Seguir o O MINHO

Braga

PSD vai “puxar” pelas forças do distrito de Braga

Compromisso de André Coelho Lima na entrega da lista de candidatos

em

Foto: DR

Puxar pelas forças e potencialidades do distrito, com uma campanha de propostas e soluções que melhorem a qualidade de vida das pessoas, é o compromisso assumido hoje pelo cabeça de lista dos candidatos o PSD às eleições legislativas pelo distrito de Braga, André Coelho Lima.

Na entrega da lista de candidatos a deputados, no Tribunal de Braga, Coelho Lima assumiu que os candidatos do partido vão “puxar pelas boas características do distrito” e lembrar que “o país tem de olhar esta região de outra forma e com toda a atenção”.

O cabeça de lista do PSD insistiu na ideia de que Braga é «new comer» – o próximo futuro – de Portugal, é o distrito que se segue a Lisboa e Porto, com quase um milhão de habitantes, com um setor industrial que é um grande portento nacional, e com a Universidade do Minho que está entre as 50 melhores do mundo com menos de 50 anos de vida.

“Somos um distrito dinâmico, com grandes tradições populares e daí que tenhamos orgulho das nossas raízes. O país deve olhar de outra forma para Braga”, assinalou.

A título de exemplo, apontou o da criação do Quadrilatero Urbano, com as cidades de Braga, Guimarães, Famalicão e Barcelos, e sublinhou que as quatro urbes “souberam cerzir as suas idiossincrasias e unir-se em prol dos cidadãos”.

“Faremos um discurso sempre positivo, mas a puxar pelas nossas características e exigindo a devida atenção do poder central”, acentuou, garantindo que “o distrito está bem representado na lista, e que o partido está unido, coeso e com ânsia de participação”.

Questionado pelos jornalistas sobre qual será a primeira ação de pré-campanha, André Coelho Lima revelou que os candidatos vão visitar os 14 concelhos do distrito para se reunirem com todos os autarcas social-democratas, quer municipais quer de freguesia, numa ótica de proximidade e de valorização do poder local.

PSD: O “único” partido com propostas de futuro

Foto: DR

Perguntado sobre qual o resultado que espera nas legislativas de outubro, o cabeça-de-lista do PSD por Braga vincou que “as pessoas vão decidir em quem vão votar e hoje ainda estão fazer a sua reflexão individual”. Por isso, anotou, que “partir do princípio que as pessoas já optaram é um desrespeito por elas e pela sua reflexão”.

Salientou que o PSD e o seu líder Rui Rio “partem para a disputa eleitoral com toda a humildade perante os eleitores batendo-se para que estes entendam que o atual governo em funções, com apoio PCP e BE, não apresenta futuro, e não consegue dar aos portugueses uma perspetiva risonha para amanhã”.

“O PSD é o único com uma proposta efetiva de melhoria da vida das pessoas, e da concretização de reformas estruturais que lancem o país rumo ao progreso”, disse, sublinhando que Portugal “tem sido como uma montanha-russa, de constante sobe-desce, mas que tem de começar a subir com consistência algo que só o PSD é o único capaz de fazer.

“As pessoas já perceberam que o PS faz a gestão do quotidiano, é o situacionismo, o poder pelo poder, que apenas conseguiu estabilidade, mas sem nenhum índice de desenvolvimento e sem quase nenhuma melhoria de vida das pessoas”, afirmou, lembrando que os portugueses se habituaram a ver o PSD como alternativa, “como um partido que dá condições para que vivam melhor do que viviam ontem”.

Gente da terra

Foto: DR

Na ocasião, o presidente da Distrital de Braga do PSD, o eurodeputado José Manuel Fernandes manifestou o seu “regozijo” pelo facto de esta ser “a primeira vez em que todos os candidatos são oriundos ou vivem no distrito”.

“A nossa lista representa todo o território e não tem paraquedistas; concilia a experiência e a juventude, valoriza o poder local, a proximidade e a coesão social, e é aquela que defende melhor o interesse do distrito, através de gente que conhece os problemas que os vive e que portanto melhor os pode representar”, declarou.

E acrescentou: “Espero que a qualidade da lista, e a sua representatividade, sejam reconhecidas pelos cidadãos e que fique provado que vale a pena ter gente da terra; não podemos estar a criticar o centralismo, e as pessoas que não põem os pés no distrito, e depois não votarmos numa lista em que todos e cada cidadão do distrito se pode rever, desde o empresário, o agricultor, os pescadores de Esposende as pessoas do interior, os que defendem o empreendedorismo, as PME, e a economia forte mas também a inclusão e a área social”.

“Aqueles que valorizam a proximidade podem e devem votar no PSD que é aquele que melhor os vai representar na Assembleia da República”, concluiu.

