Seguir o O MINHO

Barcelos

Presidente da Câmara de Barcelos pode ficar um ano em prisão domiciliária

Decretada especial complexidade do processo relativo à Operação Teia. Miguel Costa Gomes governa o Município a partir da sua casa, em Gamil.

em

Foto: Arquivo

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto decretou a especial complexidade do processo relativo à operação “Teia”, permitindo assim alargar a fase de inquérito até um ano, confirmou hoje à Lusa fonte judiciária.

O despacho do juiz de instrução do processo foi comunicado na semana passada à defesa dos quatro arguidos envolvidos: o presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, o ex-presidente da Câmara de Santo Tirso, Joaquim Couto, a empresária Manuela Couto e o ex-presidente do IPO Porto Laranja Pontes.

Fonte judiciária contactada pela Lusa explicou que o “Código do Processo Penal prevê em certos processos e para determinados efeitos processuais que possa ser decretada a excecional complexidade do procedimento”.

Ao ser aceite, tem importância a vários níveis, “sendo uma a fixação do prazo máximo do inquérito e outra a possibilidade de o prazo da duração das medidas de coação poder ser mais longo”, acrescentou.

Este despacho tem como implicação, “para quem tem como medida de coação a obrigação de permanência na habitação, o facto de a fase de inquérito, em vez de demorar seis meses, poder durar um ano”, precisou a fonte.

A 03 de junho, Miguel Costa Gomes e Manuela Couto ficaram com a medida de coação de permanência obrigatória na residência, com pulseira eletrónica, enquanto Joaquim Couto pagou uma caução de 40 mil euros para sair em liberdade e Laranja Pontes 20 mil euros para o mesmo efeito.

A Lusa tentou obter também a reação de Nuno Cerejeira Namora, advogado do autarca de Barcelos, mas até ao momento não foi possível.

Contactado pela Lusa, Nuno Brandão, advogado da empresária e do marido desta, Joaquim Couto, confirmou que irá recorrer do despacho, enquanto Pedro Ávila, advogado de Laranja Pontes, que ficou com termo de identidade e residência, informou “estar ainda a analisá-lo”.

A operação “Teia” centra-se nas autarquias de Santo Tirso e Barcelos bem como no Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto e investiga suspeitas de corrupção, tráfico de influência e participação económica em negócio, traduzidas na “viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste direto”, segundo comunicado da Diretoria do Norte da Polícia Judiciária, o órgão de polícia criminal que apoia o Ministério Público neste caso.

Anúncio

Barcelos

Colisão em Barcelos faz um morto

Em Barqueiros

em

Foto cedida a O MINHO

Uma colisão entre uma viatura de transporte de mercadorias e um veículo ligeiro provocou um morto e ferimentos em outra pessoa, ao final da manhã desta terça-feira, em Barqueiros, Barcelos.

Foto cedida a O MINHO

Ao que apurou O MINHO junto de fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro de Braga, a vítima, de 60 anos, foi declarado óbito no local.

O alerta foi dado pelas 11:25 para a Estrada Nacional 205, para a freguesia de Barqueiros, mobilizando Bombeiros Voluntários de Barcelinhos e a VMER de Braga.

Um outro homem envolvido no acidente ficou com ferimentos considerados “ligeiros”.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Barcelos

Saiba onde vai ficar a Mercadona em Barcelos

Abertura a 26 de setembro

em

Foto: DR

Já há data oficial para a abertura da primeira loja da cadeia de hipermercados espanhola Mercadona na região do Minho. O próximo dia 26 de setembro fica marcado pela abertura da loja na rua Filipa Borges, 414, na cidade de Barcelos.

Depois das primeiras 4 aberturas no mês de julho, no distrito do Porto, a empresa prepara agora a sua próxima abertura, no dia 26 de setembro, em Barcelos.

Durante os próximos dias, até 6 de setembro, colaboradores da empresa vão “dar a conhecer” aos vizinhos da nova loja o funcionamento do supermercado, através de sessões de apresentação às comunidades, avança a empresa em comunicado.

Em Barcelos, as apresentações decorrem no Hotel Bagoeira e estão programadas 2 sessões por dia, com capacidade para cerca de 100 participantes cada: uma de manhã, pelas 11:00, e outra à tarde, pelas 18:00, com a duração de uma hora.

Para cada sessão é necessário realizar inscrição através dos números de telefone 918 724 597 e 918 714 687, de segunda a sexta-feira, entre as 9:00 e as 21:00.

Continuar a ler

Barcelos

Detido após “bofetadas e empurrões” a ex-companheira em Barcelos

Homem de 39 anos tinha uma faca de cozinha que lhe foi apreendida

em

Foto: Ilustrativa

A PSP deteve na terça-feira, em Barcelos, um homem de 39 anos por violência doméstica contra a sua ex-cônjuge, anunciou hoje aquela força de segurança.

Em comunicado, a PSP refere que o detido abordou a na via pública e agrediu-a com bofetadas e empurrões. Perante a intervenção de populares, o detido foi “isolado” da ex-cônjuge até à presença da PSP.

O suspeito tinha em sua posse uma faca de cozinha, que foi apreendida.

Continuar a ler

Populares