Seguir o O MINHO

Futebol

SC Braga bate Casa do Benfica de Loures na fase final em futebol de praia

Futebol de praia

em

Foto: DR

O tricampeão nacional SC Braga bateu a Casa Benfica de Loures por 7-2, somando os seus primeiros três pontos nesta fase, depois da derrota da véspera frente ao Sporting.


Do lado dos minhotos, André Lourenço (2), Bokinha, Fábio Costa, Rafa Padilha, Léo Martins e Jordan Soares foram os marcadores de serviço, com Andrade e Josep a fazerem os golos do conjunto de Loures.

Já o Sporting somou a segunda vitória consecutiva na fase final do Campeonato de Elite de futebol de praia, após vencer o Desportivo de Chaves (5-3).

Os ‘leões’ ganharam graças aos golos de Coimbra, Von, Pinhal e um ‘bis’ de Belchior, enquanto Javier Torres e Kuman marcaram para os transmontanos.

Com estes resultados, o Sporting lidera a tabela classificativa com seis pontos, enquanto a Casa Benfica de Loures (que venceu no sábado o Desportivo de Chaves) e o SC Braga seguem com três. O Desportivo de Chaves ainda não somou qualquer ponto.

O título de campeão é decidido na segunda-feira, na terceira jornada desta fase final que coloca frente a frente o Braga e o Chaves, e o Sporting e a Casa Benfica de Loures.

Anúncio

Futebol

Carvalhal garante SC Braga na máxima força na Grécia

Liga Europa

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O treinador Carlos Carvalhal garantiu hoje um SC Braga no máximo das suas capacidades no campo do AEK Atenas, onde uma vitória garante a passagem à fase seguinte da Liga Europa de futebol.

O Braga, que bateu o AEK Atenas por 3-0, em casa, na segunda jornada do grupo G, joga na quinta-feira no campo dos gregos a quinta ronda e, na antevisão da partida, o técnico disse esperar um “jogo difícil”, mas assegura que a sua equipa estará “à altura das responsabilidades”.

“Não tememos nada, respeitamos, sim, o adversário, é uma equipa boa, tem um bom treinador, uma boa organização, e está a lutar fortemente pelo título esta época. Não esperamos facilidades. Sabemos das dificuldades que o AEK criou ao Leicester em casa [perdeu por 2-1], o resultado com o Zorya [na última jornada, derrota caseira por 3-0] é muito enganador, golearam o Zorya fora [4-1]. Temos 100 por cento de respeito, zero por cento de medo”, frisou.

O técnico dos minhotos garantiu ainda que o Braga vai apresentar-se na máxima força e deu o exemplo do recente jogo com o Trofense, da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

“Se fomos para a Trofa com tudo, no máximo das nossas capacidades, um jogo da Taça, contra uma equipa [equivalente] da III divisão e tivemos muitas dificuldades em ganhar [1-0], contra o AEK temos que ir a top, de outra forma não faz sentido”, afirmou.

O treinador do AEK, Massimo Carrera, admitiu fazer algumas poupanças tendo em conta o jogo de domingo do campeonato grego, mas para Carlos Carvalhal, independentemente da troca de “um ou outro jogador”, “é sempre o Braga ou o AEK que vai jogar”.

“Tenho dois jogadores por posição, todos com a mesma competência, nunca meto a segunda equipa, mas os jogadores do Braga a jogar. A gestão que tem que ser feita num ciclo destes, nossa, do AEK, do Benfica, FC Porto, etc., é um imperativo, mas as equipas, em todos os jogos, apresentam-se na máxima força para jogar, uma máxima força relativa: naquele jogo, aqueles jogadores são os que os treinadores entendem serem os melhores para vencerem, é isso que acredito que o AEK vai fazer e eu também”, disse.

Por seu lado, Sequeira assegurou que a equipa vai abordar o jogo com os gregos como sempre faz, “o Trofense como este, o Leicester como os jogos para o campeonato: em qualquer campo, seja onde for, tentar vencer e dar o nosso melhor”.

O Braga vem de uma vitória difícil sobre o Farense (1-0), no domingo e, antes, de um empate caseiro com o Leicester (3-3), para a Liga Europa.

“Foram dois jogos distintos, mas dois resultados que nos trazem confiança para abordarmos agora o AEK. Vamos ter um Braga dentro do que tem feito, a entrar para vencer”, reforçou o lateral esquerdo, de 30 anos.

SC Braga, segundo classificado do grupo G, com sete pontos, e AEK Atenas, terceiro, com três, defrontam-se a partir das 17:55 de quinta-feira, no Estádio Olímpico de Atenas “Spyros Louis”, na Grécia, jogo que será arbitrado pelo búlgaro Georgi Kabakov.

