Seguir o O MINHO

Desporto

Rali Serras de Fafe e Montelongo abre campeonato da Europa em março

Automobilismo

em

Foto: Arquivo / FAP

O Azores Rallye e o Rali Serras de Fafe e Montelongo, provas pontuáveis para o campeonato da Europa de ralis (ERC), vão realizar-se em março de 2021, foi hoje divulgado pelo clube organizador.


O ERC começa a 12 e a 14 de março com o Rali Serras de Fafe e Montelongo, seguindo-se o Azores Rallye e o Rali das Canárias (de 06 a 08 de maio).

“A 55.ª edição do Azores Rallye é a primeira prova de uma dupla ronda atlântica a efetuar pelos pilotos e equipas concorrentes à edição de 2021 do Campeonato FIA [Federação Internacional do Automóvel] da Europa de Ralis, o FIA ERC”, avançou hoje o Grupo Desportivo Comercial (GDC) em nota de imprensa.

Segundo o comunicado, devido à sua “peculiaridade e espetacularidade, a prova açoriana “mantém o estatuto de prova âncora” do ERC, campeonato que teve uma “versão mais reduzida” em 2020, mas que “volta em força no início de março de 2021 com oito provas” em terra e asfalto.

“Para que a história de sucesso do ERC continue, é essencial que todo esforço seja feito para reduzir custos quando for prático e vantajoso fazê-lo. O calendário foi estruturado tendo em mente a acessibilidade”, afirmou o coordenador do ERC, Jean-Baptiste Ley, citado na nota de imprensa.

O mesmo comunicado revela que o presidente o GDC, Rui Moniz, mostrou-se “muito satisfeito com a renovação” da presença do Azores Rallye no calendário do campeonato europeu, considerando o rali como o “maior evento desportivo açoriano”: “a nossa prova é uma verdadeira montra dos Açores ao mundo”, afirmou.

A edição 2020 do Azores Rallye foi cancelada devido à pandemia da covid-19.

O encerramento do campeonato da Europa de Ralis está marcado para 24 de outubro com o rali da Hungria.

Anúncio

Futebol

Vitória com quatro regressos para duelo com Farense após casos de covid-19

I Liga

Foto: Facebook VSC

O médio Janvier e os avançados Rochinha, Bruno Duarte e Oscar Estupiñán são opções do Vitória SC para a receção ao Farense, da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, depois de infetados pelo novo coronavírus.

Os futebolistas integram a lista de 22 convocados para o duelo de sábado com os algarvios, hoje divulgada no sítio oficial vitoriano, depois de terem realizado testes positivos em 01 de janeiro, na véspera do encontro da 12.ª jornada com o Nacional, adiado para 21 de janeiro face ao surto ocorrido nos minhotos.

Os quatro jogadores, regularmente utilizados na equipa treinada por João Henriques a titulares ou a partir do banco de suplentes, estiveram isolados, falharam o encontro de sábado com o Moreirense (2-2), relativo à 13.ª jornada, e regressaram aos treinos na segunda-feira, após os resultados negativos em novos testes.

Os outros dois elementos do plantel infetados nesse surto, os médios Dénis Poha e Joseph, que já estava lesionado, apresentaram resultados negativos, mas continuam ausentes das opções.

O lateral-esquerdo Jonas Carls e o médio Luís Esteves, oriundo da equipa B do Vitória, deixaram os convocados após terem estado no banco de suplentes frente ao Moreirense, tal como o avançado Lyle Foster, que foi autorizado a sair do país devido à morte de um familiar.

Já os defesas Sílvio e Mascarenhas e os médios Mikel Agu e Jacob Maddox continuam de fora dos relvados, lesionados.

O encontro entre o Vitória, sexto classificado, com 20 pontos, e o Farense, 13.º, com 12, está agendado para as 18:00 de sábado, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.

A lista de 22 convocados

Guarda-redes: Bruno Varela, Matous Trmal e Jhonatan.

Defesas: Zié Ouattara, Sacko, Abdul Mumin, Jorge Fernandes, Suliman e Gideon Mensah.

Médios: Wakaso, Pepelu, Miguel Luís, André André, Janvier e André Almeida.

Avançados: Marcus Edwards, Rochinha, Ricardo Quaresma, Rúben Lameiras, Noah Holm, Bruno Duarte e Oscar Estupiñán.

Continuar a ler

Desporto

Taekwondista Júlio Ferreira eleito atleta do ano pelo SC Braga

Legião de Ouro

Foto: DR

O jovem taekwondista Júlio Ferreira, natural de Braga, foi escolhido como atleta do ano nos prémios Legião de Ouro, do SC Braga, foi hoje anunciado.

