabores”, uma visita guiada a quintas de vinho verde do concelho, bem como provas de vinhos, animação musical com a atuação de rusgas, da Orquestra Microsom, no Campo do Trasladário, teatro e visitas à Porta do Mezio.

Continuar a ler

Arcos de Valdevez

Arcos de Valdevez: Primeira corrida assombrada marcada para dia 31

Até ao Paço de Giela.

em

Foto: DR/Arquivo

Arcos de Valdevez vai ser palco no dia 31 da primeira edição da “Corrida Assombrada”, promovida pela Academia Desportiva de Arcos de Valdevez em parceria com a Câmara local.

Em comunicado, hoje enviado à imprensa, aquela autarquia adiantou que a corrida, gratuita mas sujeita a inscrição prévia, começa às 21:00, com saída do Jardim dos Centenários (junto à Casa das Artes/Biblioteca Municipal).

Os participantes irão realizar um percurso de cerca de seis quilómetros pelas ruas de Arcos de Valdevez até ao Paço de Giela.

“A andar ou a correr, os participantes terão à sua espera muito divertimento e boa disposição, algumas zonas de espetáculo, para comemorar o Halloween”, adianta o município que apela aos participantes para trajar a rigor.

Continuar a ler

Arcos de Valdevez

Condutor sai praticamente ileso após queda de 150 metros em Arcos de Valdevez

Jovem de 19 anos

em

Foto: Filipe Guimarães

Um homem saiu com ferimentos apenas ligeiros após uma queda numa ravina de 150 metros, este sábado, em Sistelo, concelho de Arcos de Valdevez.

O acidente ocorreu na estrada de acesso aos lugares de Porto Cova e Padrão.

Foto: Filipe Guimarães

Foto: Filipe Guimarães

Foto: Filipe Guimarães

A vítima, um jovem de 19 anos natural de Aboím das Choças, Arcos de Valdevez, foi resgatado e trabsportado para o Centro Hospitalar do Alto Minho em Viana do Castelo, segundo o Jornal de Notícias.

Estiveram no local nove operacionais com três viaturas dos Bombeiros locais, a equipa SIV do INEM sediada em Arcos de Valdevez. A GNR tomou conta da ocorrência.

Continuar a ler

Populares