Seguir o O MINHO

Braga

Refugiados da Síria inauguram Presépio Vivo de Priscos, este domingo, em Braga

em

Depois de Jerónimo de Sousa, em 2016, Marcelo Rebelo de Sousa, em 2017, e Rui Rosinha (bombeiro gravemente ferido nos incêndios de Pedrogão Grande), em 2018, o Presépio Vivo de Priscos contará com 14 convidados especiais para a inauguração de 2019.

De acordo com o principal organizador do evento, o padre João Torres, 14 refugiados da guerra da Síria, que habitam em Portugal, vão dar o mote de partida para aquele que já é o maior presépio ao vivo de toda a Europa.

O pároco que é também capelão nas cadeias de Braga e Guimarães, explica que este convite visa “contribuir para a construção de pontes de fraternidade com os povos perseguidos e marginalizados”.

Priscos. Marcelo Rebelo de Sousa em Braga na abertura do maior presépio ao vivo da Europa

Bombeiro que sobreviveu em Pedrógão inaugurou presépio em Braga

O presépio, sediado na freguesia de Priscos, abre portas a 15 de dezembro para a sua décima quarta edição.

Este ano, o número de figurantes volta a passar os 650, prevendo-se cerca de uma centena de cenários diferentes ao longo do recinto, junto à Igreja Paroquial de Priscos.

A data de encerramento é a 12 de janeiro.

A TVI estará presente com o programa “Somos Portugal” no dia 05 de janeiro.

Horários

15 de dezembro: Inauguração às 10:30 até às 12:30
19 de dezembro: 15:00 às 17:00
21 de dezembro: 15:00 às 19:00
22 de dezembro: 15:20 às 18:40
25 de dezembro: 16:00 às 18:30
28 de dezembro: 20:00 às 22:30
29 de dezembro: 15:20 às 18:40
1 de janeiro: 16:00 às 19:00
4 de janeiro: 20:00 às 22:30
5 de janeiro: 14:30 às 20:00 (transmissão em direto no programa da TVI “Somos Portugal”)
11 de janeiro: 20:00 às 22:30
12 de janeiro: 15:20 às 18:40

 

Populares