Seguir o O MINHO

Futebol

Portugal faz pleno no Grupo B de qualificação para o Mundial de futebol de praia

Fase final do Mundial2019 realiza-se no Paraguai, entre 21 de novembro e 01 de dezembro

em

Foto: Facebook de Seleções de Portugal

A seleção portuguesa de futebol de praia venceu hoje por 3-1 a França e assegurou o primeiro lugar do Grupo B da qualificação europeia para o Mundial2019, em Moscovo, na Rússia.

Os franceses inauguraram o marcador, por intermédio de Angeletti, mas Belchior empatou a partida ainda no primeiro período, antes de Madjer operar a reviravolta na segunda parte.

No terceiro e último período, o guarda-redes Elinton Andrade dilatou a vantagem e confirmou o pleno de vitórias no Grupo B, no qual Portugal terminou com nove pontos, mais três do que a França. A Moldávia somou dois e a Noruega nenhum.

Na próxima ronda, a equipa comandada por Mário Narciso vai defrontar a Lituânia, num ‘play-off’ agendado para terça-feira, a partir das 15:30 (hora de Lisboa).

Caso vença os lituanos, Portugal garantirá presença na segunda fase de qualificação europeia, ficando sorteado no Grupo 1, juntamente com os vencedores dos jogos Polónia-Alemanha, Itália-Cazaquistão e França-Bielorrússia.

Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se diretamente para o Mundial, enquanto os terceiros colocados vão disputar um ‘play-off’ para definir a quinta vaga.

A fase final do Mundial2019 realiza-se no Paraguai, entre 21 de novembro e 01 de dezembro.

Anúncio

Futebol

Tomás Esteves é o defesa mais jovem a estrear-se no FC Porto em 94 anos

O segundo defesa mais jovem de sempre

em

Foto: Twitter

O apontamento é lançado pelos aficionados da estatística, playmakerstats, através do Twitter. Tomás Esteves, futebolista natural de Arcos de Valdevez, que se estreou esta quinta-feira pela equipa principal do Futebol Clube (FC) do Porto, é o defesa caloiro mais novo, em 94 anos, dos dragões.

Torna-se, também, o segundo defesa mais jovem, de sempre, a alinhar pelos bicampões europeus, depois de Temudo, defesa que, em 1925, se estreou com 17 anos e sete meses, menos um que o defesa direito minhoto (17 anos e oito meses).

Aos 17, Tomás Esteves estreou-se na equipa principal do FC Porto: “Realizei um sonho”

O jovem agradeceu à mãe pela “paciência” de se deslocar de Arcos de Valdevez até ao Porto, de todas as vezes que necessitou de boleia para os treinos.

Continuar a ler

Futebol

Aos 17, Tomás Esteves estreou-se na equipa principal do FC Porto: “Realizei um sonho”

Futebolista de Arcos de Valdevez

em

Foto: FC Porto

Tomás Esteves, natural de Arcos de Valdevez, estreou-se esta noite pela equipa principal do Futebol Clube (FC) do Porto, frente ao Casa Pia, em jogo da fase de grupos da Taça da Liga.

O lateral direito, de 17 anos, entrou aos 75 minutos para o lugar de Manafá, quando o marcador ditava um triunfo confortável (3-0) no marcador.

Sérgio Conceição reforça assim a aposta em jogadores que venceram, na época passada, a Youth League ao serivlço dos dragões.

Em declarações no pós-jogo, o atleta refere ter cumprido um sonho, ao jogar pelo clube do coração. Agradeceu à mãe pelo “sacrifício” ao ter que levar o jovem até aos treinos.

O nome do jovem parece estar a subir, em termos de tendência, no Twitter, depois de alguns adeptos portistas inluentes divulgarem o agradecimento à mãe.

Na atual temporada, o arcuense soma oito jogos pela equipa B.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga demarca-se de falhas de segurança no jogo com Wolverhampton

Após queixa dos ingleses na UEFA

em

Adeptos ingleses à porta do estádio, em Braga. Foto: O MINHO

O Sporting Clube (SC) de Braga demarcou-se hoje de quaisquer responsabilidades relativamente a eventuais falhas de segurança relacionadas com o acompanhamento dos adeptos do Wolverhampton no jogo da Liga Europa de futebol.

A posição tomada pelo clube minhoto surge na sequência da queixa formal apresentada hoje à UEFA por parte do clube inglês, por causa de questões de segurança relacionadas com os seus adeptos que acompanharam a equipa a Braga, na semana passada.

“Em momento algum são imputadas responsabilidades ao Braga pelos factos relatados ao Wolves pelos seus adeptos. É importante realçar a ausência de ocorrências no interior do Estádio Municipal e que ao longo da partida tenha prevalecido um ambiente salutar”, pode ler-se no site oficial dos bracarenses na internet.

Na mesma nota, o Braga, tal como a equipa inglesa, frisa “levar extremamente a sério a segurança dos adeptos”, depois de os ingleses terem recebido um “número sem precedente de reclamações de adeptos que ficaram dececionados, angustiados e, em alguns casos, feridos durante a entrada no Estádio Municipal de Braga”.

O clube português adianta que “ainda não foi notificado pela UEFA” e assegura que vai “acompanhar com todo o interesse os relatos de todas as partes envolvidas e procurar confirmar os excessos eventualmente cometidos por alguns adeptos, bem como os procedimentos adotados pelas forças policiais e de segurança”.

A terminar, os arsenalistas falam em “vasta e sucedida experiência junto da UEFA na organização de jogos a contar para as competições europeias”, lembrando que os adeptos visitantes “têm sido bem acolhidos pelo clube e cidade”.

SC Braga e Wolverhampton defrontaram-se na passada quinta-feira, em Braga, na quinta jornada do grupo K da Liga Europa, tendo o jogo terminado com um empate 3-3.

No recinto bracarense marcaram presença cerca de 6.000 adeptos da equipa inglesa, orientada por Nuno Espírito Santo e na qual alinham vários portugueses, como os internacionais Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho ou Diogo Jota.

Continuar a ler

Populares