Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Ponte de Lima: 650 mil euros para eliminar plantas invasoras no rio Lima

Espécies exóticas

em

Rio Lima. Foto: Divulgação / Miguel Costa

A Câmara de Ponte de Lima vai investir, em 2020, 650 mil euros na erradicação de espécies exóticas invasoras no rio Lima, para “potenciar” o turismo e os desportos náuticos, divulgou esta terça-feira o presidente Victor Mendes.

Em declarações à agência Lusa, o autarca do CDS-PP explicou que, daquele montante, 450 mil euros são financiados por fundos do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), sendo o valor restante suportado pela Câmara de Ponte de Lima, no distrito de Viana do Castelo.

“Os trabalhos de prevenção, controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras começam em 2020. É uma necessidade urgente avançar com a limpeza do rio Lima quer de invasoras aquáticas, permitindo a aposta no turismo e desportos náuticos, quer de invasoras nas margens e em ilhas no leito do rio, permitindo a melhoria no escoamento das águas, evitando fenómenos de erosão em vários troços do Lima”, explicou Victor Mendes.

Em comunicado, o município explicou que o investimento resulta de uma candidatura apresentada, em agosto, e já aprovada, “com o objetivo geral da restauração ecológica dos espaços alvo da intervenção proposta e da criação de condições para a instalação/recuperação das comunidades autóctones”.

A candidatura vai permitir “a continuidade e consolidação dos trabalhos desenvolvidos no rio Lima, classificado como Sítio de Importância Comunitária (SIC), em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente, para controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras terrestres, e, por outro lado, ampliar a área de atuação dos trabalhos anteriormente referidos à totalidade da extensão do SIC Rio Lima, inserida nos limites administrativos do concelho de Ponte de Lima”.

Segundo a autarquia, a “nova candidatura, vai permitir a realização de importantes ações de controlo e erradicação de espécies exóticas invasoras aquáticas, nomeadamente ‘Myriophyllum aquaticum’ e ‘Egeria densa’, no rio Lima”.

“As ações irão ainda permitir avaliar a eficácia dos métodos aplicados e do impacto real ou potencial sobre espécies e ‘habitats’, bem como definir as condições para a realização de ações de controlo de continuidade e criar/adotar soluções inovadoras de monitorização de espécies exóticas invasoras com vista à prevenção e deteção precoce de focos de dispersão destas espécies no SIC Rio Lima”, sustenta a nota.

A candidatura “integra, também, a realização de atividades sensibilização dos diversos públicos-alvo e divulgação da problemática das espécies exóticas invasoras”.

O rio Lima nasce a 975 metros de altitude, na província de Ourense, na Galiza. Entra no Alto Minho, próximo do Lindoso e de Soajo, e passa por Ponte da Barca e Ponte de Lima, desaguando no oceano Atlântico, em Viana do Castelo, após percorrer um total de 135 quilómetros.

Anúncio

Ponte de Lima

Adega de Ponte de Lima apresentada em feira em Munique

Forum Vini

em

Foto: Forum Vini 2014 / Divulgação

A Adega de Ponte de Lima, que celebra 60 anos, será uma das nove representantes portuguesas, na comitiva liderada pela associação ViniPortugal, que vai participar na Forum Vini, feira vinícola internacional, que decorre em Munique, na Alemanha, entre sexta-feira e domingo, na qual são esperados 9.500 visitantes.

A representação portuguesa no evento é formada pela Adega Ponte de Lima, Casa Santos Lima, Esporão, Filipe Palhoça Wines, Juliana Kelman Wines, Quinta do Paral, Casa Romana Vini, Monte da Ravasqueira e Wines and Winemakers by Saven.

Adega Cooperativa de Ponte de Lima: Há 60 anos a ‘tirar’ o melhor vinho Loureiro do país

 

Com cerca de dois mil associados, a Adega de Ponte de Lima produz, em média, seis milhões de litros de vinho por ano.

Tem produtores associados em Ponte de Lima, Viana do Castelo, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Barcelos e Vila Verde.

Em 2018, os vinhos portugueses cresceram 7,5% em valor no mercado alemão, 5% em volume e 2,4% no preço médio, face a 2017.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Ponte de Lima investe 375 mil euros para requalificar cemitério municipal

Câmara quer “valorizar e dar uma nova dignidade ao espaço”

em

Foto: Divulgação / CM Ponte de Lima

Foi assinado no dia 29 de outubro, o auto de consignação da empreitada de remodelação do cemitério municipal de Ponte de Lima, pelo valor de cerca de 375 mil euros, anunciou esta quarta-feira a autarquia.

Em nota de imprensa, é referido que a pretensão da autarquia com esta obra é a de “valorizar e dar uma nova dignidade ao espaço, requalificando as áreas existentes, quer do interior e do exterior, devido ao seu mau estado de conservação e falta de funcionalidade, bem como melhorar as condições de acesso pedonal e automóvel, tornando o cemitério municipal acessível a pessoas com mobilidade condicionada”.

Para o presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes, “esta obra de requalificação do cemitério, é mais um dos nossos objetivos que estamos a cumprir”.

A intervenção traduz-se na substituição dos pavimentos existentes em terra batida por cubo de granito azul serrado e lajedo de granito azul de Ponte de Lima.

A obra de requalificação incidirá também na substituição da cobertura da capela, e no restauro dos portões existentes. Proceder-se-á ainda à substituição das infraestruturas existentes, nomeadamente de abastecimento e drenagem de águas pluviais, sem esquecer a colocação de uma nova infraestrutura de iluminação pública.

Esta obra insere-se na estratégia do Município de Ponte de Lima de beneficiação dos espaços públicos, conferindo-lhes condições de usufruto condicentes com a exigência dos padrões contemporâneos de urbanidade.

Continuar a ler

Alto Minho

Como manda a ‘tradição’, cartaz da Feira do Cavalo de Ponte de Lima foi apresentado na Golegã

XXI Feira do Cavalo decorre no início de julho de 2020

em

Como manda a tradição. O cartaz da Feira do Cavalo de Ponte de Lima foi apresentado, esta semana, durante a Feira Nacional do Cavalo de S. Martinho, na Golegã, distrito de Santarém, numa iniciativa que se integra na parceria estabelecida entre o Município de Ponte de Lima e o Município da Golegã para a promoção recíproca de ambos os eventos equestres.

O cartaz deste ano apresenta a Campeã dos Campeões da Feira do Cavalo de Ponte de Lima 2019. A Égua Marquesa, da Coudelaria Leonardo Franco, apresentada por João Oliveira, ostenta as faixas de “Campeã Fêmea” e “Campeã dos Campeões” com as cores de Ponte de Lima.

Imagem: Divulgação

Com fotografia de Afonso Bordallo Rodrigues e design de Teresa Aroso Vilaverde, “o cartaz deste ano teve como inspiração um trabalho de ourivesaria do Minho, muito ligado também aos trajes regionais de Ponte de Lima”, assinala a autarquia de Ponte de Lima numa nota enviada a O MINHO.

A 21.ª Feira do Cavalo de Ponte de Lima, organizada pelo Município de Ponte de Lima, Associação
Concelhia das Feiras Novas, Associação Empresarial de Ponte de Lima e o Centro Equestre do Vale
do Lima, irá decorrer entre 02 e 05 de julho de 2020.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares