Seguir o O MINHO

Esposende

Ponte pedonal liga Esposende e Viana e concretiza sonho antigo das populações

Ponte pedonal e ciclável sobre o rio Neiva, entre Antas (Esposende) e Castelo de Neiva (Viana)

em

Foto: Arménio Belo / Divulgação / CM Viana do Castelo

O ministro do Ambiente, Matos Fernandes, inaugurou hoje uma ponte pedonal e ciclável sobre o rio Neiva, que liga os concelhos de Esposende e Viana do Castelo e que significou um investimento de 577 mil euros.

Para o presidente da Câmara de Esposende, Benjamim Pereira, esta ponte era idealizada “desde tempos imemoriais” pelas populações de ambas as margens, para “esbater distâncias”.

“A obra que agora é colocada ao serviço das pessoas tem um significado mais amplo, na medida em que aproxima duas terras – Antas e Castelo do Neiva -, os municípios de Esposende e Viana do Castelo e ainda os distritos de Braga e de Viana do Castelo. É, pois, uma obra de grande relevo regional e, até, nacional”, disse Benjamim Pereira.

Foto: Divulgação / CM Esposende

Foto: Arménio Belo / Divulgação / CM Viana do Castelo

Construída ao abrigo do programa Norte 2020, a ponte insere-se na rede de infraestruturas para a valorização e visitação do estuário do rio Neiva e teve um custo global de 577 mil euros, com a comparticipação de mais de 100 mil euros por parte de cada um dos municípios.

Foto: Arménio Belo / Divulgação / CM Viana do Castelo

O presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, disse que a nova travessia representa “as pontes de amizade e cooperação entre os municípios de Viana do Castelo e Esposende”.

Considerou que este é um projeto “que deixa uma marca indelével na cooperação intermunicipal”.

Além da ponte, a empreitada de construção de infraestruturas verdes para valorização e visitação do estuário do rio Neiva incluiu ainda a requalificação da margem esquerda do rio.

Estas intervenções inserem-se no projeto mais emblemático da Polis Litoral Norte, a criação da Ecovia do Litoral Norte, enquanto corredor verde projetado ao longo de 73 quilómetros de linha de costa dos concelhos de Caminha, Viana do Castelo e Esposende.

Neste momento, já estão executados 40 quilómetros da ecovia.

O ministro do Ambiente sublinhou a “beleza” da ponte hoje inaugurada e elegeu-a como o seu símbolo favorito do Polis Litoral Norte.

“Se me pedissem uma fotografia para símbolo do programa, escolhia esta ponte”, referiu.

Anúncio

Cávado

Cortejo fúnebre de Paulo Gonçalves tem início uma hora mais tarde que o previsto

Cortejo fúnebre

em

Foto: DR / Arquivo

Um atraso no voo que traz o corpo do malogrado piloto Paulo Gonçalves provocou o adiamento, durante uma hora, da homenagem preparada pelo Município de Esposende, para esta quinta-feira.

Numa nota enviada a O MINHO, a Câmara de Esposende dá conta da alteração do horário de início de homenagem para as 12:30, quando estava previsto que se iniciasse uma hora mais cedo.

O cortejo fúnebre passará pelo centro de Esposende, antes de rumar a Gemeses, onde o corpo ficará em câmara ardente a partir das 16:00, sendo sepultado no cemitério local.

A última homenagem do universo motard decorrerá nesse trajeto do cortejo fúnebre, com as motos alinhadas na marginal de Esposende, antecedendo o minuto de silêncio que será cumprido na Praça do Município, antes de rumar a Gemeses.

Campeão do mundo de Cross-Country e Rallyes, em 2013, Paulo Gonçalves concluiu o Rali Dakar de todo-o-terreno em segundo lugar, em 2015, prova na qual participou por 13 vezes, tendo concluído quatro delas entre os dez primeiros classificados.

Paulo Gonçalves era o piloto português com mais títulos nacionais e internacionais, numa carreira iniciada no Motocross e que passou também pelo Enduro e TT.

Em 2016, o Instituto Português do Desporto e da Juventude atribui-lhe o Prémio de Ética no Desporto por ter parado durante uma das etapas do Dakar2016, quando liderava a corrida, para ajudar o austríaco Mathias Walkner, que tinha caído.

Continuar a ler

Cávado

Luto por Paulo Gonçalves adia inauguração de obra de Vhils em Esposende

Escultura de homenagem às “gentes do mar”

em

Foto: O MINHO

A inauguração da escultura de homenagem às “gentes do mar” de Alexandre Farto, conhecido pelo nome artístico Vhils, foi adiada para sábado, devido ao luto municipal decretado para sexta-feira pela morte do piloto Paulo Gonçalves, anunciou hoje o município.

Em comunicado, o município diz que “ficam sem efeito” todas as iniciativas agendadas para sexta-feira, dia em que terá lugar o funeral de Paulo Gonçalves.

O corpo do piloto português, que morreu na sequência de queda na sétima de 12 etapas do Rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita, deverá chegar ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, ao final da manhã de quinta-feira, seguindo, depois, em cortejo fúnebre até Esposende, distrito de Braga, onde será alvo de uma homenagem.

O funeral de Paulo Gonçalves vai realizar-se na sexta-feira, pelas 16:00 na Igreja de Gemeses, em Esposende.

A obra de Vhils a inaugurar no sábado foi esculpida numa parede com três metros de altura e sete de comprimento e “trata-se de uma homenagem aos pescadores, mas através da figura das mulheres que ficam em terra”, explicou o presidente da Câmara, Benjamim Pereira.

A escultura nasceu no âmbito do projeto “Esposende SmartCity”.

Anteriormente, já foram edificadas, na zona ribeirinha da cidade, outras duas esculturas, uma assinada por Pedro Tudela e Miguel Carvalhais e a outra pelo alemão Volker Schnüttgen.

O projeto Esposende SmartCity apoia-se nos pilares Sustentabilidade, Território, Pessoas e Arte, contemplando a implementação de um plano de atividades pedagógicas que têm como ponto de partida a transformação do território, através de soluções multidisciplinares.

Alia, assim, a inteligência urbana e ambiental à criação artística original, implementada no espaço público.

O autarca de Esposende destacou a aposta no pilar “arte”, que visa dotar a cidade de “cartazes turísticos capazes de atrair visitantes”.

“Queremos que cada vez mais gente coloque Esposende nos seus roteiros e estas estátuas em espaço público, assinadas por nomes como Vhils, são, sem dúvida, excelentes fatores de atração de visitantes”, referiu.

Continuar a ler

Cávado

Mulher que esfaqueou marido em Esposende acusada de tentativa de homicídio

Violência doméstica

em

Foto: Ilustrativa / DR

O Ministério Público (MP) acusou de homicídio qualificado, na forma tentada, uma mulher que em 2018 esfaqueou o marido nas costas em Marinhas, Esposende, quando ele dormia, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Em nota publicada na sua página na internet, aquela procuradoria refere que os factos remontam à madrugada de 11 de abril de 2018, no interior da residência do casal.

O MP considerou indiciado que a arguida, com cerca de 35 anos, manteve uma discussão com o marido, após o que este “se recolheu a um quarto, acabando por adormecer sobre uma cama, de barriga para baixo”.

Ainda segundo o MP, a arguida, por volta das 03:30, foi ao quarto munida de uma faca de gume serrilhado e desferiu um golpe, “com força e de cima para baixo”, na zona das costas do marido.

“A vítima só não morreu mercê da pronta assistência médica que lhe foi prestada”, acrescenta.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

PASSATEMPO

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

Populares