Continuar a ler

Futebol

AEK vai fazer poupanças com o SC Braga a pensar no campeonato

Liga Europa

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O treinador do AEK Atenas, Massimo Carrera, admitiu hoje fazer algumas poupanças a pensar no campeonato grego no jogo com o SC Braga, quinta-feira, na quinta jornada do grupo G da Liga Europa de futebol.

O grande objetivo da temporada do AEK Atenas é a conquista do campeonato, no qual está bem classificado, ocupando a terceira posição, a três pontos do líder Olympiacos, ambos com menos dois jogos, um dos quais entre as duas equipas.

Questionado sobre se fará alterações a pensar no importante dérbi de Atenas, no domingo, com o Panathinaikos, o técnico italiano da equipa grega admitiu fazer alguma gestão.

“Sim, iremos resguardar alguns jogadores no jogo de amanhã [quinta-feira], temos também ainda de ver qual a condição física dos jogadores e é natural que a equipa [diante do Sporting de Braga] tenha em conta o jogo de domingo”, disse.

Contudo, a qualificação para a fase seguinte, que passa obrigatoriamente por uma vitória sobre os bracarenses, é um objetivo que o técnico mantém, apesar de reconhecer ser difícil.

“O nosso objetivo é entrar em campo e tentar ganhar, como em todos os jogos, sabendo que vamos defrontar uma grande equipa. Enquanto há vida, há esperança e vamos ainda disputar dois jogos importantes nesta competição”, disse.

Na última jornada da Liga Europa, os gregos perderam, em casa, com os ucranianos do Zorya (3-0), e André Simões considera que já é “bastante difícil [o AEK] passar neste grupo”, mas notou que, quinta-feira, “é uma nova oportunidade” e, “enquanto houver esperança e for possível, no futebol há sempre surpresas”.

O foco maior no campeonato admitido pelo treinador pode tirar peso à equipa no jogo com os minhotos, mas o jogador, a cumprir a sua sexta temporada no clube grego, tendo sido campeão em 2017/18, frisa que o AEK Atenas joga sempre para ganhar.

“Podemos enfrentar o jogo de maneira diferente, mais tranquila, mas sabendo que a vitória é o principal objetivo, temos sempre de lutar pela vitória. O jogo de domingo é muito importante para nós, mas prefiro pensar no jogo de quinta-feira”, disse.

O jogador português deixou ainda fortes elogios aos ‘arsenalistas’.

“É uma excelente equipa, que tem vindo a fazer um excelente trabalho com este novo treinador, Carlos Carvalhal, dou-lhes os parabéns pelo que têm feito no campeonato. O Sporting de Braga tem vindo a fazer um trabalho fantástico ano após ano, cada vez se aproxima mais dos ‘três grandes’, é um pouco desconhecido no resto da Europa, mas nós, que somos portugueses, sabemos disso”, elogiou.

SC Braga, segundo classificado do grupo G, com sete pontos, e AEK Atenas, terceiro, com três, defrontam-se a partir das 17:55 de quinta-feira, no Estádio Olímpico de Atenas “Spyros Louis”, na Grécia, jogo que será arbitrado pelo búlgaro Georgi Kabakov.

Continuar a ler

Futebol

Funeral de Vítor Oliveira realiza-se quinta-feira em Matosinhos

Óbito

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

As cerimónias fúnebres de Vítor Oliveira, treinador com vasta experiência no futebol português, que morreu no sábado, aos 67 anos, decorrem na quinta-feira, em Matosinhos, confirmou à Lusa fonte da família.

O corpo do ex-treinador e jogador vai estar em câmara ardente no Tanatório de Matosinhos às 13:00, três horas antes do funeral, que acontecerá com algumas restrições no cemitério de Matosinhos, concelho onde nasceu o reconhecido ‘rei das subidas’.

Vítor Oliveira, detentor de 11 promoções ao principal escalão e seis títulos em 18 participações na II Liga, morreu no sábado, aos 67 anos, depois de sentir uma indisposição enquanto caminhava na zona de Matosinhos.

Há cinco clubes do Minho na I Liga. Vítor Oliveira treinou-os a todos

Durante mais de três décadas, entre 1978 e 2020, comandou Famalicão, Portimonense, Maia, Paços de Ferreira, Gil Vicente, Vitória SC, Académica, União de Leiria, SC Braga, Belenenses, Rio Ave, Moreirense, Leixões, Trofense, Desportivo das Aves, Arouca, União da Madeira, Desportivo de Chaves e Paços de Ferreira.

Na condição de jogador, o ex-médio vestiu as camisolas de Leixões, Paredes, Famalicão, Sporting de Espinho, Sporting de Braga e Portimonense de 1970 a 1985.

Vítor Oliveira foi homenageado durante o fim de semana com um minuto de silêncio em todos os jogos disputados nas provas profissionais e amadoras do futebol português, tendo a Câmara de Matosinhos decretado dois dias de luto municipal.

Continuar a ler

Populares