Natural de S. José de S. Lázaro, mas a residir em Gualtar, Júlio esteve em destaque em dezembro de 2020 ao sagrar-se campeão da Europa em pesos olímpicos, feito que terá pesado na decisão do júri braguilha.

Já o treinador Domingos Paciência integra a lista de treinadores distinguidos com o prémio “Guerreiro reconhecimento centenário”, atribuído a todos os que conquistaram títulos no futebol e aos que mais venceram nas modalidades.

O SC Braga completa na terça-feira 100 anos e criou, este ano, o prémio “Guerreiro reconhecimento centenário” no âmbito dos galardões ‘Legião de Ouro’ 2020, que atribuiu na habitual gala, mas que não vai decorrer publicamente por causa da pandemia de covid-19.

O prémio visa distinguir todos os treinadores que, ao longo dos últimos 100 anos, conquistaram títulos nacionais e internacionais no futebol (masculino e feminino da primeira divisão), como também os técnicos com mais títulos nacionais e internacionais conquistados em cada uma das modalidades do clube.

A curiosidade vai para a inclusão na lista de Domingos Paciência, que não ganhou qualquer título, mas disputou a final da Liga Europa, em 2010/11, diante do FC Porto (que perdeu por 1-0) e ficou em segundo lugar na época anterior, disputando o título até ao fim com o Benfica.

“Apesar de não ter conquistado títulos nacionais ou internacionais, o percurso de Domingos Paciência na história do SC de Braga não poderia passar sem este reconhecimento”, detalham os ‘arsenalistas’.

Nesta lista, constam Manuel Palmeira, Hilário Conceição, Carlos Baptista, Jorge Jesus, Domingos Paciência, José Peseiro, Pedro Duarte, Paulo Fonseca, Miguel Santos, Rúben Amorim (todos do futebol), Sameiro Araújo (atletismo), Luís Marta (boccia), João Roque (bilhar), Joaquim Peixoto (taekwondo), Bruno Torres (futebol de praia) e José Borges (natação).

O internacional português Paulinho, máximo goleador da equipa na época passada, foi considerado o futebolista do ano.

Luís Cameira (natação) venceu o prémio do treinador do ano e o defesa-central David Carmo o de atleta revelação.

O prémio de ‘Guerreiro Ouro e Mérito” foi para o Hospital de Braga e seus profissionais de saúde e o de ‘Guerreiro de Honra’ para os sócios do clube que, desde março do ano passado, se viram afastados das bancadas dos recintos desportivos por causa da pandemia de covid-19.

Devido à situação pandémica, a entrega dos galardões ‘Legião de Ouro’ 2020 foi adiada para a segunda quinzena de fevereiro, em data a determinar.

Continuar a ler

Futebol

Gil Vicente rescinde com Tim Hall e Renan Oliveira

Mercado de transferências

Foto: DR

O defesa Tim Hall e o avançado Renan Oliveira rescindiram os contratos que os ligavam ao Gil Vicente, informou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol, no sítio oficial.

“O Gil Vicente informa que chegou a acordo com os jogadores Tim Hall e Renan Oliveira para a rescisão do vínculo contratual entre as partes. Aos jogadores desejamos as maiores felicidades”, lê-se na nota publicada.

O emblema de Barcelos esclareceu ainda que a rescisão com o ponta de lança brasileiro, emprestado no início da época pelos ucranianos do Vorskla Poltava e agora devolvido, foi amigável, numa mensagem divulgada através da rede social Facebook.

Contratado por empréstimo no início desta época, ao Vorskla Poltava, da I Liga ucraniana, Renan Oliveira, de 23 anos, cumpriu 399 minutos em 12 jogos oficiais pelos minhotos, tendo marcado um golo no triunfo por 3-0 sobre a União de Leiria, em jogo relativo à quarta eliminatória da Taça de Portugal, realizado em dezembro.

Quanto a Tim Hall, internacional luxemburguês de 23 anos, os ‘galos’ não esclareceram a modalidade de rescisão de contrato.

Oriundo do Karpaty Lviv, emblema que disputou a I Liga ucraniana em 2019/20, o defesa-central assinou com o Gil Vicente um contrato válido por duas épocas, até junho de 2022, e participou em dois jogos oficiais, em dezembro, frente ao Benfica, para a 10.ª jornada da I Liga (derrota por 2-0), e à União de Leiria, para a Taça de Portugal.

A equipa treinada por Ricardo Soares contabiliza agora três saídas na janela de transferências em curso, após ter devolvido o guarda-redes Daniel Fuzato à Roma, clube italiano que o emprestara no início da presente época.

Continuar a ler

Populares