Presidente da República apresenta condolências por morte de dois portugueses em acidente em Veneza

Foto: DR / Arquivo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apresentou hoje “sentidas condolências” às famílias e amigos de dois portugueses que morreram na terça-feira num acidente de viação em Veneza, Itália.

“Ao tomar conhecimento da existência de dois compatriotas entre as vítimas do trágico acidente de viação em Veneza, o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa apresenta sentidas condolências às suas famílias e amigos”, revelou a Presidência da República, numa nota publicada no seu ‘site’ na Internet.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros português revelou na quarta-feira à noite que dois portugueses morreram e um ficou ferido no acidente de autocarro de terça-feira à noite na região de Veneza, no nordeste de Itália, que causou 21 mortos.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros sublinhou ainda que “lamenta o ocorrido, estando, através da Embaixada de Portugal em Roma, a acompanhar a situação”.

O prefeito de Veneza divulgou ao final da tarde de quarta-feira, de acordo com os ‘media’ italianos, a nacionalidade de todas as vítimas do acidente de autocarro: nove ucranianos, quatro romenos, três alemães, dois portugueses, um italiano [o motorista], um croata, e um sul-africano.

As autoridades de Veneza pediram ao Governo italiano que decretasse três dias de luto na região pela morte das 21 pessoas num autocarro que caiu de um viaduto.

Além de 21 mortos, o acidente provocou pelo menos 15 feridos.

Os passageiros do autocarro eram maioritariamente turistas estrangeiros jovens que regressavam a Veneza de um parque de campismo próximo.

O veículo era um autocarro elétrico que se incendiou depois de cair de uma altura de cerca de 15 metros, ao derrubar a proteção do viaduto.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Há um restaurante português na Finlândia (e o galo de Barcelos não podia faltar)

Próximo Artigo

Casal ferido em colisão entre mota e carro em Ponte de Lima

Artigos Relacionados
x