Seguir o O MINHO

Alto Minho

Ponte de Lima investe 300 mil euros para recuperar centro cívico de Moreira do Lima

Obras públicas

em

Foto: Divulgação

A Câmara de Ponte de Lima assinou o auto de consignação para empreitada de construção do Centro Cívico de Moreira do Lima – Arranjo Urbanístico da Envolvente à Igreja e Sede da Junta de Freguesia, pelo valor de 296.475,00 euros, foi na sexta-feira anunciado.

Esta operação insere-se na “estratégia de beneficiação dos espaços públicos que o Município de Ponte de Lima tem vindo a desenvolver, pretendendo oferecer dignidade e novas valências à zona central da freguesia, naquela que é a segunda fase da requalificação de um espaço público que foi iniciada há alguns anos”, referiu Victor Mendes, presidente da Câmara.

Nas palavras do edil, a obra insere-se “dentro daquilo que são os nossos objetivos em ordenamento de estacionamento, da melhoria das condições de acessibilidade para cidadãos com mobilidade reduzida, e (…) de um espaço para brincadeira para as crianças, nomeadamente com parque infantil”. Segundo o Presidente da Câmara Municipal, este é um “espaço que irá ser aprazível, respeitando aquilo que são as condições ambientais e patrimoniais”, servindo “um conjunto de equipamentos de utilização coletiva”, desde a “Sede da Junta de Freguesia, a Igreja Paroquial, o cemitério, uma infraestrutura desportiva”. Para Victor Mendes “este é um dos espaços que verdadeiramente se constitui como um local de usufruto público”.

O projeto de arquitetura elaborado neste âmbito, visa a redefinição e a criação de passeios, a eliminação das barreiras arquitetónicas, promovendo a acessibilidade a pessoas com mobilidade condicionada. Em simultâneo a criação de um parque infantil e a construção de um acesso ordenado ao olival que funcionará como parque de estacionamento orgânico. A intervenção prevê ainda a substituição dos pavimentos existentes em betuminoso, a criação de passeios, baias de estacionamento, a redefinição dos espaços verdes existentes, a substituição das infraestruturas atuais, drenagem de águas pluviais, e também a colocação de uma nova infraestrutura de iluminação pública.

Nas palavras do presidente da Junta de Freguesia de Moreira do Lima, Carlos Pinheiro, “este foi um dos primeiros centros cívicos a ser efetuados pelo Município”, sendo a segunda fase da obra, um objetivo para “este mandato”, e uma mais valia para a população local.

EM FOCO

Populares