Anúncio

Braga

15 alunos do concelho de Braga recebem bolsa de mérito no ensino superior

Obtiveram 16 ou mais valores no ano letivo transato

em

Foto: Divulgação / CM Braga

O Município de Braga atribuiu esta segunda-feira, 16 de setembro, a Bolsa Social de Mérito a estudantes do ensino superior. A medida contemplou 15 alunos residentes no concelho de Braga e que obtiveram 16 ou mais valores no ano letivo transato.

Na cerimónia, que teve lugar no Salão Nobre do Museu dos Biscainhos, a vereadora da Educação, Lídia Dias, explicou que esta medida representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos alunos.

“Com a atribuição destas Bolsas de Mérito damos mais um passo na questão da coesão social e da equidade. Sabemos que os custos da frequência no ensino superior representam um custo elevado para as famílias, pelo que este é um pequeno contributo que o município dá aos alunos para que prossigam os seus estudos e sejam profissionais realizados”, salientou Lídia Dias.

Já Miguel Bandeira, vereador responsável pela ligação às Universidades, referiu que as bolsas representam um estímulo para que continuem a trabalhar. “As diferenças económicas e sociais não podem ser fatores impeditivos do acesso à educação e à formação, pelo que este prémio representa uma mais-valia para o desenvolvimento do capital humano”, sustentou Miguel Bandeira.

O Município de Braga continua a assumir a Educação como uma área estratégica, atribuindo 15 mil euros ao investimento nesta acção específica de apoio direto aos estudantes universitários.

As bolsas, com um valor unitário de 1.000 euros, são atribuídas a estudantes residentes na área do concelho há pelo menos dois anos, que tenham obtido aproveitamento no ano letivo transato e que não disponham, por si ou através do agregado familiar, de meios para custear os encargos académicos.

Continuar a ler

Braga

Novo ‘McLaren Senna’ é uma das atrações do Salão Auto de Braga

Quinta edição do certame

em

Foto: Divulgação

Durante o próximo fim-de-semana, o Altice Forum Braga volta a entrar na rota dos grandes eventos, com 25 marcas presentes distribuídas por 10.000 m2 no interior e exterior do Altice Forum Braga.

O evento – quinta edição do Salão Auto de Braga – conta com a exposição de viaturas novas, de competição e clássicas, veículos semi-novos e usados. A presença em exposição do novo McLaren Senna – o único exemplar em Portugal –, assim como uma pista de Karting para crianças, são algumas das atrações do certame que espera superar os cerca de seis mil visitantes registados na edição anterior.

“Este é mais um evento que demonstra toda a capacidade do Altice Forum Braga que, com a sua versatilidade, se mostra totalmente capaz de receber a mais variadas iniciativas, oferecendo as melhores condições para expositores e visitantes. O Salão Auto é um evento para toda a família, mantendo-se fiel à matriz original ao ser realizado em ligação aos parceiros do sector”, referiu Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga e da InvestBraga, durante a apresentação do evento, convidando os bracarenses a visitarem o certame.

O Salão Auto terá também a maior representação do sector da mecânica auto e ainda a realização de diversas atividades, desde test drives de viaturas eléctricas a simuladores automóveis, passando por actividades paralelas como conferências e workshops onde serão abordados os temas mais prementes do sector. Haverá também cinco pistas de Slot, com competições nesta modalidade e a oferta de carros Slot.

O evento conta com a parceria da Associação Nacional do Ramo Automóvel, dos Clubes Automóvel Antigo e Clássico de Braga, Bicavalaria do Minho e Clube Mini de Braga, e do Clube Slot de Braga.

O Salão Auto poderá ser visitado na Sexta-feira das 18:00 às 24:00, no sábado das 14:00 às 24:00, e no domingo, último dia do evento, entre as 10:00 e as 20:00. O bilhete diário tem um custo de 3 euros e poderá ser adquirido online na ticketline.

Continuar a ler

Braga

Professora da UMinho já assumiu funções no Parlamento Europeu

Isabel Carvalhais é membro efetivo da comissão parlamentar da Agricultura e Desenvolvimento Rural

em

Foto: DR / Arquivo

Isabel Estrada Carvalhais, décima efetiva da lista do Partido Socialista nas últimas eleições europeias já assumiu o cargo de eurodeputada no passado dia 03 de setembro, participando estes dias na primeira sessão plenária da assembleia europeia após uma interrupção para férias (desde julho passado) e que decorre na cidade francesa de Estrasburgo até quinta-feira.

Isabel Carvalhais, docente há 22 anos na Universidade do Minho (UMinho), substituiu em circunstância trágicas o eurodeputado André Badford, que perdeu a vida em julho último após batalha contra doença prolongada. Carvalhais manifestou, durante a campanha, uma especial atenção às tradições e aos concelhos de interior, fazendo agora parte de uma comissão relacionada com o mundo rural.

Aos 46 anos, a professora de Ciência Política e Relações Internacionais será membro efetivo da comissão parlamentar da Agricultura e Desenvolvimento Rural e suplente das comissões do Desenvolvimento Regional e das Pescas. Integrará também as delegações da assembleia europeia para as relações com os Estados Unidos e o Canadá.

Continuar a ler

Populares